Projeto reeducação física e alimentar: desânimo geral

Não dá pra vir só falar de projeto de reeducação alimentar, de como alcançar uma vida saudável, se isso aqui é um blog feito por um ser humano, não é? Que tem altos e baixos, ânimos e desânimos. Pois é, meninas, vim desabafar com vocês: estou mega desanimada com reeducação alimentar, sem saco, sem disciplina, precisando de um profissional da área de nutrição que realmente me faça sentir motivada, sem aquelas dietas prontas que alguns profissionais fazem pra todo mundo, sei lá.

Fato é que ando desanimada, desmotivada, querendo emagrecer, mas sem um norte e, neste momento, sem poder investir financeiramente no custeio de tudo isso. Porque profissional bom tem seu preço e é isso mesmo, precisa dar valor ao seu conhecimento e cobrar por ele. Muito justo. De qualquer forma, estou mantendo a rotina de exercícios físicos, frequentando a academia com constância e animada nesta parte.

1Aceito dicas, frases de apoio e motivacionais.. kkkkk.. também aceito dicas de nutricionistas ou alguma ideia bacana pra reanimar o espírito e prosseguir. Ainda tenho muitos quilos a perder, mas sinto que demoro muuuuuito pra perder uma graminha e sei que estou fazendo algo muito errado. Mas o que, afinal? Bem, meninas, precisava dividir essa fase com vocês. Dividam as angústias de vocês comigo também, vamos nos dar as mãosss… rsrsrs.

 

6 comentários em “Projeto reeducação física e alimentar: desânimo geral

  1. Olá, cheguei aqui através do google procurando sobre a dieta ravenna. Também estou na luta e não é fácil!! Tenho 45 anos e fiz histerectomia há 1 ano e 9 meses e as coisas ficaram piores ainda.. De qq modo ,já eliminei uns 12 kg e faltam 10kg. Eu vi que vc fez ravenna e teve que parar por problemas financeiros..tbm não posso gastar essa grana agora e no rio nem tem unidade de atendimento.. Faço circuito na praia e ajuda um pouco, mas se nao mudar a limentação não adianta… Vc achou a ravenna mt puxada? Como vc fazia os caldos? Se puder me ajudar, agradeço muito! Seu blog é lindo!

    1. Olá, Tereza. Tudo joia contigo? Que bom que gostou do blog. O método é difícil no início, dá um pouco de dor de cabeça, de fraqueza. Mas depois que o organismo se acostuma é tranquilo. Eu não fazia os caldos, era uma das coisas que não adotei na dieta, porque não tinha como comer em casa, fazia as refeições na rua. Mas não consegui terminar a dieta, então, não cheguei na fase de manutenção, que deve ser a fase mais tranquila. Beijão e boa sorte.

  2. Olá Alane!
    Vim sim conhecer seu blog e me deparei com esta postagem. Então vamos lá rsrs
    2010 fomos apresentados por uma amiga em comum e desde então você não parou mais de cuidar da sua saúde. Digo cuidar da saúde, por que várias coisas que dificultaria a continuidade de qualquer ser humano aconteceram com você, e nem por isso se deixou abater. E com isso, você se revelou uma das pessoas mais comprometidas como treinamento.
    Hoje, tenho me deparado com talvez o seu melhor momento nos treinos, porém nunca me relatou essa sua dificuldade alimentar… Não gostei!!! Rsrsrs
    Mas enfim, vamos lá! Ainda temos muito que evoluir.
    Parabéns, o blog é show!!!

    1. Poxa, Igor.. Que massa ler esse depoimento aqui!!! Nossa…. Fiquei mega feliz, podes crer!!!! A dificuldade alimentar é em encontrar um profissional que realmente me ganhe, como você fez com a educação física. Mas estou apostando numa nova ideia agora e breve terei novidades… rsrsrs.. aliás, pra você eu posso contar logo. Na academia te falo. Mas não tô jacando, não.. só não estou motivada com a dieta.. rsrsrs… Beijossss.. e Obrigada!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *