Krav maga para mulheres, sim!

Uma coisa que aprendi na vida é que você pode ser bom em qualquer coisa, basta se dedicar. A frequência, intensidade e esforço farão a diferença. Aliás, seu desempenho será diretamente proporcional ao tamanho de sua entrega. No krav maga é a mesma lógica. Quando comecei as aulas, me achava um horror. Me questionava se um dia conseguiria ter a agilidade necessária, se conseguiria concatenar os golpes… E aí fui treinando, aproveitando as oportunidades extras de treinos que apareciam. Uma das coisas boas da Federação Sul Americana de Krav Maga (FSAKM) é que ela está sempre oferecendo oportunidades de treino aos alunos: são seminários, cursos, oficinas, eventos. E o melhor da Academia Haganá é que nosso instrutor, Roque Jorge, potencializa essas oportunidades e sempre nos oferece mais. E daí que já faz um tempo que eu cheguei à conclusão: Krav Maga para mulheres, sim! Nós precisamos.

krav maga para mulheres

Anualmente, a Federação proporciona um seminário gratuito em comemoração do Dia Internacional da Mulher. Normalmente, é um treinamento aberto às mulheres, alunas ou não. Este ano foi diferente, montaram um evento específico para nós, alunas. Pense aí você ter a oportunidade de participar de uma atividade durante quatro horas e gratuita? Pois é. Ganhamos esse presentão, e o que posso dizer é que foi muito bom. O Krav Maga para mulheres tem se fortalecido no mundo, e aqui no Brasil não tem sido diferente. Como o treinamento foi fechado para as meninas que já possuem contato com o krav maga, os instrutores puderam direcionar o seminário, corrigir cada detalhe e foram muito além. Isso porque esses eventos abrem as portas para que eles se aprofundem ainda mais, para que abram nossos olhos para outras possibilidades que podem ocorrer na rua. E nós saímos ganhando muito.

krav maga para mulheres

E, gente, sério! Quando o que está em jogo é nossa segurança, não dá para vacilar. Cada detalhe conta. É como a gente sempre ouve falar durante as aulas: ninguém quer passar por uma situação de perigo. Nós treinamos, nos dedicamos, mas, efetivamente, é claro que não queremos passar por nenhuma situação que coloque nossa integridade física e mental à prova. Mas não somos donas do mundo, não temos bolinha de cristal e, infelizmente, vivemos em um mundo violento que não respeita a mulher. As estatísticas da violência contra a mulher são assustadoras. Dados do 11º Anuário Brasileiro da Segurança Pública mostram que, em 2016, foram registradas 49.497 ocorrências de estupro no País. Gente, são 135 estupros por dia! São 5,6 estupros por hora!!! Vocês têm noção do que esse número representa? E sabem o pior? Esses foram os estupros registrados! Muitas pessoas sequer procuram uma delegacia para denunciar.

krav maga para mulher

E não é só isso! A cada duas horas, uma mulher foi assassinada em 2016. É uma realidade frustrante, dura, triste. Mas é realidade. Estamos sujeitas a isso e somos naturalmente vulneráveis. Como estava falando antes, claro que ninguém quer passar por uma situação de violência. Mas se ela acontecer, honestamente, eu prefiro estar preparada para enfrentá-la. Nós que treinamos não somos loucas, nem defendemos a violência gratuita. Aliás, não somos treinadas para disseminar a violência, nem para reagir a qualquer custo. Mas, se eu precisar reagir em alguma situação, eu prefiro, um milhão de vezes, saber o que devo fazer, como devo fazer e que técnica posso usar para me defender. Eu quero que meu corpo já tenha repetido aquele movimento milhões de vezes nos treinos e que, automaticamente, ele repita mais uma.

Sim, é o krav maga para mulheres. Graças a ele, hoje estou muito mais atenta, mas observadora. Olho ao meu redor com mais cuidado, presto atenção na rua, não ando mais distraída. Ainda tenho uma longa caminhada pela frente, só sei o básico, mas quero mais. E por isso eu treino, sim. Por isso acordo cedo em um domingo para treinar. krav maga para mulherPor isso, várias mulheres no Brasil inteiro levantaram cedo no último domingo para treinar. Por isso várias mulheres estão se unindo nesse propósito do autocuidado, da preservação. Nós defendemos a importância e eficiência do krav maga para mulheres. A gente se une, se ajuda, observa uma à outra, se dedica. E a gente conta com um monte de homem bacana nos treinos, que nos auxiliam nessa caminhada em busca da melhor técnica.

Krav Maga para Mulheres

As mulheres que ainda não treinam ganharam um mega presente da nossa Federação este ano, pelo Dia Internacional da Mulher e aniversário de 50 anos de Krav Maga do nosso mestre Kobi, que trouxe a arte de defesa pessoal para o Brasil. Qualquer mulher pode treinar durante todo o mês de março gratuitamente em uma das academias de Krav Maga de todas as Américas.

Sim, é só se dirigir à academia e informar que quer participar da promoção do mês da mulher. Para quem se interessar em treinar aqui em Salvador, em Brotas, é só deixar uma mensagem que explico direitinho como funciona ou pode entrar em contato diretamente com meu instrutor pelo whatsapp, no número que segue logo abaixo. É aquela velha máxima do: todas as mulheres nasceram iguais, mas depois algumas entraram para o Krav Maga. Junte-se a nós.

Contatosacademia hagana
Academia Haganá (Krav Maga Brotas)
Instrutor: Roque Jorge
Tel: 71 99964-5948 (whatsapp)
Facebook: https://www.facebook.com/AcademiaHagana/

Leia Mais

Krav maga no Brasil e março de 2018

krav maga defesa pessoalMarço de 2018. Uma data especial para o krav maga aqui no Brasil, uma data especial para todos nós que treinamos essa milenar arte de defesa pessoal. Neste mês, nosso mestre Kobi completa 50 anos de krav maga. Foi ele quem trouxe a técnica para o Brasil, e se hoje temos a oportunidade de entrar no tatame e aprender a nos defender com eficiência, isso é graças a ele.

Para celebrar, nós, mulheres, ganhamos um presente. Afinal, março também é nosso mês. Durante todo o mês de março, as mulheres poderão treinar gratuitamente krav maga. Serão aulas especiais, tipo oficinas, para nos ensinar a agir em situações de risco do dia a dia. E ainda dá tempo, se você quiser participar! Se você é de Salvador, deixa uma mensagem aqui no post ou manda um whatsapp para meu instrutor (vou deixar okrav maga contato dele no final), que você já combina o horário e dias de treino lá na Academia Haganá, em Brotas.

Tenho certeza de que, quando acabar março, você vai decidir continuar. Sim, o krav maga é um estilo de vida. Vicia. A sensação de você treinar para se proteger é maravilhosa. Conhecer os movimentos de seu corpo e saber exatamente como usá-los a seu favor dá uma segurança que você só entende depois que começa a treinar.

Muita gente me pergunta a respeito do perigo de reagir nas situações de risco. O que eu sempre explico é que o krav maga não nos incentiva a reagir, de jeito nenhum. Mas, se você precisar reagir, é melhor que você saiba exatamente o que fazer. Dou um exemplo simples: se uma pessoa vier com uma faca em sua direção, você vai fazer o que? Esperar ser atingida? Se um cara desarmado tentar te tocar ou te arrastar para algum lugar ermo, você vai com ele passivamente? Vai ficar se debatendo sem qualquer técnica como muitas pessoas fazem? Eu prefiro treinar e saber o que eu devo fazer se coisas assim acontecerem.

krav maga defesa pessoal

Claro que ninguém quer passar por nada disso! Lógico que não quero vivenciar algo assim. Mas já usei uma técnica do krav maga na rua. Não foi numa situação de perigo exatamente, mas consegui evitar uma situação incômoda. E como aconteceu? De longe percebi que dois carinhas me olhavam, riam e conversavam entre si. Porque, sim, o krav maga te deixa muito mais atenta à movimentação nas ruas. Eu estava no bairro da Liberdade, tinha deixado meu carro na oficina e decidido voltar para casa andando (moro num bairro na região e aproveitaria para fazer uma caminhada). Percebi esses dois rapazes, eles vinham na minha direção. Quando estavam próximos, um empurrou o outro em minha direção. Não me pareceu uma tentativa de assalto, me pareceu que ele queria cair por cima de mim, me tocar, sei lá. Foi o que imaginei. Eu era faixa branca. Imediatamente me lembrei de uma defesa, que é usada para tentativa de estrangulamento, quando você consegue se antecipar e atingir a pessoa antes que ela toque em você.

krav maga defesa pessoal

Bem, a defesa funcionou. Usando a mão como uma faca (estou tentando explicar sem qualquer linguagem técnica, aqui, minha intenção é que qualquer pessoa consiga entender), os dedos juntos e enrijecidos, dei um passo para trás e mirei o pescoço dele, na região da traqueia. Deu certo. Ele não conseguiu encostar em mim, caiu no chão com a mão no pescoço e dificuldade para respirar. O amigo foi na direção dele, ver se estava bem. Vi que ele não ia levantar, acelerei o passo e segui em frente. Na rua, algumas pessoas gritaram, foi uma cena bem curiosa. Pode parecer uma bobagem, para mim foi importante conseguir evitar que aquele carinha caísse em cima de mim e tocasse meu corpo. Sei de histórias de outras colegas, não são poucas. Muitas usaram as técnicas, algumas usaram o krav maga para se proteger de ataques dentro de casa. São muitas histórias, e elas só nos dão a certeza de que estamos no caminho certo. De que treinar é a solução.

krav maga

Achei importante escrever esse post hoje, porque hoje foi a primeira oficina do mês de março nos sábados. E fiquei feliz de ver tantas meninas começando a treinar, dando os primeiros golpes. No início nos sentimos meio perdidas, os golpes saem sem muita força, parece que não vamos conseguir acertar um murro. Mas no decorrer das aulas percebemos que tudo é uma questão de treino, disciplina e dedicação. Cada soco dado nos torna melhor naquele soco. Cada chute dado nos torna melhor naquele chute. E assim seguimos. Dia a dia, aula a aula, treino a treino, melhorando, moldando, nos dedicando. Sempre pedindo pra que não precisemos usar as técnicas, para que não passemos por uma situação de risco. Mas com a consciência de que, se isso acontecer e for necessário agir, estaremos preparadas.

Contatosacademia hagana
Academia Haganá (Krav Maga Brotas)
Instrutor: Roque Jorge
Tel: 71 99964-5948 (whatsapp)
Facebook: https://www.facebook.com/AcademiaHagana/

Leia Mais