Porque o importante é ser feliz

felicidadeHoje eu tentei escrever sobre tanta coisa. Comecei diversos posts, sobre diversos assuntos. Apaguei, recomecei, apaguei. Às vezes o assunto chama por nós. Acho que quem escreve sempre passa por isso, aquela sensação de que hoje o tema será aquele especificamente. É por isso que hoje eu vou falar de felicidade, das pequenas coisas, dos detalhes. A correria cotidiana fecha nossos olhos à beleza da simplicidade. Nos envolvemos em rotinas tão cansativas que muitas vezes nem o riso dá as caras em nosso rosto. O semblante cansado começa o dia pouco dormido, as olheiras saltitam dos olhos. Dormimos e acordamos como máquinas programadas. Mas somos humanos. Podem até nos tirar a paciência, o humor, mas não podem nos tirar a condição de humanos. E isso não é pouco, não.

Resolvi falar de felicidade ao perceber o quanto a felicidade tem-se tornado mera palavra listada em dicionário. Sinto as pessoas mais fechadas, mais tristonhas, emburradas. A gente não consegue mais dar conta de tudo o que é preciso. Trabalhar, estudar, cuidar de casa, da família… É muita obrigação para uma pessoa só. No final, a sensação de que não deu tempo de fazer tudo é avassaladora. Quem nunca passou por isso, não é? E no meio disso tudo, o namorado, noivo, marido, paquera… Eu sei que não é fácil. Vivo isso diariamente, nessa correria insana em busca de um lugar ao sol. Mas aprendi a olhar ao redor. E embora as perspectivas não sejam as melhores, ainda assim é possível ser feliz. Porque a felicidade, gente, é feita de momentos. São pequenos momentos que fazem tudo valer à pena.

A gente não sabe como vai ser o amanhã. Vivemos na espectativa de que vamos realizar sonhos que parecem nunca acontecer. E o presente vai passando despercebido, na busca frenética pelo tal do futuro, o salvador, a luz no fim do túnel, a meta. Claro que isso é importante. Mas é tão importante quanto aproveitar os momentos presentes. Sabe aquele amigo com quem você nunca mais falou? Vocês viveram tanta coisa juntos e agora quase não se encontram. Por que não transformar em presente as boas lembranças do passado? Por que não viver essa coisa boa agora, por que não lutar pra tê-lo de volta? FelicidadeAndamos tão entretidos com os futuros projetos que estamos esquecendo de ser felizes agora. O agora é importante. O agora é o futuro do ontem.  É o passo do amanhã. É o presente do hoje.

A felicidade não é um bichinho que anda escondido por aí. É uma construção. Uma construção pessoal de cada um. Às vezes nos basta tão pouco para um riso despretensioso, para um abraço apertado… Mas andamos sempre tão envolvidos com as tarefas diárias que esquecemos disso. Esquecemos de olhar para o lado, de dar um abraço apertado, de rir do acaso… Esquecemos de olhar para o caminho, de cumprimentar as pessoas, de construir novos laços. Deixamos de lado os momentos singelos, aqueles em que nada fazíamos, apenas éramos felizes. Momentos dedicados a não fazer nada, a sentar na areia da praia, a caminhar por aí, a fotografar o mundo, a cantar em voz alta, a ligar para alguém especial… Remoemos acontecimentos ruins, guardamos rancor, incentivamos a angústia…

As exigências da sociedade moderna são assustadoras. Individualismo, egoísmo, competição cruel… O capital virou o senhor de chicote na mão punindo um escravo fujão. É desleal a concorrência. Mas, como comecei dizendo nesse post, somos humanos. E a felicidade faz parte disso. E ela está sempre dentro de nós, doidinha para rasgar nosso peito e se mostrar ao mundo. A felicidade individual pode fazer milagres às convivência social. É só você sorrir mais, tratar bem às pessoas, pedir por favor e obrigada…  É só você se descobrir merecedor dessa felicidade, compreender a importância do riso, acreditar que os momentos mais simples podem estar recheados de belas surpresas. E quando a felicidade tentar brincar de se esconder, é só lembrar que só cabe a você a responsabilidade por tê-la de volta. Ser feliz é responsabilidade sua. E assim será, sempre!

Vamos então nos esforçar um pouquinho mais. Vamos ser felizes!

Leia Mais

Tecnologia, IBM e previsões para o futuro

A velocidade em que a tecnologia avança me intimida. Não me considero uma pessoa analógica, me adapto bem às frequentes mudanças e aprendo rápido a manusear qualquer aparelho moderninho. A questão não é essa. O que me deixa apreensiva é que em um piscar de olhos as exigências são outras, os equipamentos ficam menores, as regras do jogo mudam. TecnologiaSem falar nas consequências sociais, que nem vamos tratar aqui. Um dia, muito do que utilizamos hoje rotineiramente era desenhado em filmes futurísticos de ficção científica. Com a TV de plasma, por exemplo, foi assim. Saiu da telona para a vida real.

A razão de eu estar escrevendo este post, na verdade, é um texto que li em uma revista sobre o IBM Next Five in Five, a lista das cinco inovações com potencial para mudar a vida das pessoas nos próximos cinco anos. O autor da última relação divulgada no final do ano passado é um brasileiro, que responde pelo nome de Fábio Gandour e ocupa o cargo de cientista-chefe da empresa. Para quem está se perguntando que diabos é a IBM, posso resumir que é uma empresa que trabalha com criação e desenvolvimento de tecnologias da informação, softwares, sistema de computadores, sistemas de rede, dispositivos de armazenamento e afins.

Entre as mais recentes invenções da empresa estão um sistema sem fio que detecta a presença de um bebê em cadeiras infantis para automóveis, evitando que pais atarefados esqueçam seus filhos no banco traseiro dos veículos, e um método de localização para cegos que utiliza frequências de rádio. Tecnologia 2Pois é, minha gente, a cabecinha dos cientistas da IBM não para. Em 2008, a empresa bateu o recorde de registro de patentes e entrou na história como a primeira empresa que conseguiu bater a marca de quatro mil em um único ano, deixando para trás as gigantes Microsoft e Intel. O próximo projeto mirabolante do grupo é o desenvolvimento de circuitos eletrônicos que funcionam de maneira similar ao cérebro humano.

Pois bem, voltando às previsões, vou enumerá-las aqui e deixar a cargo de cada um de vocês imaginar como será o mundo em mais alguns anos, décadas. E, depois de se familiarizarem com as idéias da IBM, aproveitem a seção de comentários para dizer o que acharam das projeções e sugerirem as suas próprias invenções que mudarão o mundo.

 

Tecnologia solar1. As tecnologias de energia solar serão utilizadas para produzir asfalto, tintas e até janelas – Imagine o dia em que a tecnologia solar estará disponível a todos nós. Já pensou na quantidade de energia que poderia ser criada se a tecnologia solar estivesse presente nos passeios, nas estradas, nas tintas, nos telhados ou nas janelas? Nos próximos cinco anos, a tecnologia solar estará disponível a todos.

 

Bola de cristal2. Você terá uma bola de cristal para saber o seu estado de saúde – como seria se você tivesse o poder de prever seu estado de saúde e utilizar estas informações para modificar o seu estilo de vida? Seu médico será capaz de construir todo um mapa genético sobre os possíveis riscos que enfrentará e com base nele montar uma forma de preveni-los ao longo da vida.

 
Internet3. Você vai conversar com a internet e a internet vai te responder – Já pensou você não precisar das mãos para utilizar a internet? Enquanto interage na rede poderá desenvolver outras atividades, como por exempo, cozinhar! Tudo será controlado pela voz, que tomará o lugar dos textos. Assim, você será capaz de enviar e-mails sem ter de escrever.

 
Shopping4. Você terá seu próprio assistente digital de compras – As assistentes de vendas das lojas serão dispensadas, e um aparelhinho eletrônico será instalado em todos os provadores. Bastará você digitar o que precisa e a peça chegará às suas mãos. Você poderá ainda fotografar a combinação e mandar via SMS ou e-mail para um amigo opinar, que tal?

 
Memória5. Aparelho ajudará a armazenar a sua memória – Todas as informações que você precisa acessar no seu dia-a-dia serão gravadas, guardadas e colocadas à sua disposisão no momento exato em que necessite delas. Tudo isso graças a algumas aplicações inteligentes e portáteis. Isso significa que a palavra esquecer será eliminada do seu vocabulário nos próximos anos.

 

 

ASSISTA AO VÍDEO DA IBM (em inglês)

Leia Mais