Traça de Biblioteca: Dicas da Ed. Record

Depois de um longo período de pausa, em que andei organizando a vida literária e minhas contribuições como resenhista aumentaram significativamente tanto no jornal onde trabalho quanto nos outros blogs que escrevo, a série Traça de Biblioteca retorna e – assim espero – dessa vez para ficar! Na reestreia da Traça, selecionei algumas dicas do Grupo Editorial Record. E não esqueçam que nesta quinta-feira começará a nossa segunda promoção do mês de aniversário do Conversa de Menina. Um dos livros, inclusive, é da Ed. Record. Mas, para não tirar a graça da brincadeira, a obra não está nas dicas abaixo:

==========================================

Para conferir mais material meu sobre literatura:

>>Mar de Histórias (o blog pessoal)

>>Luz sobre a escrivaninha (blog do A TARDE On Line aos meus cuidados)

=========================================

O MURO DE BERLIM

Esse livro é para quem gosta de História. Ele nos transporta para outono de 1961, quando pedestres perto do Portão de Brandemburgo foram surpreendidos por homens em uniformes verdes, acompanhados de um poderoso arsenal de guerra, que estendiam de um poste a outro uma interminável cerca de arame farpado. Era o esboço do muro que dividiria a Alemanha em duas. Enquanto o lado Leste dominado pela ex-União Soviética tornou-se uma ditadura, o Oeste praticava uma política neo-liberal muito semelhante à norte-americana.  Duas décadas após a queda do Muro, símbolo do fim oficial da Guerra Fria que opôs comunismo e capitalismo desde o final da II Guerra Mundial, o historiador Frederick Taylor oferece uma minuciosa abertura de arquivos acerca de uma das mais nebulosas e decisivas épocas da história recente.

Autor: Frederick Taylor

Tradução: Clóvis Marques

Editora Record

574 páginas

Preço: R$ 69,90

=======================

O BOBO DA RAINHA

O livro é um romance histórico ambientado na Inglaterra da dinastia dos Tudors, uma das épocas mais polêmicas e conflituosas da Grã-Bretanha. Conta a história da judia Hannah, que fugindo da Inquisição, chega ao palácio de Whitehall e ingressa na corte dos Tudor. A serviço do belo Robert Dudley, a jovem, que possui o dom da premonição, é enviada para espionar a princesa Mary Tudor, herdeira esquecida de Henrique VIII e Catarina de Aragão. Em vez da temida tirana, Hannah encontra uma mulher ansiosa por ter a chance de usar a coroa e motivada por um desejo visceral de fazer seu povo reaver o que considera a verdadeira fé, a Católica. Tudo isso, enquanto sua irmã, a protestante Elizabeth, observa atentamente seus erros e reza por sua morte. Dividida entre a paixão por Dudley e o dever familiar, extasiada com os próprios dons e apreensiva em relação ao desconhecido, Hannah deve encontrar um caminho para atravessar esses tempos perigosos nos quais ela é ao mesmo tempo testemunha e artífice…

Autor: Phillipa Gregory

Tradução: Ana Luiza Borges

Editora Record

532 páginas

Preço: R$ 62,90

==========================

POLEGARES E LÁGRIMAS

Nesta obra, o jornalista especializado em cobertura científica analisa como uma coisa tão comum quanto um dedo do pé, tão tola quanto o riso ou óbvia como o polegar pode estar relacionada com a nossa capacidade de inventar a escrita, expressar alegria ou nos apaixonar. O que elas têm a ver com os chips de computador ou o teto da Capela Sistina? O autor responde essas perguntas e mostra como nos tornamos as estranhas criaturas que somos e porque fazemos coisas caracteristicamente humanas. Porque, de todas as espécies que poderiam fazer a mesma coisa, nós nos tornamos a dominante? Baseando-se na teoria da complexidade e nos novos conhecimentos de campos tão diversificados como a antropologia, a neurobiologia e a inteligência artificial, a obra revela uma criatura cujas relações sociais, comportamento sexual e autoimagem foram moldados pela capacidade de caminhar eretamente, fabricar ferramentas e utilizar a linguagem.

Autor: Chip Walter

Tradução: Ryta Vinagre

Editora Record

320 páginas

Preço: R$ 54,90

=================================

SOB PRESSÃO

Por gerações, ser criança era uma ocupação divertida. A única responsabilidade era a escola, perfeitamente equilibrada com gloriosos três meses de férias no verão e um no inverno. O resto do tempo era dedicado ao maravilhoso mundo das descobertas, das brincadeiras, e a criar laços tão duradouros quanto um picolé com os amiguinhos da rua. Mas a galera 2.0 desconhece essas pequenas alegrias. Gênios nos computadores e ases na digitação de mensagens de SMS, os moleques de hoje têm uma jornada diária tão desgastante quanto os adultos. E sofrem como eles. Neste livro, o jornalista Carl Honoré — conhecido como um dos filósofos do slow movement e autor do best seller Devagar — explica como o moderno enfoque da infância é um completo fracasso. Nossos filhos estão mais obesos, míopes, deprimidos e mais medicados do que qualquer geração anterior. Usando os filhos como forma de viver a própria vida, ou compensar as frustrações pessoais, os adultos abalaram a magia e a inocência da infância.  Mas longe de ser um manual para pais, o livro é um alerta e um desafio: é possível reverter esse quadro?

Autor: Carl Honoré

Tradução: José Gradel

Editora record

368 páginas

Preço: R$ 49,00

*As sinopses dessa coluna foram enviadas pela assessoria de comunicação da editora.

Leia Mais

Traça de Biblioteca: Série especial do mês da criança – I

A Traça de Biblioteca começa nesta terça-feira uma série especial dedicada ao Mês da Criança. De hoje até o dia 26/10 -, portanto, última terça de setembro e as quatro terças-feiras de Outubro -, postarei exclusivamente dicas de lançamentos e/ou bons livros infanto-juvenis que vocês podem dar de presente aos mocinhos e mocinhas do coração. Vejam a primeira parte dessa Traça Especial Para Petits:

Tristão e Isolda : Coleção Os Meus Clássicos

A lenda de origem celta que conta a história de Tristão e Isolda data de antes do século XII, quando foi escrita pela primeira vez. Esta nova edição agrega uma linguagem simples, mas inteligente, recheada de muita aventura e romance, para cativar o público jovem. A autora Helena Gomes – já conhecida do público juvenil, é jornalista e professora universitária e realizou uma longa pesquisa sobre os personagens.

Autora: Helena Gomes

Editora: Berlendis & Vertecchia (www.berlendis.com)

232 páginas

Preço: R$ 39

Fred Fedorento

Rimas divertidas contam as travessuras de Fred Fedorento, um cachorro que adora brincar no meio da sujeira. Ele vive emporcalhado, fuçando as lixeiras e rolando na lama. Toda vez que alguém da família tenta dar um banho nele, a coisa fica ainda pior, porque Fred sempre escapa, derrubando o balde e espalhando água e sabão por todo lado. Isso até a chegada da Tia-avó Branca, que tem mania de limpeza e não desiste de perseguir Fred para dar um banho nele. Mas o astuto vira-lata não é nada fácil de apanhar! Fred e Tia Branca se envolvem em pega-pega, corre-corre, armadilhas e tocaias nessa aventura hilariante, que tem um final surpreendente…

Autor: Daniel Postgate

Editora: Zastras

24 páginas

Preço: R$ 29,00

Um zoológico no meu jardim

O que é, o que é? Tem aranha, mosca, vespa, bem-te-vi, sabiá, gato, tatu-bola, minhoca, peixe, gavião, abelha, cigarra, grilo…Ufa! Tem goiabeira, jabuticabeira, parreira, roseira, amoreira, limoeiro…Atenção para mais uma dica: pertence a um menino…Acertou quem respondeu que é um jardim. Mas de tão imenso, tem um zoológico com gramado e até aquário!

Autora: Mirna Pinsky

Ilustrações: Cláudio Martins

Editora: Formato

16 páginas

Preço: R$ 24,40

O Gato e a Árvore

Conta a história de um gatinho que planta um árvore e cuida dela com todo o cuidado na companhia de seu amigo corvo. A obra faz parte da coleção “História à vista”, que compõe o Projeto Zepelim, voltado para formar leitores e despertar o prazer da leitura. A coleção apresenta livros de histórias contadas apenas por imagens e que tratam de temas relacionados à imaginação e à infância.

Autor: Rogério Coelho

Editora Positivo: www.editorapositivo.com.br/zepelim.

*Número de páginas e preço não informados.

Dom Pedro II – Imperador do Brasil

Dom Pedro II foi o segundo e último imperador brasileiro. Ficou conhecido por incentivar a educação e a cultura. Mas como foi a infância e a juventude de um menino que assumiu o maior país da América Latina, com apenas 15 anos? Com o desafio de responder essa e outras perguntas, Antonio Carlos Oliveri se uniu a Rubens Matuck, e juntos, produziram o livro educativo “Dom Pedro II, Imperador do Brasil”. As páginas mostram todos os períodos da vida do Imperador, desde o seu nascimento até o seu fim, revelando curiosidades históricas da época. Com uma linguagem simples e instigante, a obra proporciona um panorama que torna compreensível ao leitor o motivo de o príncipe ser admirado pelo povo do período em que viveu e por grandes pensadores, como Victor Hugo, que o considerava “um homem da ciência”.

Autor: Antonio Carlos Oliveri

Ilustração: Rubens Matuck

Callis Editora

56 páginas

Preço sugerido: R$ 20,90

Pagu

A trajetória de Pagu é contada por Telma, uma mulher humilde que sobrevive recolhendo e reutilizando coisas descartadas por outras pessoas. Até que um dia ela encontra uma sacola especial, que contém antigas cartas, fotos, documentos e pastas. Reunindo os materiais, Telma reconstrói o mundo em que a escritora e jornalista Pagu viveu. A obra retrata São Paulo, no início do século XX, época em que ainda existia muito preconceito em relação à mulher. Com uma linguagem simples e informal, Telma mostra aos leitores de todas as idades a importância que Pagu (ou Patrícia Galvão) teve para a conquista dos direitos femininos.

Autora: Lia Zatz

Ilustração: Camila Mesquita

Callis Editora

96 páginas

Preço sugerido: R$ 26,90

Encontros e desencontros no Rio de Janeiro

A obra conta de forma curiosa a história do Rio de Janeiro. Tudo começa quando Tiago, um garoto que vive em Laranjeiras, Renata, uma menina que mora em Pavão-Pavãozinho, e Rita, funcionária da Biblioteca Nacional, encontram-se na praia de Copacabana. As páginas seguintes mostram Rita contando para os dois jovens detalhes sobre a origem e o desenvolvimento do Rio.

Autor: Luiz Bras

Ilustração: Camila Mesquita

Callis Editora

32 páginas

Preço sugerido: R$ 21,90

Chapeuzinho vermelho: a verdadeira história

Todos conhecem ou já ouviram falar sobre a clássica história da Chapeuzinho Vermelho. Uma menina que vai visitar a avó, conhece o Lobo na floresta e é salva pelo lenhador. O que poucos sabem é que essa história não é a original. Os mistérios da Chapeuzinho são revelados pelo escritor e poeta Antonio Rodrigues Almodóvar. A obra mostra, pela primeira vez, o que aconteceu de verdade com a Chapeuzinho Vermelho e sua vó, por meio de diálogos curiosos e ilustrações divertidas de Marc Taeger. O livro apresenta a versão de acordo com os textos da tradição oral francesa e os estudos do folclorista Paul Delarue.

Autor: Antonio Rodrigues Almodóvar

Ilustração: Marc Taeger

Callis Editora

36 páginas

Preço sugerido: R$ 26,90

==========================

Veja mais dicas de livros infantis:

>>Incentivo à leitura no Dia das Crianças

Leia Mais

Traça de Biblioteca: John Le Carré e outras histórias

A série Traça de Biblioteca traz nesta terça-feira quatro dicas de obras de ficção e não-ficção, três da editora Record e uma da editora Prumo. As obras de não-ficção revelam a vida íntima de Charles Darwin, que já foi assunto no blog (relembre aqui) e o livro da jornalista Eliane Trindade que inspirou o filme Sonhos Roubados, de Sandra Werneck. No terreno da ficção, o destaque da semana é para uma obra de espionagem de John Le Carré e para Guernica, romance histórico ambientado na Guerra Civil Espanhola. Divirtam-se!

O HOMEM MAIS PROCURADO

Romance de espionagem de John Le Carré, conceituado autor de obras ambientadas na Guerra Fria, como O espião que veio do frio. Este livro mais recente do autor transporta o leitor a um passado bem mais recente: a guerra ao terror iniciada imediatamente após os atentados de 11 de setembro em Nova York. A trama é ambientada na cidade alemã de Hamburgo, de onde partiram pelo menos três terroristas que participaram dos atentados e onde foram identificadas várias células da Al-Qaeda. Hamburgo foi também a cidade onde Le Carré serviu como adido político quando servia ao Ministério de Relações Estrangeiras britânico nos anos 60. Aos 76 anos, os últimos 40 dos quais passados nas montanhas da Cornualia em quase reclusão, Le Carré constrói em O homem mais procurado a trama de espionagem mais elogiada dos últimos tempos pela crítica britânica e americana.  A história se passa em torno de Issa Karpov, um muçulmano que freqüenta a mesquita de Hamburgo. Filho ilegítimo de uma agricultora chechena e de um oficial russo, Karpov é procurado pelos serviços secretos dos Estados Unidos, da Rússia e da Alemanha por diferentes motivos. Ao mesmo tempo, procura, com a ajuda de uma advogada, reaver uma possível herança deixada pelo pai e evitar a deportação, em uma história onde não há uma linha clara de divisão entre mocinhos e bandidos…
Autor: John Le Carré
Tradução de Marcelo Schild
Grupo Editorial Record/Editora Record
350 páginas
Preço: R$ 52,90

AS MENINAS DA ESQUINA

O livro inspirou o filme Sonhos Roubados, de Sandra Werneck. Nesta obra, a repórter Eliane Trindade registrou relatos emocionantes da vida de seis jovens que se prostituíam para sobreviver, mas que nunca abandonaram seus sonhos. Publicado em 2005 pela Record, o livro ganhou uma nova edição. Thriller de ação, sexo e violência, permeada por lições de amor e solidariedade, a obra revela a realidade sobre a exploração sexual infantil no país. Através das palavras das próprias jovens, entre 14 e 20 anos, podemos compreender um pouco desse mundo cruel de infâncias interrompidas.  Britney, Natasha, Milena, Yasmim, Vitória e Diana, que têm suas histórias narradas no livro, são bonitas, inteligentes e têm os mesmos desejos materiais e de afeto de qualquer menina da mesma idade. A diferença é que elas vivem um eterno hoje, sem perspectivas de futuro. Não adianta sonhar com universidade porque não tiveram acesso nem a uma educação básica. Três delas são mães adolescentes, fato que limita ainda mais as possibilidades. Cercadas de violência e miséria, elas se jogam na vida sem pára-quedas…
Autora: Eliane Trindade
Editora Record
420 páginas
Preço: R$ 39,90

GUERNICA

Em Guernica – A saga de uma família em meio à Guerra Civil Espanhola, o escritor americano Dave Boling une história e ficção em um romance sobre resistência – de uma família, do amor entre os seus e das tradições bascas. A obra, publicada em mais de 15 países, é considerada um épico. Em 1935, após um desentendimento com a guarda civil local, Miguel Navarro decide deixar a ilha pesqueira basca de Lekeitio e se refugiar em Guernica, o centro da cultura e tradição bascas. É nesse isolado vilarejo de fortes valores democráticos que Miguel encontra mais do que uma nova vida: a razão de viver por alguém. Miren Ansotegui, parte de uma das mais proeminentes famílias da cidade, é a carismática e graciosa dançarina que ele encontra em Guernica. Ambos descobrem um amor, que nem a guerra, a tragédia ou a morte pode destruir. O bombardeio de Guernica, às vésperas da Segunda Guerra Mundial, foi um experimento devastador realizado pela Luftwaffe nazista durante a Guerra Civil Espanhola. Para os bascos, foi um ataque à alma de sua nação; para o mundo, um crime sem precedente na história da humanidade. Picasso ficou tão horrorizado com o ataque que  jurou alastrar sua visão em um mural que se tornaria um ícone mundial. Inspirado em uma história doméstica, o autor cria uma saga ambientada nesse contexto histórico desolador…
Autor: Dave Boling
480 páginas
Editora Prumo
Preço: R$ 54,90

A ILHA DE DARWIN

Em 2009, comemorou-se o bicentenário de Charles Darwin e o 150º aniversário de A origem das espécies. Apesar de ser seu trabalho mais famoso e um dos mais célebres do século XX, este importante livro ofusca a genialidade de obras menos conhecidas, mas não menos importantes de uma das figuras mais brilhantes da biologia. O cientista passou a maior parte do tempo de pesquisa na Inglaterra, sua terra natal, onde escreveu cerca de 20 livros sobre assuntos tão diversos como as emoções humanas e minhocas. Além de informações sobre o trabalho feito fora da Ilhas Galápagos, o autor de A Ilha de Darin, Steve Jones discorre a respeito da vida familiar e da personalidade genial e cativante do cientista.
Autor: Steve Jones
Grupo Editorial Record/Editora Record
576 páginas
Preço: R$ 57,90

Leia Mais

Traça de Biblioteca em homenagem à Independência

Terça é dia de Traça de Biblioteca aqui no blog (se você está nos acessando pela primeira vez, esse é o nome da nossa coluna semanal de dicas de leitura). Mas esta terça, em especial, é o feriado da Independência do Brasil. Em homenagem a data, selecionei três dicas de livros que tratam sobre História Geral e História do Brasil, tanto a oficial quanto aquela contada nos bastidores e, na maioria das vezes, que flerta de maneira hilária com a ficção ou então descreve realidades tão absurdas que de fato parecem saídas de um conto da carochinha. Confiram:

CASTELOS E PALÁCIOS

A obra conta a história de 40 castelos e palácios que, há mais de mil anos, retratam a ambição e os sonhos do homem. Segredos, sonhos, lendas, romance e uma boa pitada de crueldade. O livro, publicado em formato luxuoso pela Editora Europa, reúne textos, fotos, localização, posicionamento histórico e desenhos 3D dos mais belos e/ou importantes castelos e palácios do mundo. Ao longo de 236 páginas, o leitor encontra construções que vão de Portugal até o Japão, passando por Espanha, França, Inglaterra, República Checa, Romênia, Rússia, China e etc, num passeio por mil anos de história e evolução de escolas arquitetônicas. Entre as curiosidades retratadas, o fato de alguns castelos e palácios terem abrigado não apenas reis, príncipes, imperadores e a nobreza em geral, mas também personalidades importantes do mundo das artes, da literatura e da filosofia. Leonardo da Vinci, por exemplo, participou do projeto de muitos castelos do Vale do Loire, na França, tanto que está enterrado no castelo de Amboise. Já Franz Kafka viveu alguns meses em uma pequena casinha no Castelo de Praga, enquanto Martinho Lutero fundamentou parte das famosas teses que deram origem à Reforma Protestante no Castelo de Wartburg, na Alemanha.

Editora Europa (www.livrariaeuropa.com.br)

236 páginas

Preço sugerido: R$ 99,90

A OUTRA HISTÓRIA DO BRASIL

Por que Tiradentes tinha uma barba parecida com a de Jesus Cristo se era militar, e militar não tem barba? Por que D. Pedro I, que era português, libertou o Brasil de Portugal? Por que o Brasil foi excluído das grandes guerras? Essas e outras tantas perguntas são respondidas com muito humor no livro A outra história do Brasil – A versão desavergonhada e sem cortes que explica tudo. A obra mostra o lado cômico da história do país sob o ponto de vista de Jovane Nunes, ator e redator de programas de TV e da Cia. de Comédia Os Melhores do Mundo. É um convite para entender como tudo começou sem parar de rir, como na versão do escritor para a carta que “Pero Vaz de Caninha” escreveu, comunicando a descoberta das terras brasileiras: “Pero Vaz de Caninha, barman da frota de Cabral, mesmo embriagado, redigiu esta carta ao rei D. Manuel I para lhe comunicar as peripécias do cruzeiro marítimo que acabou no descobrimento de novas terras. Datada de 1º de maio de 1500, em Porto Seguro, este é o primeiro documento etílico escrito da nossa história”. A partir daí, a história segue em mais 12 capítulos (são 13 no total), com divertidas ilustrações criadas pelo ator e designer Welder Rodrigues. A outra história do Brasil é também um absurdo estudo antropológico e sociológico do nosso país. No capítulo sobre as capitanias hereditárias, o autor filosofa sobre a política do país: Com o Brasil já descoberto, o que dava a Portugal um enorme pedaço da América, o rei de Portugal, D. João III, deparou com a mesma dúvida que Lula teve ao assumir o governo: “o que fazer com isso?”. Apesar de usar datas, fatos e personagens reais, os autores brincam com a história e dão a sua versão debochada para os acontecimentos. A Traça de Biblioteca recomenda que seja lido como diversão e não como recurso didático.

Editora Planeta (www.editoraplaneta.com.br)

Atendimento ao Consumidor: (11) 3087-8888

192 páginas

Preço sugerido: R$ 29,90

ELES FORMARAM O BRASIL

Já essa outra dica aqui vale a pena ter à mão para consultas escolares. Durante anos, a História do Brasil colonial foi narrada a partir dos ciclos econômicos e dos feitos heroicos de grandes personagens. Em muitos casos associados às batalhas, ao sacrifício, à entrega, ao grito de independência. Focando no humano, os historiadores Fábio Pestana Ramos e Marcus Vinícius de Morais selecionaram 12 personagens da história colonial e descrevem suas trajetórias neste livro. As personalidades escolhidas representam e simbolizam momentos significativos do mundo colonial. Alguns nomes são conhecidos do grande público e outros nem tanto. Caramuru tornou-se exemplo conhecido dos primeiros tempos do descobrimento. Dizendo-se náufrago, mas na verdade degredado, representa as dificuldades do momento inaugural da colônia. Bartira simboliza ao mesmo tempo o elemento indígena, na imagem de uma mulher, e o contato com o universo português. Manuel da Nóbrega e os jesuítas; Raposo Tavares e as bandeiras são duas figuras marcantes. Quem foi Branca Dias e Fernão Cabral Taíde? A Inquisição se fez presente a partir desses dois nomes. Ela representa os cristãos-novos, as perseguições, o preconceito contra os judeus. E a história dele mostra como a violência e o abuso de poder dos senhores de engenho era usual na época. Ambos foram processados pelo Tribunal do Santo Ofício. Já o insurgente Manuel Beckman nos traz outra face dos poderosos latifundiários. A presença holandesa aparece na figura de Maurício de Nassau – nos gastos e luxos de sua corte holandesa em Pernambuco e, também, nos artistas que fizeram as primeiras imagens do Brasil colonial. O barroco e o período da mineração ganham as páginas com o poeta satírico Gregório de Matos e com Felipe dos Santos, líder de uma revolta em Minas. O mundo da escravidão, o espaço concedido às mulheres e a grande circulação de diferentes culturas, que foi a região das Minas, estão ainda contemplados no capítulo dedicado a Chica da Silva. O último biografado é o Marquês do Lavradio, que nos apresenta a crise do Antigo Regime, o reformismo ilustrado, a era do Marquês de Pombal e o reinado de D. José I.

Autores: Fábio Pestana Ramos e Marcus Vinícius de Morais

Editora Contexto

272 páginas

Preço sugerido: R$ 43,00

Leia Mais

Traça de Biblioteca: livros em formato “pocket”

A série Traça de Biblioteca está de volta e agora terá dia fixo, toda terça-feira será reservada para indicar obras dos mais variados gêneros e comentar os lançamentos mais interessantes do mercado editorial, relembrar os clássicos e discutir um pouco de literatura, um dos meus assuntos favoritos. Hoje, trago para vocês informações da BestBolso e da Editora Nobel, ambas com lançamentos no formato “pocket” de obras atuais e de grandes clássicos da literatura nacional e portuguesa (como O Alienista, de Machado de Assis e A Cidade e as Serras, de Eça de Queiroz). O bacana é que livro de bolso geralmente custa bem menos e quando a edição é bem feita, com critérios como a revisão ortográfica cuidadosa e respeitando o texto integral, não fica devendo em nada aos lançamentos convencionais. Confiram a lista e boa leitura!

Títulos da BestBolso

MEU NOME NÃO É JOHNNY
Guilherme Fiuza
308 páginas
R$17,90
Não-Ficção
Sinopse: João Guilherme Estrella era um típico jovem da classe média, que viveu intensamente sua juventude. Inteligente e carismático, adorado pelos pais e popular entre os amigos, João tinha tudo, menos limites. Com espírito aventureiro e boêmio, mergulhou em todas as loucuras permitidas. E também nas não permitidas. No início dos anos 1990, se tornou o rei do tráfico de drogas da zona sul do Rio de Janeiro. Investigado pela Polícia Federal, foi preso e seu nome chegou às páginas dos jornais. Em vez de festas, passou a frequentar o banco dos réus e as celas dominadas por facções criminosas. Ficou dois anos num manicômio judiciário, cercado por detentos de alta periculosidade. Sua história é contada neste livro pelo jornalista Guilherme Fiuza, que revela o mundo alucinante das drogas num ritmo vertiginoso. O resultado é um irresistível thriller sem ficção, que ganhou versão cinematográfica em 2008, com Selton Mello no papel de João…

O VINGADOR
Frederick Forsyth
Tradução de Sylvio Gonçalves
364 páginas
R$17,90
Suspense
Sinopse: O jovem americano Ricky Colenso, voluntário de uma ONG na guerra da Bósnia, é brutalmente assassinado. Seu avô, o milionário canadense Steve Edmond, herói da Segunda Guerra, não se conforma com o trabalho das autoridades em relação à morte do rapaz e acredita que só a vingança levará paz ao seu coração. Steve contrata os serviços do mercenário Cal Dexter, o Vingador, um veterano do Vietnã que vai atrás de Zoran Zilic, gângster que escapou da Sérvia com uma grande fortuna. Mas Zilic está bem protegido em uma fortaleza na selva sul-americana pelos melhores pistoleiros e por um homem-chave do FBI. As investigações levam a descobertas inesperadas, e até mesmo a conexões com terroristas que tramam contra a paz mundial…

UM FAROL NO PAMPA
Leticia Wierzchowski
476 páginas
R$19,90
Literatura Moderna
Sinopse: Um farol no pampa é um desdobramento do romance A casa das sete mulheres, que inspirou a minissérie da TV Globo. Nesse segundo livro não há a clausura de uma estância sitiada pela guerra, mas o destino do jovem Matias, filho de Mariana. Há também o medo dele diante dos caminhos que pareciam traçados, mas que se desfazem a cada passo na esteira dos assombrosos acontecimentos que levam o Império do Brasil à Guerra do Paraguai. A história de Matias se mescla com a vida dos personagens de A casa das sete mulheres. Mais uma vez, Manuela, a eterna noiva de Giuseppe Garibaldi, dá a sua voz para nos contar o que ocorreu no Rio Grande depois que a Revolução Farroupilha teve seu malfadado final…

O HOMEM DO TERNO MARROM
Agatha Christie
Tradução de A. B. Pinheiro de Lemos
280 páginas
R$14,90
Suspense Policial
Sinopse: Após a morte do pai, a jovem Anne Beddingfeld vai para Londres em busca de emoções. Mas ela não podia imaginar que se envolveria em uma aventura empolgante e perigosa ao assistir a queda fatal de um homem nos trilhos do metrô. No mesmo dia uma mulher é estrangulada em condições misteriosas. Anne percebe que as mortes podem estar conectadas e acaba se envolvendo com uma quadrilha de criminosos dirigida pelo poderoso “Coronel”…

MONSIEUR BERGERET EM PARIS
Anatole France
Tradução de João Guilherme Linke
182 páginas
R$12,90
Clássico
Sinopse: Premiado com o Nobel de Literatura em 1921, Anatole France foi um líder intelectual da França no início do século XX, um escritor que se opunha a todas as formas de opressão e defendia os direitos do homem, o livre exercício da crítica, a liberdade de ser e do ser. Este volume integra a série História Contemporânea, formada por quatro livros voltados para uma temática em que o compromisso do escritor com o leitor não é apenas distraí-lo, mas, antes, alertá-lo para o debate e a análise das realidades sociais, instigando a consciência do público para perceber como funcionam as engrenagens do mundo. Nas obras À sombra do olmo, O manequim de vime, O anel de ametista e Monsieur Bergeret em Paris, o autor recompõe a vida de um grande centro da província francesa e arredores…

OS CAÇADORES DE MAMUTES
Jean M. Auel
Tradução de Maria Célia Castro
840 páginas
R$19,90
Literatura Moderna
Sinopse: Depois de adotada por uma tribo de Neandertais, Ayla parte sozinha pelo mundo e encontra seres semelhantes a ela. Acompanhada de Jondalar, viaja para a terra dos Mamutoi, caçadores dos gigantescos paquidermes peludos. Ao encontrar essa nova tribo, Ayla começa a demonstrar extraordinárias habilidades de caçadora e curandeira. Entre os novos conhecidos está Ranec, escultor que cria belas figuras em marfim. Ayla e Ranec se aproximam e despertam os ciúmes de Jondalar. A heroína fica dividida entre permancer na tribo com Ranec ou seguir Jondalar em aventuras de futuro incerto. Este é o terceiro volume da série pré-histórica Os filhos da Terra, composta por: Ayla, a filha das cavernas, O vale dos cavalos, Os caçadores de mamutes, Planície de passagem e O abrigo de pedra.  Resultado de extensas pesquisas de Jean M. Auel, a saga obteve grande sucesso de público e consagrou a autora no meio literário. Agradou também a comunidade arqueológica internacional por seu fiel retrato da história da humanidade…

CRIANÇA 44
Tom Rob Smith
Tradução de Beatriz Horta
448 páginas
Preço: R$19,90
Suspense
Sinopse: União Soviética, 1953. A mão de ferro de Stalin nunca esteve tão impiedosa. Em seu governo, o líder opressor faz o povo acreditar que o país está livre dos crimes. Mas quando o corpo de um menino é encontrado nos trilhos de uma ferrovia, o agente Liev Demidov se surpreende ao saber que a família da criança está convencida de que houve um assassinato. Demidov recebe ordens para ignorar o caso, mas se vê determinado a ir atrás do criminoso, mesmo sabendo que poderá se tornar um inimigo do Estado…

ANTOLOGIA DE CONTOS EXTRAORDINÁRIOS
Edgar Allan Poe
294 páginas
Preço: R$17,90
Clássico
Sinopse: Coletânea organizada originalmente por Brenno Silveira para a Civilização Brasileira, reúne 13 contos de suspense de Edgar Allan Poe. Um dos pioneiros dos contos de mistério, Poe aplicou em seus textos a técnica da “unidade de efeitos”, mantendo a atenção do leitor desde o início da história. O ambiente fúnebre e aterrorizante é marcante na obra do autor do século XIX.

AS MELHORES HISTÓRIAS DE FERNANDO SABINO
Fernando Sabino
182 páginas
Preço: R$14,90
Literatura Moderna
Sinopse: Seleção primorosa feita pelo autor mineiro com 50 histórias publicadas em jornais e revistas. São relatos curtos de fatos colhidos da vida real, com tratamento de ficção. Episódios, incidentes, reflexões, encontros e desencontros vividos por Fernando Sabino apresentados com rica inventiva. Sob a aparente singeleza transparecem a sensibilidade, o humor, a ironia e, às vezes, o espírito satírico, mas sobretudo a simpatia do autor pela natureza humana. Em cada história, uma pequena maravilha da sua experiência pessoal…

O ALCORÃO: Livro sagrado do Islã
Tradução de Mansour Challita
490 páginas
Preço: R$19,90
Clássico
Sinopse: O Alcorão é a obra sagrada do Islã e considerado um dos grandes livros da humanidade. A simplicidade e também a eloquência das 114 suras, com seu conteúdo fiel e rigorosamente respeitado mostram uma comunhão pacífica e criadora e expõe aos interessados as bases religiosas e filosóficas do Islamismo. O Alcorão é o livro sagrado que contém o código religioso, moral e político dos muçulmanos. O texto original em árabe clássico é considerado pelos fiéis a palavra textual de Deus, revelada ao profeta Maomé por intermédio do arcanjo Gabriel. O Alcorão traduzido do árabe por Mansour Challita é a edição mais recomendada pelos estudiosos brasileiros…

O CORTIÇO
Aluísio Azevedo
280 páginas
Preço: R$14,90
Clássico
Sinopse: O cortiço foi publicado em 1890. É um romance que descreve a sociedade brasileira da época e é considerado um dos marcos do Naturalismo. O proletário e a desigualdade social são presenças marcantes na obra. O ganancioso e avarento comerciante português João Romão, a trabalhadeira Bertoleza, o vizinho rico Miranda, o malandro preguiçoso Jerônimo, a mulata Rita Baiana, todos são tratados como uma extensão do cortiço, personagem principal cujo cotidiano é descrito ao longo da narrativa…

A CIDADE E AS SERRAS
Eça de Queirós
238 páginas
Preço: R$14,90
Clássico
Sinopse: Marcado por intensa ironia, A cidade e as serras conta a história de Jacinto, herdeiro afortunado da antiga aristocracia rural portuguesa, cuja vida confortável e abastada em Paris é obrigado a deixar para tratar de assuntos familiares na ficcional Tormes, pequeno lugarejo serrano em Portugal.  Entediado e infeliz na cidade grande, Jacinto  entra em contato com uma paisagem rústica e natural até então desconhecida, descobrindo um novo modo de vida que decide experimentar. Último livro de Eça de Queirós, publicado um ano após sua morte, A cidade e as serras é um dos marcos da fase final da produção do autor, na qual este parece reavaliar o conceito de “civilização” tão em moda no século XIX…

Título da Editora Nobel

O ALIENISTA
Machado de Assis
96  páginas
R$19,90
Sinopse: O alienista apresenta-se como o conto mais extenso de Machado de Assis. Publicado no mesmo período do romance Memórias póstumas de Brás Cubas, significa a virada do autor em prol da estética realista e de seus princípios básicos. Embora o questionamento dos limites da razão e da loucura esteja exposto em primeiro plano, outros temas emergem da leitura, como a crítica à importação indiscriminada de teorias deterministas e positivistas em nosso país e à retórica banal que, mesmo produzindo expressões esvaziadas de significado, influencia o comportamento das pessoas, inspirando-lhes atitudes impensadas…

Leia Mais

Traça de Biblioteca: “De volta com dicas para os petits”

Outra série que retomamos no blog após um intervalo é  a  Traça de Biblioteca, com dicas de livros, resenhas e lançamentos do mercado editorial. A ideia surgiu devido ao interesse em comum por literatura. Gio, por exemplo, foi repórter de cultura por muito tempo. De minha parte, sempre fui leitora voraz, desde criança. Também faço parte da Skoob, rede social de leitores que tem crescido em progressão geométrica na internet e a qual nossa terceira “menina”, Alane,  aderiu há pouco tempo. Recentemente, pesquisa da CBL (Câmara Brasileira do Livro) mostrou que o índice de leitura entre os brasileiros está aumentando. Para estimular o gosto pelo mundo das palavras, eis algumas dicas de novidades de literatura infanto-juvenil. Escolham o seu, corram até a livraria ou biblioteca mais próxima e divirtam-se:

FLAVIA DE LUCE E O MISTÉRIO DA TORTA
Este é o primeiro volume da série da detetive mirim Flavia De Luce,  que já foi publicada em 27 países.  A personagem principal é uma garota de 11 anos que vive numa man­são em estilo vitoriano na Inglaterra da década de 1950. Especialista em venenos, Flavia é uma versão pré-adolescente do Sherlock Holmes de Sir Arthur Conan Doyle. Ela se torna detetive a partir de um crime que acontece dentro de sua casa. Os leitores podem conhecer um pouco da personagem pelo mundo, através dos vídeos no hotsite criado especialmente para o livro www.editorasaraiva.com.br/flaviadeluce, além de trocar comentários entre os leitores.

Autor: Alan Bradley

Tradução: Ricardo Gouveia

Editora: ARX

352 páginas

R$ 39,90

Coleção Crianças Famosas: a infância de 14 gênios da música

Alemanha, Áustria, Brasil, França e Rússia. Esses países são os pólos de onde os maiores músicos da história vieram. Esses artistas, que marcaram época e são ouvidos até hoje com admiração, estão retratados de forma lúdica, educativa e divertida nas páginas da Coleção Crianças Famosas, da Callis Editora.

Os livros mostram como foi a infância de Mozart, Cartola, Beethoven, Bach, Brahms, Carlos Gomes, Chiquinha Gonzaga, Chopin, Handel, Haydn, Schubert, Schumann, Tchaikovsky e Villa-Lobos. Os textos  são das autoras Ann Rachlin, Nareide S. Santa Rosa e Edinha Diniz, acompanhados por ilustrações de Ângelo Bonito e Susan Hellard. A Coleção é destinada a crianças a partir de 7 anos.

Serviço:
Coleção Artistas Famosos
Callis Editora
Autores: Ann Rachlin, Nareide S. Santa Rosa e Edinha Diniz
Ilustração: Angelo Bonito e Susan Hellard
24 páginas cada volume
Preço sugerido: R$ 19,90 cada volune

Conheça alguns volumes da série:

CARLOS GOMES
Compositor de valsas, quadrilhas e polcas com apenas 15 anos. Com 23, já apresentava concertos. O único brasileiro a ter seu trabalho apresentado no Teatro Alla Escala, em Milão, na Itália. Este é Carlos Gomes, um dos maiores ícones da ópera brasileira. O título traz detalhes sobre a infância do artista, que nasceu em uma pequena vila, em Campinas.

BACH
O talento de Johann Sebastian Bach é mundialmente conhecido. O que poucos sabem foi como o menino foi criado por seu irmão, Christophe, que o ensinou a tocar cravo. Essas e outras curiosidades compõem o livro da Coleção Crianças Famosas.

MOZART
Quando Wolfgang Amadeus Mozart pediu a seu pai, Leopold, para tocar o cravo, foi reprimido em razão da sua idade. Foi só quando o pai ouviu Mozart tocando sozinho, aos cinco anos, que percebeu o gênio musical que ele era. A história da criança que entrou para a história é contada nas páginas do livro Mozart, da coleção da Callis.

BEETHOVEN
Francês, latim, italiano, matemática… Ludwig van Beethoven não era um dos melhores alunos da escola. No entanto, quando tocava, ninguém mais se lembrava das notas baixas: era só admiração. As trapalhadas e evoluções do músico são assunto do livro Beethoven. Particularmente, esse é o meu compositor preferido. Mais que recomendado!

Coleção de literatura infantil “Eu amo”

Como os escritores inventam os personagens? Os autores escrevem à mão ou no computador? Será que eles lêem muito? No momento da leitura, essas perguntas geralmente instigam a criançada. Para o escritor e desenhista Ziraldo, de tanto ler, sua cabeça virou um ninho de ideias. Já a autora Ruth Rocha diz que as suas histórias são baseadas nas próprias lembranças. Essas são algumas curiosidades da coleção “Eu amo”, da escritora e psicóloga Iris Borges, editado pela Callis, lançada no México, em espanhol, e no Brasil. Os volumes trazem de forma simples, lúdica e divertida histórias sobre o fascinante mundo da leitura, desde a hora que o escritor inventa a história até o livro sair prontinho da editora. Obras de artistas como Di Cavalcanti e Caravaggio, e caricaturas engraçadas de escritores como Cecília Meireles e Monteiro Lobato, deixam a coleção ainda mais divertida.

Serviço:

Coleção Eu amo

Callis Editora

Autora: Iris Borges

Sugestão de preço: R$ 29,90 cada volume

Conheça algumas obras da série:

EU AMO ESCRITORES
“Na imaginação dos escritores, tudo é possível. E, quando se visita a casa deles — o livro —, é como se a nossa imaginação conversasse com a
imaginação deles. Que tal fazer uma visitinha a esse mundo incrível?”

EU AMO ILUSTRADORES
“Há dois jeitos de mergulhar na leitura. O texto, cheio de palavras e poesia. E as ilustrações, com as imagens e… mais poesia! Os ilustradores são como mágicos, que criam uma história, cheia de cores e formas novas. E tudo isso só pra gente se encantar”.

EU AMO BIBLIOTECAS
“Tem de tudo na biblioteca. Pirata, fada, bicho que fala, gente que voa, romance e aventura. Tem mundos inventados e fatos que
aconteceram de verdade. Mas, o mais importante: tem a vontade da gente de conhecer, se encantar e viajar na fantasia.”

EU AMO EDITORAS
“Uma ideia vira uma história na cabeça, que vira um monte de papéis, que vira um livro lindo, cheio de ilustrações e de aventuras. E, fazendo isso tudo acontecer, estão as editoras e o carinho das pessoas que trabalham com os livros.”

A PEQUENA DITADORA

O jornalista Luciano Trigo dedica este livro aos pais e professores que andam desesperados para dar limites aos pequenos. Numa linguagem simples e divertida e com ilustrações de Alê Abreu, o livro conta a história de uma menina que quer mandar em tudo e em todos. O lançamento é da Galerinha Record (www.galerinharecord.com.br).

Autor: Luciano Trigo

Ilustrações de Alê Abreu

Editora: Galerinha Record/Grupo Record

16 páginas

R$ 32,90

CURIOSIDADES DA NATUREZA DE A a Z

Esta dica tem relação com o meu filho, que sempre foi uma criatura perguntadeira: Quem é o ser vivo mais forte da Terra? Qual o maior deserto do planeta? E a planta mais fétida? Todo mundo que tem espírito curioso tromba com questões como essas em algum momento da vida. Não há limites etários – para baixo e para cima – para quem sempre quer saber mais. E esse é o combustível que inspirou Curiosidades da Natureza de A a Z. Ilustrada por fotos belíssimas, a obra é resultado de uma pesquisa criteriosa realizada pelo jornalista Hélio Gomes, que trabalhou em conceituadas revistas do país, como a Galileu. Para chegar à seleção apresentada em Curiosidades da Natureza de A a Z, Hélio usou como nota de corte a fuga do óbvio. Por isso, o livro não traz informações sobre o tubarão-branco ou a respeito das rosas (dois tópicos interessantíssimos, diga-se de passagem), mas sim sobre o primo bizarro do jacaré, chamado gavial, e a Nephentes rajah, a maior planta carnívora do mundo. Entre muitos outros exemplos, o leitor também conhecerá o ligre, mistura bizarra do leão com o tigre, e a incrível Grande Barreira de Corais, da Austrália, numa incrível sequencia de páginas que flerta o tempo todo com o belo e o bizarro. Isso sem falar no peixe-vela, o peixe mais rápido do mundo; na Salto Angel, a maior queda d’água do planeta; no panda-vermelho, no morcego-nariz-de-porco, em Galápagos, no sapo-parteiro…

Autor: Hélio Gomes

Editora: Europa (www.livrariaeuropa.com.br)

228 páginas

Preço: R$ 49,90

Títulos de Daniel Munduruku lançados pela Callis
O Brasil conta hoje com uma população indígena de aproximadamente 750 mil pessoas. Do total, 350 mil vivem em aldeias e cerca de 400 mil são urbanizados. Em homenagem a essa etnia, a Callis Editora apresenta obras infantis educativas, desenvolvidas pelo especialista Daniel Mundukuru. O autor, filho da tribo Mundukuru, já viajou por vários países para mostrar a importância do índio brasileiro. Entre os títulos do autor produzidos pela Callis está a obra “Coisas de Índio” vencedora dos prêmios Jabuti e da Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil (FNLIJ). O livro, que possui versão para crianças e para adultos, relata detalhes sobre a língua, os jogos, a medicina, a economia e os direitos indígenas. Já nos livros “Histórias que eu ouvi e gosto de contar” e “Histórias que eu vivi e gosto de contar”, Mundukuru conta de forma lúdica e divertida curiosidades da cultura popular brasileira, como a do Boto Tucuxi e do Curupira. Para quem gosta de biografias, a dica é a obra “Márcio de Souza, Ajuricaba”, o líder guerreiro dos manaús que se tornou símbolo e herói das tribos do norte do país ao lutar bravamente contra a dominação dos colonizadores portugueses.

Confira alguns títulos da série:

Livro Histórias que eu ouvi e gosto de contar

Autor: Daniel Mundukuru

Ilustração: Rosinha Campos

48 páginas

Preço sugerido: R$ 23,90

Livro Coisas de Índio

Autor: Daniel Mundukuru

Ilustração: Rosinha Campos

96 páginas

Preço sugerido: R$ 29,90

Livro Ajuricaba

Autor: Márcio Souza

Ilustração: Camila Mesquita

80 páginas

Preço sugerido: R$ 21,90

NO TEMPO DE WARHOL

O livro aborda o Expressionismo Abstrato, a Pop Art e outros movimentos inovadores da segunda metade do século XX. Os trabalhos do menino que era excluído na escola e se tornou conhecido ao dar outro olhar às fotos de Marilyn Monroe, Liz Taylor, Elvis Presley e Che Guevara ilustram as páginas da obra. O livro faz parte da Coleção “Arte ao redor do mundo”, que apresenta ao leitor os principais períodos da arte e os artistas que contribuíram para seu desenvolvimento. Entre os títulos estão representados Michelangelo, Picasso e Renoir.

Autor: Antony Mason

Callis Editora

48 páginas

Preço sugerido: R$ 29,90

Leia Mais

Traça de Biblioteca: Biografias, romances e afins

A série Traça de Biblioteca desta semana traz algumas dicas de biografias, livros de não-ficção sobre psicologia e alguns romances à disposição no mercado editorial brasileiro desde o final do ano passado. O livro que abre as dicas da semana é A Vida Breve de Oscar Wao, que está na minha lista de leitura para os próximos dias. Prometo comentar com vocês minhas impressões de leitura depois. Além disso, há ainda a biografia do casal Bonnie & Clyde, que inspirou o filme Uma rajada de balas. Sim, meninas e meninos, ando completamente fascinada pelos anos 30. Sem esquecer de citar na lista ainda O anel que tu me deste, em que a psicanalista Lidia Aratangy faz uma radiografia precisa do casamento nos dias atuais. Confiram as sugestões abaixo e caso alguém já tenha lido algum dos livros indicados, fique à vontade para opinar na caixa de comentários do post. Caso queiram também colaborar enviando resenhas literárias e/ou dicas para a Traça de Biblioteca, nosso email é o conversademenina.blog@gmail.com. Boa leitura!

A FANTÁSTICA VIDA BREVE DE OSCAR WAO

O romance apresenta à tumultuada vida de Oscar, um nerd doce e obeso, que mora com a irmã e a mãe em Nova Jersey. Sua vida está destinada ao fracasso e é marcada pela fukú, uma antiga maldição dominicana que assola sua família há gerações. Sonhando em se tornar o J.R.R. Tolkien dominicano e encontrar um grande amor, ele passa horas na companhia de livros e filmes de ficção científica. De Nova Jersey, Díaz nos remete também à história recente da República Dominicana, contando com ironia e dramaticidade a saga da família de Oscar sob os absurdos da ditadura Trujillo. Confesso que me interessei muito pela história da República Dominicana devido às minhas aulas na faculdade. Estudando uma disciplina sobre música e história, o merengue, ritmo que ajudou a promover o pequeno país, foi muitas vezes abordado como exemplo do uso da indústria do entretenimento para promover governos. A discussão parece acadêmica, mas tem aplicações em diversos episódios da história em que ditadores usaram o cinema, a televisão e outras formas de comunicação e/ou artes como máquina de propaganda.
Autor: Junot Diaz
Tradução: Flávia Anderson
Grupo Editorial Record/Editora Record
336 páginas
Preço: R$ 45,00

O ANEL QUE TU ME DESTE

A obra da psicanalista e terapeuta Lidia Rosenberg Aratangy é de 2007, mas foi relançada recentemente pela Primavera Editorial. O que acontece depois do “felizes para sempre”? As complexas relações humanas, as origens históricas e situações ricas que mostram os mitos, medos, contradições, armadilhas e desgastes – evitáveis e inevitáveis – do casamento são a base da obra. Em “O anel que tu me deste – o casamento no divã”, a autora analisa o casamento e seus protagonistas com a experiência de uma profissional que bebe na fonte da psicanálise e que atua com terapia de casais há mais de 30 anos. A obra reflete o olhar, os sentimentos e pensamentos de uma mulher casada há quase 50 anos; uma profissional que lança uma análise criteriosa e propõe uma reflexão profunda e bem-humorada sobre o casamento.
Autor: Lidia Rosenberg Aratangy
Genero: Psicologia e comportamento
192 páginas
Preço sugerido: R$ 29

O ÓRFÃO DE HITLER

Conta a história de Peter, filho de judeus mortos durante a Segunda Guerra. Com o assassinato dos pais, ele é levado a um orfanato em Varsóvia, onde é qualificado pelos soldados alemães como um exemplo da raça ariana: Peter é loiro, de olhos azuis, muito parecido com o garoto-propaganda da Juventude Hitlerista. Por isso, logo é adotado por uma família muito importante. Mas a essa altura, o menino já tem seus próprios ideais e não quer se tornar um nazista. A Alemanha preconceituosa de 1942 é o cenário desta história comovente, na qual acompanhamos a coragem de Peter pelos caminhos que o levarão à liberdade – ou à morte. Testemunha dos horrores dos campos de concentração e ao mesmo tempo reconduzido à vida por meio de uma família nazista, Peter se debate em questões morais: deveria ou não lutar pela humanidade? De qual lado deveria estar? O livro é considerado um dos melhores lançamentos do mercado editorial em 2009, sendo citado em comunidades de leitores como a skoob.com
Autor: Paul Downswell
Editora: Planeta
272 páginas
Preço: 39,90

QUERIDO E DEVOTADO DEXTER

Querido e devotado Dexter é o segundo volume da coleção que deu origem à série de tv. Dexter Morgan trabalha na perícia do departamento de polícia de Miami, mas, nas horas vagas, é um assassino em série. Seus alvos, porém, são apenas serial-killers que escaparam impunes da justiça convencional.  Neste segundo volume, uma figura sombria chega a Miami e começa a perseguir ex-colegas do tempo de exército com um método de tortura assustador. Apelidado de Dr. Danco, este psicopata dopa suas vítimas por dias e começa a mutilá-las, deixando-as completamente desfiguradas, mas sempre de forma que possam viver para ver o resultado. Enquanto isso, Dexter está levando uma vida de cidadão comum, devotando seu tempo à namorada Rita e aos filhos dela. Ficar longe de sua atividade de caçador de serial killers foi a única saída que encontrou para manter seu disfarce à salvo. Até que se depara com o misterioso caso do Dr. Danco e descobre que o namorado de sua irmã é uma das vítimas em potencial do psicopata…
Autor: Jeff Lindsay
Editora: Planeta
272 páginas
Preço: 44,90

O MUNDO

Nascido a partir de uma reflexão, em O Mundo, Juan José Millás fala sobre a mudança de sua família de Valência para Madri quando tinha apenas seis anos. Mudança essa que significou abandonar o calor do Mediterrâneo para se instalar em uma zona suburbana da capital, o que acabou marcando sua vida. Vencedor do Prêmio Planeta 2007, o segundo maior da categoria, atrás apenas do Nobel, o livro oscila entre os limites da memória e da ficção, resultando em um relato autobiográfico sobre seu universo particular e como suas impressões de menino permaneceram na vida adulta. Millásé referência no jornalismo literário espanhol e na medida em que o autor começou sua jornada pelos caminhos da memória, a reportagem acabou confundindo-se com os limites da ficção.
Autor: Juan José Millás
Editora: Planeta
216 páginas
Preço: 44,90

SATANÁS

Esta é uma novela sobre a obscura presença do maligno na vida cotidiana. Conhecido por seus romances de suspense, Mario Mendoza ancora este novo livro em torno de três personagens: uma mulher formosa e ingênua que rouba com destreza os altos executivos, um pintor habitado por forças misteriosas e um sacerdote que se enfrenta num caso de posse demoníaca. A Colômbia de hoje e sua capital, Bogotá, são o pano de fundo da trama, na qual os personagens vivenciam cenas à procura de amor, redenção e de uma segunda chance em um mundo regido por medo, tentações, paixões e dor. Amplamente reconhecido em sua terra natal, este é o primeiro livro do autor publicado no Brasil.
Autor: Mario Mendoza
Editora: Planeta
280 páginas
R$ 49,90

SÓ O AMOR NÃO BASTA

Após quase quatro anos sem lançar um livro inédito, César Romão nos leva a avaliar nosso comportamento a dois, para saber se estamos deixando o amor morrer com a convivência ou fortalecendo-o a cada dia. Por muito tempo, fomos induzidos a achar que o amor era a grande força de união de duas pessoas. Mas a convivência começa, os compromissos amorosos surgem, as exigências de um se impõem sobre as do outro, o dia-a-dia tira um pouco do romantismo e, embora duas pessoas se amem, acabam vivendo de maneira sofrida e forçada, quando não se separam. O amor, sozinho, não consegue manter vivos os sentimentos de atração, interesse e afeição.  Nesse livro, o autor mostra como lidar com as influências externas que podem ser positivas ou negativas ao amor, dependendo de como reagimos a elas. Entre os temas abordados, estão a importância de preservar a individualidade, como neutralizar a pressão familiar, como continuar fazendo as coisas de que gostamos ou, ainda, não deixar que a vida profissional interfira demais na nossa vida pessoal.
Autor: César Romão
Editora: Academia de Inteligência
136 páginas
Preço: 19,90

FRANKSTEIN – AS MUITAS FACES DE UM MONSTRO

Há quase 200 anos, a escritora britânica Mary Shelley criou um dos maiores romances de terror de todos os tempos – Frankenstein ou O moderno Prometeu. Perdi as contas das vezes em que li e reli este livro, tanto no original, quanto em suas versões adaptadas. Considerado o primeiro mito dos tempos modernos, o monstro criado por Mary Shelley surgiu num momento decisivo da história ocidental, numa época em que os avanços no conhecimento científico prometiam o domínio humano sobre o que, por séculos, fora só de Deus.  Neste mais recente lançamento da editora Larousse do Brasil, Frankenstein – as muitas faces de um monstro, a autora Susan Tyler Hitchcock analisa a história do monstro e a evolução do seu significado, desde o sonho de Mary Shelley até os dias atuais. Frankenstein nasceu de um desafio feito em 1816, numa época em que poesia e ciência, horror gótico e reanimação dominavam o ar de Genebra.  Lord Byron, escritor e amigo de Shelley, desafiou-a e a seu futuro marido Percy Shelley, além do também John Pollidori a criar, cada um, uma história de fantasmas.  Byron escreveu um conto que usaria mais tarde na conclusão de seu poema Mazzepa. Pollidori  escreveu  o romance O Vampiro, que seria a primeira história ocidental contendo o vampiro como conhecemos hoje, e que décadas depois inspiraria Bram Stoker no seu Drácula.  Mary Shelley imaginou uma história sobre a presunção humana e suas conseqüências; ela teve uma visão sobre um estudante dando vida a uma criatura. Já Percy Shelley parece não ter composto sequer um fragmento em resposta ao desafio. Neste livro, Susan Tyler Hitchcock narra a evolução desse ícone cultural.  Ela recorre ao cinema, à literatura, história, ciência e até mesmo a música punk para entender o significado desse personagem, que nos fala sobre nossas aspirações humanas e os nossos mais profundos temores. Este, com certeza, vai entrar na minha lista de leituras imperdíveis.
Autora: Susan Tyler Hitchcock
Tradução: Henrique Amat Rêgo Monteiro
Editora: Larousse do Brasil
352 páginas
Preço: 49,90

BONNIE & CLYDE – A VIDA POR TRÁS DA LENDA

No dia 23 de maio de 1934, o casal de criminosos mais famoso dos Estados Unidos foi morto num tiroteio com a polícia, em Louisiana.  Em 1967 o diretor Arthur Penn mudou a forma como Hollywood mostrava sexo e violência nos filmes, contando a história da dupla, interpretadas por Warren Beatty e Faye Dunaway,  Bonnie e Clyde – uma Rajada de balas. O filme  quebrou diversos tabus e foi campeão de bilheteria e crítica.
Neste mais recente lançamento, Bonnie & Clyde – a vida por trás da lenda, o autor Paul Schneider conta a história pela voz dos amantes, com verossimilhança e drama a serem comparados com o livro A sangue frio, de Truman Capote. Baseado em uma ampla pesquisa em arquivos, documentos do FBI e entrevistas, Schneider esmiúça a vida dos amantes e descreve a gélida época da Depressão que colaborou para fazer o público aceitar um casal frio e cruel em figuras românticas. Clyde pertencia a uma família simples, que se mudou diversas vezes na tentativa de melhorar de vida.  Era um menino insensível, teimoso, durão e, pior, tinha vergonha de ser pobre. Sua carreira de criminoso começou com furto de galos de briga no interior do Texas ainda na adolescência. A família de Bonnie era mais privilegiada. Ela era uma menina doce, muito ligada à mãe. Adorava assistir filmes, ouvir música country e escrever.  Apaixonou-se pela primeira vez muito cedo, casou-se aos 15 anos e teve uma grande decepção amorosa que deixou marcas. Conheceu Clyde na casa de uma amiga, mas foi em sua casa, ao presenciar a prisão dele, que Bonnie descobriu que seu amor era um fora da lei.  A carreira criminosa dos dois, o talento para fugir da polícia e o romance do casal fascinavam o mundo.  A gangue criada por eles fazia tremer o comércio –  era sinônimo de brutalidade, impiedade, mas também vista como um sinal de revolta contra a miséria em tempos de crise. Segundo o autor, o relacionamento de Bonnie e Clyde era, no fundo, uma combinação tóxica de paixão cega misturada com um instinto de ir longe demais. Eles levaram as autoridades à loucura. Apesar do grande esforço da lei, a dupla perpetrou façanha após façanha, escapando da justiça inúmeras vezes. Sem exaltar os assassinos ou difamar os policiais, Bonnie & Clyde – a vida por trás da lenda apresenta um relato verídico e eletrizante do casal criminoso mais célebre dos Estados Unidos e da cultura que o criou.  A vida do casal ganha nova versão para o cinema em 2010, desta vez com Hillary Duff e Kevin Zeger (Transamerica).
Autor: Paul Schneider
Tradução: Lizandra Magon de Almeida
Editora: Larousse do Brasil
432 páginas
Preço: R$ 69,90

O MARIDO PERFEITO MORA AO LADO

A incomunicabilidade entre os casais, a dificuldade em entender o outro, as armadilhas do amor. Tudo isso embrulhado em um enredo lúdico e bem articulado, que resgata o prazer da leitura. Definindo como uma história de amor, Felipe Pena enreda o leitor com as diferentes narrativas sobre aspectos diversos da alma e do cotidiano. No livro, somos apresentados a uma mulher angustiada que busca a ajuda de uma terapeuta para salvar o casamento. Mas logo percebemos que a angústia é compartilhada por outros personagens, até mesmo pelos bem casados (ou principalmente por estes, como diz um deles). Então ocorre um crime. E os terapeutas farão o papel de investigadores. Quem é o culpado pela incomunicabilidade entre homens e mulheres? Uma questão que nem Freud foi capaz de resolver, embora passemos a vida atrás da resposta.
Autor: Felipe Pena
Editora: Grupo Editorial Record/Editora Record
304 páginas
Preço: R$ 34,90

Leia Mais

Traça de Biblioteca de volta em versão 2010

A série Traça de Biblioteca está de volta com mais dicas de leitura para vocês. O ano promete ser extremamente literário para mim e já começou nadando num oceano de letras, porque uma colega da redação – editora responsável por cuidar das reportagens sobre livros e autores – descobriu que eu sou “come livros”. Tenho escrito algumas resenhas para ela e estou me divertindo muito com a tarefa, que nem é pesada, é das mais prazerosas. Publiquei o material no meu blog pessoal, quem tiver interesse, dá uma chegada no Mar de Histórias. Ali no menu do Conversa, vocês encontram este e outros links de blogues muito bons, que vale a pena xeretar.

Obs: A Traça de Biblioteca é feita através de material enviado ao blog ou ao meu email pessoal pelas editoras (sim, elas já me descobriram). Cuidadosamente, seleciono os livros indicados, com base em autores, qualidade do conteúdo e faixa etária. Os comentários sobre os livros são uma mistura desse material com pinceladas das minhas leituras acumuladas ao longo dos anos de “come livros”. E quem quiser participar da série, indicando alguma  obra que tenha lido recentemente, pode enviar sua resenha para o email do blog (conversademenina.blog@gmail.com). Não esqueçam de colocar fichinha técnica: com nome do livro, autor, preço e editora. Vamos incentivar a leitura e trocar experiências, afinal, uma conversa não tem graça se virar monólogo…

O CREPÚSCULO DE AVALON

Esta dica é para os amantes de livros ambientados na Idade Média.  Em O Crepúsculo de Avalon, lançamento da Editora Prumo, a autora Anna Elliott reinterpreta a história do trágico caso de amor entre Tristão, sobrinho de Mark, rei da Cornualha, e Isolda, a jovem prometida ao rei, mas que acaba se apaixonando por Tristão. A obra é a primeira da trilogia Avalon e parte de uma trama que envolve os últimos dias do reinado do lendário Arthur, em Camelot. Honra, lealdade e coragem dão o tempero do romance, que transporta o leitor para a Idade Média, época em que o misticismo e a violência asseguravam o poder. A autora faz muitas adaptações da história original, mas mantém-se fiel a base da lenda: o triângulo amoroso entre Mark, Tristão e Isolda. A história deste e de outros casais famosos da literatura mediaval já foi contada aqui no blog, relembrem o post: Casais famosos do cancioneiro medieval

Ficha técnica:

O Crepúsculo de Avalon

Autora: Anna Elliot

Editora Prumo

480 páginas

Preço: 52,90

MIL E UMA NOITES DE SILÊNCIO

Este é o segundo livro de Mayra Dias Gomes e narra a história de Clara, uma garota sem rumo marcada pelo abandono – dos pais, amigos e noivo – e imersa na solidão e no medo. Depois de sofrer uma nova decepção amorosa e se encontrar sozinha, ela parte em busca de uma antiga amiga e mergulha em um inesperado submundo sombrio, embalado por prostituição, tráfico, glam rock e desespero, até reencontrar sua própria juventude perdida e partir em busca da mãe biológica.

Ficha técnica:

Mil e Uma Noites de Silêncio

Autora: Mayra Dias Gomes

Editora Record

308 páginas

Preço: R$ 39,00

O PERCEVEJO

Obra-prima da arte de vanguarda russa e ponto alto da produção teatral de Maiakóvski, a comédia fantástica O percevejo – redigida no final de 1928 e encenada no ano seguinte –  é relançada pela editora 34, Coleção Leste. Neste texto, o entusiasmo de Maiakóvski com a Revolução Russa de 1917 dá lugar a uma visão crítica do futuro do socialismo e se expressa numa sátira contundente, que mistura temas jornalísticos, jingles publicitários, mitos pessoais, canções, política, amor e ficção científica. No Brasil, a peça foi traduzida em 1981 e levada ao palco por Luís Antonio Martinez Corrêa. É esta tradução – revista por Boris Schnaiderman, também autor do posfácio e de uma cronologia sobre a vida e a obra do poeta – que é oferecida ao leitor, juntamente com um texto inédito em português do próprio Maiakóvski.

Ficha técnica:

O percevejoComédia fantástica em nove cenas

Autor: Vladímir Maiakóvski

Tradução: Luís Antonio Martinez Corrêa e posfácio de Boris Schnaiderman

Coleção Leste / Editora 34

Preço: R$ 29,90

SUITE DAMA DA NOITE

Este é o trabalho mais recente de Manoela Sawitzki, autora do romance Nuvens de Magalhães e da peça Calamidade. No livro, a autora mergulha no amor fadado a uma espera eterna, no melhor estilo Florentino Ariza (O amor nos tempos do cólera, de Gabriel Garcia Marques) para construir a protagonista, Júlia Capovilla,  uma mulher que reencontra o amor de adolescência nos braços de outra às vésperas do casamento. No papel de amante, Júlia só é feliz nos encontros clandestinos com o amado na suíte Dama da Noite, revelando uma personalidade dependente a ponto de ferir-se e humilhar-se para não ficar sem o objeto amado. Disposta a esperar pelo resto da vida e sobreviver das migalhas, ela tece um mundo paralelo, povoado de amores imaginários.

Ficha técnica:

Suíte Dama da Noite

Autora: Manoela Sawitzki

Editora Record

224 páginas

Preço: R$ 34,00

UM NÁUFRAGO QUE RI

Neste livro, o jornalista Rogério Menezes cria é uma inusitada narrativa post-morten protagonizada pelo carismático gato Ravic. O felino passa a vida observando com os seus atentos olhos verde-esmeralda tudo o que acontece à sua volta e elabora um retrato sarcástico e entusiástico da frágil condição humana. Para dar vazão a tudo o que o seu implacável olhar de lince apreende da psique humana e da realidade que o cerca, Ravic (uma versão felina do Brás Cubas de Machado de Assis) é obrigado a lançar mão de uma narrativa nada linear, repleta de digressões inteligentes e intervenções espirituosas.

Ficha técnica:

Um náufrago que ri

Autor: Rogério Menezes

Editora Record

352 páginas

Preço: R$ 49,90

Leia Mais

Traça de Biblioteca: Dos clássicos ao pop

A série Traça de Biblioteca desta semana indica uma miscelânia de autores, estilos e obras para todas as idades e gostos. A nossa geleia geral literária tem espaço para clássicos como uma reedição do primeiro romance de Graciliano Ramos, Caetés, as novelas “nada exemplares” de Dalton Trevisan e o terceiro livro da saga Ulisses Moore, aventura infanto-juvenil recomendada para crianças dos oito aos oitenta que adoram um bom mistério e muita ação. Além disso, na lista há também O Olhar do Hipopótamo, crônica moderna escrita pelo jornalista Ronny Hein, que viajou por 19 lugares inusitados do mundo. É conferir as sinopses, a ficha técnica e embarcar na leitura!

NOVELAS NADA EXEMPLARES

O livro é considerado marco inicial da trajetória de contista de Dalton Trevisan. Foi publicado pela primeira vez em 1959 e ganhou um prêmio Jabuti, o mais importante da literatura nacional. Novelas Nada Exemplares reúne uma produção de duas décadas de Trevisan. Seja contando um simples fato, uma história curta como uma ida ao bordel, ou tratando da trajetória de vida de um homem, do berço ao túmulo, o autor demonstra a mesma firmeza em eliminar os ângulos mortos da narrativa, deixando somente aquilo que considera essencial. Suicidas silenciosos, prostitutas e impotentes distribuem-se por histórias em que o excesso e a imprecisão dão lugar ao ângulo exato e a narrativa justa. Dedicando-se exclusivamente ao conto, Dalton Trevisan é considerado o maior mestre brasileiro no gênero. Em 1996, recebeu o Prêmio Ministério da Cultura de Literatura pelo conjunto de sua obra. Seus trabalhos já foram traduzidos para diversos idiomas, entre eles: espanhol, inglês, alemão, italiano, polonês e sueco. Novelas Nada Exemplares é um trocadilho com o título da obra Novelas Exemplares, do espanhol Miguel de Cervantes (Dom Quixote).

Ficha técnica
Novelas Nada Exemplares
Dalton Trevisan
Editora Record
224 páginas
Preço: R$ 28,00

A ESTRELA SOBE

A estrela sobe, considerado a obra-prima de Marques Rebelo, completa 70 anos em 2009 e ganha reedição da José Olympio/Grupo Editorial Record. O livro é uma declaração de amor ao Rio de Janeiro dos anos 1930, em plena era de ouro do rádio. No livro mais aclamado do autor, Leniza Máier é uma jovem pobre em busca de sucesso na grande fábrica de sonhos da época: o rádio. Para conseguir seus objetivos, utiliza de todos os meios – a ponto de recusar o amor verdadeiro e aceitar outros, menos sinceros. Este livro deu origem ao célebre filme de Bruno Barreto, de 1974, estrelado por Betty Faria no papel de Leniza.

Ficha técnica:
A Estrela sobe
Marques Rebelo
Editora José Olympio
224 páginas
Preço: R$ 28,00

O OLHAR DO HIPOPÓTAMO

O livro de Ronny Hein conta de maneira divertida e empolgante as histórias de um viajante profissional pelos cinco continentes. São tantas aventuras, que em seu prefácio o navegador Amyr Klink diz: “não consegui evitar a sensação de que bem ou mal, e por mais que o tenha feito com afinco, viajei e me arrisquei pouco”. Ao longo de 19 viagens, Ronny Hein encara o olhar ameaçador de um hipopótamo dentro de um frágil barquinho durante um safári em Botsuana, na África; navega pelo mar Mediterrâneo no maior veleiro do mundo; e descobre que ali perto, na Riviera Francesa, ter uma Mercedes conversível não é nada demais. Mas Ronny vai além. Degusta um Raki ao lado do mais simpático garçom de Istambul, na Turquia, e revela a modernização de uma cidade que está dividida entre a Europa e a Ásia. E como sabe muito bem aproveitar a vida, aproveita a melhor e maior festa da cerveja do mundo, a Oktoberfest, na Alemanha, em grande estilo, com direito a homenagem no carro abre-alas do desfile inaugural. As aventuras são narradas de uma maneira que faz o leitor viajar por todos os cantos do planeta, sentindo as mesmas sensações vividas pelo autor e aventureiro.

Ficha técnica:
O Olhar do Hipopótamo
Ronny Hein
Editora Europa
258 páginas
Preço: R$ 49,90
Site: www.livrariaeuropa.com.br

ENTRE RINHAS DE CACHORRO E PORCOS ABATIDOS

Ana Paula Maia conquistou leitores no mundo virtual ao publicar na Internet uma novela folhetinesca em capítulos semanais, Entre Rinhas de Cachorro e Porcos Abatidos, que agora é publicada em formato impresso, com capítulos inéditos. O livro é dividido em duas novelas que mostram de forma crua e real o cotidiano de homens que trabalham duro, sobrevivem com muito pouco e esperam o mínimo da vida. Os textos, em tom naturalista, retratam a amarga vida de homens que abatem porcos, recolhem o lixo, desentopem o esgoto e quebram o asfalto.

Ficha técnica
Entre rinhas de cachorro e porcos abatidos
Ana Paula Maia
Editoria Record
160 páginas
Preço: R$ 29,00

OS GIRASSÓIS

O romance retrata a vida e obra de um dos mais brilhantes e controversos homens, Vincent Van Gogh, misturando ficção e realidade, criação e desejo, paixão e loucura, arte e amor. Os girassóis, uma história baseada na vida e obra de um dos maiores pintores de todos os tempos, narra os dois últimos anos da vida de Van Gogh, sob o ponto de vista de Rachel, a notória prostituta de Arles, França, a quem o pintor presenteou com sua orelha cortada. O enredo começa quando Rachel está cochilando em um jardim em Arles e, quando desperta, descobre que está sendo desenhada por um homem de cabelos vermelhos com chapéu de palha amarelo. Trata-se do excêntrico pintor Vincent van Gogh. Ele, então, vai ao bordel onde ela trabalha com um buquê de flores e um desejo incomensurável de terminar a pintura. Assim, uma longa, profunda e intensa paixão surge entre Rachel e o artista. O período narrado é de intensa produção de Van Gogh, consequencia de um mergulho profundo nas terríveis paixões da humanidade. É o período em que a melancolia tornou-se insanidade.

Ficha Técnica
Os Girassóis
Sheramy Bundrick
Editora Prumo
472 páginas
Preço: R$ 53,90

CAETÉS

Primeiro romance de Graciliano Ramos, Caetés foi originalmente publicado em 1933. João Valério, o personagem principal e também narrador, é o guarda-livros da casa comercial Teixeira & Irmão na cidade de Palmeira dos Índios. O enredo se desenvolve em dois planos: a paixão de João Valério por Luísa, mulher de Adrião, dono do armazém onde ele trabalha; e a tentativa de Valério escrever um romance histórico sobre os índios caetés. O cotidiano da classe média da pequena cidade nos é apresentado lentamente, em um texto conciso e sintético, marca de Graciliano em toda a sua produção. O autor destaca-se como o principal romancista da segunda fase do Modernismo brasileiro.

Ficha Técnica
Caetés
Graciliano Ramos
Edições BestBolso
210 páginas
Preço: R$14,90

A CASA DOS ESPELHOS

Uma casa espelhada e uma vilã impiedosa são os novos obstáculos para Jason e Julia na terceira parte da saga “Ulysses Moore”. Sem pausa para respirar, o terceiro livro da série Ulysses Moore começa exatamente onde a segunda aventura parou. Em A Casa dos Espelhos, os irmãos Jason e Julia embarcam numa saga cheia de…reflexos! Com a inevitável chegada dos seus pais de Londres, o tempo para Jason e Julia desvendarem os mistérios da Mansão Manor parece estar se esgotando. Uma notícia inesperada, porém, muda os rumos da aventura: a empresa onde os pais da dupla trabalha passa por problemas e eles vão precisar esperar mais um pouco para deixar o casarão cheio de segredos. Com tempo de sobra, os dois se juntam a Rick, que foi atrás de Oblivia Newton, a rival numero um do trio. A busca os leva para a ‘Casa dos espelhos’, uma incrível e mágica obra de engenharia envolvendo painéis solares, bugigangas e, claro, espelhos. Repleta de mistérios, a casa também revela uma obscura armadilha preparada por Oblivia que, frustrada com os inúmeros fracassos em derrotar o trio, resolve tirá-los definitivamente do seu caminho. Para incrementar a história, a turma descobre uma série de enigmas projetados pelo desaparecido inventor da casa.

SOBRE A SÉRIE – Adaptada pelo italiano Pierdomenico Baccalario, a série Ulysses Moore foi traduzida para diversas línguas e destaca-se por possuir uma narrativa leve, prazerosa e envolvente. O autor vai recheando a história com muito suspense, enquanto familiariza os leitores com a trama e as personagens.

Ficha Técnica
Ulysses Moore – A casa dos espelhos
Pierdomenico Baccalario
Ediora Prumo – Selo Prumo Jovem
216 páginas
Preço: R$ 27,90

Leia Mais

Traça de biblioteca: Olhares sobre o feminino

As seis indicações de leitura da série Traça de biblioteca nesta sexta-feira têm em comum o fato de representarem olhares de diferentes autores sobre o feminino. A importância social das mulheres, os amores, adolescência, maturidade, as decepções, a autoestima, tudo serve de pano de fundo para romances sensíveis, com senso de humor agridoce, ou para ensaios esclarecedores sobre o nosso estar no mundo. Confiram:

A MENINA SEM QUALIDADES

menina qualidadesA menina sem qualidades (Editora Record) é o primeiro romance da alemã Juli Zeh publicado no Brasil. A autora retrata a atmosfera niilista de uma geração européia criada sob o impacto de imagens violentas da guerra dos Bálcãs, dos atentados terroristas de Madri e do 11 de setembro, além da Guerra do Iraque. O cenário é o microcosmo de uma escola de filhos rebeldes da classe alta, onde dois adolescentes entregam-se a um jogo perverso e sádico. A jovem Ada considera-se o ícone de sua geração – sem identidade e sem qualidades – e instintivamente questiona se valores morais e éticos ainda cabem no mundo atual.

A menina sem qualidades
Juli Zeh
Tradução de Marcelo Backes
Grupo Editorial Record/Editora Record
546 páginas
Preço: R$  62,00
Sinopse: Numa escola para filhos desajustados da elite alemã, o jogo perverso dos alunos termina em banho de sangue. A advogada responsável pelo caso sente-se incapaz de julgar o ato cínico e brutal e decide escrever a história de seus três protagonistas. No ginásio Ernst Bloch, em Bonn, dois adolescentes transgridem todas as amarras morais e o sentido de compaixão. Ada, com apenas 14 anos e dona de uma inteligência incomum, se proclama filha do niilismo e se considera ícone de sua geração: sem qualidades e sem identidade. O manipulador Alev, com 18 anos, usa as pessoas de acordo com leis matemáticas. Forçando-as a desempenhar o seu destino, orientado para a única opção que lhes dá. Se Ada caracteriza o panorama de toda uma época, unida a Alev compõe uma geração que pensa saber tudo e professa não crer em nada. Ambos nasceram durante a Guerra do Golfo e as imagens do conflito no Iraque, assim como as do ataque terrorista ao metrô de Madri, povoaram sua adolescência. Juntos, idealizam uma brincadeira, misto de sadismo e perversão sexual, com um de seus professores: Smutek, um ex-refugiado polonês que parece vir de outro universo, onde noções de bem e mal, respeito ao outro e pecado ainda estão vigentes…

MULHER DE UM HOMEM SÓ

Mulher de um Homem Só - capaO romance de Alex Castro, lançado em 2002 em versão para download gratuito, agora ganha versão impressa. Finalizado em 2001, Mulher de Um Homem Só é um romance curto e intenso sobre os desafios e atribulações do começo da idade adulta e, também, sobre amizade entre homem e mulher: Murilo e Júlia são melhores amigos de infância. Quando Murilo ainda está na faculdade, ele se casa com Carla, a narradora da história. A partir daí, o romance trata das aventuras e desventuras dos primeiros anos de casamento de Carla e Murilo, com ambos tentando ser maduros, buscando independência financeira e procurando, ao mesmo tempo, encontrar um lugar para aquela melhor amiga dentro do relacionamento. Para Carla, Júlia é uma presença intimidadora: uma mulher que ama seu marido e a quem ele ama, ainda que apenas como amigos, e que o conhece há mais tempo e, sob certos aspectos, melhor. A narrativa na primeira pessoa, naturalmente, é parcial, e as entrelinhas podem, ou não, revelar isso…

Mulher de um Homem Só

Alex Castro

Editora: Os Vira Lata

Preço: R$ 28,00 + taxas (frete de R$ 4,40 + taxa administrativa de R$ 2,00)

Para comprar: www.tinyurl.com/MulherComprar

ELA SÓ PENSA EM DINHEIRO

ela so pensa em dinheiroMaya sempre foi a boa menina, e Camden, o garoto popular e bonito com nada além de diversão na cabeça. Ela nunca imaginou que um dia eles tivessem algo em comum. Mas quando comete o primeiro e grande deslize de sua vida, Maya descobre que Camden pode sim ter mais alguma coisa na cabeça: um plano elaborado, diabólico e genial que fará Maya mentir, enganar, trapacear e… ir às compras. Divertido e empolgante, Ela só pensa em dinheiro é o livro de estreia de Chery Cheva, roteirista da animação Uma família da pesada.

Ela só pensa em dinheiro
Cherry Cheva
Tradução de Natalie Gerhardt
Editora: Galera Record
288 páginas
Preço: R$ 27,00
Sinopse:  O que pode acontecer quando juntamos…uma garota acima da média, um cara incrivelmente gato, uma multa altíssima e um plano que envolve alguma desonestidade e… muito dinheiro? Maya, a boa menina que trabalhava duro por horas no restaurante tailandês dos pais e ainda assim gabaritava todas as provas, e Camden King, aquele garoto bonito e popular com quem ela cruzava nos corredores — com um ego provavelmente muito maior do que o tamanho do seu cérebro, se juntam para resolver um grande problema, que pode colocar a família de Maya a beira de perder o restaurante. O problema é que eles não usam meios muito lícitos para conseguir juntar o dinheiro e pagar a dívida da família…

MULHER DE PAPEL

mulher de papelNeste livro, a jornalista Dulcília Buitoni analisa a representação da mulher na imprensa feminina brasileira, mostrando qual ideologia foi transmitida em mais de um século e em que medida a imprensa, como fator cultural, difundiu conteúdos que influíram na formação da consciência da mulher brasileira. Existe mulher de verdade nas revistas femininas? Como a mídia impressa vem mostrando a adolescente, a adulta e a mulher madura? Quais modelos são mais frequentes? Uma extensa pesquisa revela que a imagem da mulher na imprensa feminina brasileira é refletida segundo as conveniências da sociedade.

Mulher de papel – A representação da mulher pela imprensa feminina brasileira

Dulcília Schroeder Buitoni

Editora: Summus Editorial

240 páginas

Preço: R$ 57,60

Sinopse: A segunda edição – revista, atualizada e ampliada – chega quase trinta anos depois da publicação do primeiro livro, com mais dois capítulos redigidos para completar a linha do tempo da imprensa feminina brasileira. A obra aborda desde a mocinha casadoira e pouco alfabetizada de 1880 até a celebridade siliconada de 2001, mostrando como meninas, jovens e adultas estiveram e estão sob a influência poderosa da mídia impressa especializada. Fruto de uma tese de doutorado desenvolvida em 1980, o livro traz um levantamento histórico, incluindo informações e imagens a respeito dos diversos periódicos para mulheres na imprensa brasileira. Em que medida jornais e revistas difundiram conteúdos modeladores da consciência da mulher brasileira? Baseando-se no contexto sociocultural de cada época – de meados do século XIX até o começo do século XXI –, a autora mostra que a mulher ainda tem muito que fazer para deixar de ser representação e virar realidade. A reprodução de páginas e capas de algumas revistas permite visualizar as transformações na construção dos modelos de mulher…

SEXO INVISÍVEL

sexo-invisivel-202x300Neste livro, os autores apresentam uma nova visão sobre a pré-história, ao argumentar que foram as mulheres as responsáveis pela criação de meios essenciais para a sobrevivência, incluindo as roupas para climas mais frios, a agricultura, as cordas usadas em viagens muitos longas pela água e as redes usadas em caças coletivas. A mulher também desempenhou papel fundamental no desenvolvimento da linguagem e das habilidades sociais.

Sexo Invisível

J.M. Adovasio, Olga Soffer e Jake Page

Tradução de Hermano de Freitas

Grupo Editorial Record/Editora Record

312 páginas

Preço: R$ 49,90

Sinopse: No processo evolutivo, as fêmeas da espécie desenvolveram papéis mais complexos do que meras reprodutoras. No inovador Sexo Invisível, os autores — J.M. Adovasio, Olga Soffer e Jake Page — apresentam uma nova visão sobre a pré-história, ao argumentar que foram as mulheres as responsáveis pela criação de meios essenciais para a sobrevivência. Pela primeira vez, o lado feminino da evolução humana e da pré-história é analisado. Adovasio, Soffer e Page constatam que foram as mulheres as grandes organizadoras nos primeiros passos rumo às noções de civilização. Cabia a elas a confecção de roupas para climas mais frios, a agricultura, as cordas usadas em viagens muitos longas pela água e as redes usadas em caças coletivas. As mulheres também desempenharam papel fundamental no desenvolvimento da linguagem e das habilidades sociais. O livro retoma um passado povoado por um conjunto abundante de indivíduos. Pessoas que viveram e amaram, caçaram, coletaram, aprenderam a falar, cozinharam, costuraram, construíram, deslumbraram crianças com fabulosas lendas sobre seres míticos, brincaram, riram, adoeceram, se machucaram, choraram seus mortos, inventaram a religião. Os autores corrigem o relato histórico conhecido, que estabelece que as mulheres não participaram de forma relevante do nosso passado. Aqui, uma nova idéia de mulher pré-histórica é desenhada e implicações provocativas sobre questões contemporâneas de gênero são levantadas…

OS AMANTES DE MINHA MÃE

amantes de mamaeNo aclamado romance Os amantes de minha mãe, Christopher Hope apresenta uma reflexão sobre a história da África do Sul no século XX através da relação conturbada entre uma mulher pioneira e seu filho. Kathleen Healey dá a partida no monomotor; o aparelho corre pela pista improvisada na savana. A aeronave a levará à aldeia onde ela dá aulas de tricô, sem deixar de fazer oferendas à líder da tribo, a Rainha da Chuva. Uma mulher muito à frente de seu tempo, Kathleen, sul-africana descendente de ingleses, risca incessantemente os céus da África desde a década de 20 até os anos 70. Luta boxe com Hemingway e caça búfalos. Quarenta anos depois, ao receber a notícia de sua morte, Alexander, seu filho único, decide retornar ao país natal, a fim de realizar seus últimos desejos.

Os amantes de minha mãe

Christopher Hope

Tradução de Léa Viveiros de Castro

Grupo Editorial Record/Editora Record

480 páginas

Preço: R$ 59,00

Sinopse: Em um romance comovente e lírico, o premiado escritor sul-africano Christopher Hope – finalista do Man Booker Prize e ganhador do Whitbread Award – traça um panorama da história da África do Sul no século XX, pelos olhos de uma autêntica e corajosa personagem feminina e de seu filho único. Mulher de hábitos peculiares, Kathleen Healey imaginava que a África era deserta e que pertencia a ela. Africana, descendente de ingleses e irlandeses, Kathleen era amante de tricô, caçava búfalos, pilotava aviões e certa vez lutou três rounds de boxe com Ernest Hemingway em um ginásio em Mombasa. Pousava seu avião onde e quando quisesse e transportava para o exílio militantes do CNA, o Congresso Nacional Africano, que fazia oposição ao regime de apartheid. Distribuía favores livremente e tinha amantes de diversos locais do mundo. Os homens que amou representam a história da África do Sul, desde a Guerra dos Bôeres, passando pelas guerras mundiais, até o fim do apartheid…

Leia Mais