Shopping Barra anuncia ampliação

O Shopping Barra (Av. Centenário) anunciou nesta terça, 1º, a sua ampliação. Embora tenha recebido o convite para o evento, não tive como ir, porque estava no jornal no horário, mas recebi informações sobre a obra através da assessoria de imprensa do empreendimento. Senti falta, porém, de um detalhe valioso no material, que é mostrar aos frequentadores como ficará a rotina de funcionamento do shopping enquanto durar a reforma. Prometo me informar e assim que tiver detalhes, divido aqui com vocês.

De acordo com o material da assessoria, as obras terão início ainda este mês e vão demandar um investimento de R$ 70 milhões. Com a expansão, o Barra passará a ter aproximadamente 50 mil metros quadrados de Área Bruta Locável (ABL), onde funcionarão um complexo de cinemas, mais de 70 novas lojas, um centro de diversão para adultos, adolescentes e crianças, espaço gourmet e um novo parque de estacionamento.

Essas fotos são ilustrativas, mas já dá para ter uma ideia de como vai ficar o Shopping Barra repaginado

Ao todo, serão gerados cerca de 30% de novos empregos diretos e indiretos, chegando a 3.500 postos de trabalho. Outro impacto esperado será no fluxo de frequentadores, que deverá ter acréscimo de até 35%, superando a marca de 2 milhões de visitantes/mês.

O projeto arquitetônico é do escritório Caramelo Arquitetos Associados. O destaque é a fachada moderna, totalmente revestida em vidro e alumínio composto. A construtora responsável será a Andrade Mendonça. Já o planejamento, desenvolvimento e comercialização do projeto de expansão estão a cargo da Enashopp, administradora do Barra desde 2000.

 

Leia Mais

Dois meses de “Circuito da Dança” em Salvador

Cena do espetáculo Triscou Pegou

O projeto Circuito da Dança começa nesta quinta-feira e se estende por dez praças de Salvador nos próximos dois meses. Contemplado pelo Fundo de Cultura, da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia, o projeto oferecerá dois espetáculos da Cia. de Dança Robson Correia em apresentações artísticas abertas ao público.

A estréia é no Largo do Papagaio, mas ao longo dos meses de outubro e novembro, o projeto passará por mais nove bairros da capital, mostrando coreografias baseadas na cultura popular, que falam sobre o universo das brincadeiras infantis e sobre a “labuta” do sertanejo. Serão contempladas com os espetáculos, praças no Abaeté em Itapuã; São Brás em Plataforma; Cruzeiro de São Francisco no Pelourinho; Praça da Sé no Centro Histórico, Praça da Revolução em Periperi; Praça 2 de Julho no Campo Grande, Praça da Soledade na Lapinha, Plano Inclinado da Liberdade e Praça do Parquinho em Tancredo Neves. Serão duas apresentações em cada praça, um espetáculo por dia.

 

Cena do espetáculo Almejo

 

Quem é? A Cia de Dança Robson Correia surgiu em 2004, com o espetáculo “Sertão” construído para apresentar no “Museu agosto de todos” evento promovido pela Dimas e com o Projeto “Mata Borrão” criado para intervenções artísticas durante o carnaval do Centro Histórico de Salvador.

Robson Correia, criador e diretor da Cia.,  traz em seu currículo uma vasta experiência no campo da arte.  Produtor, diretor, ator, coreógrafo, dançarino, figurinista e aderecista, começou sua experiência artística no Projeto “Viver com Arte” da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb), onde estudou técnicas de teatro e dança. Foi aluno da Escola de Dança SESC – Nazaré, se formou em Direitos Humanos pelo Projeto PLP (Promotores Legais Populares) do Grupo de Apoio a Prevenção a AIDS (Gapa) e, recentemente, terminou a formação técnica em dança e coreografia pela Escola de Dança da Funceb

Leia Mais

*Instituto Avon e Unifem juntos contra a violência doméstica

O Instituto Avon e o Unifem(Fundo das Nações Unidas para o Desenvolvimento das Mulheres) firmaram uma parceria para enfrentamento da violência doméstica. Juntas, as duas entidades vão construir dois portais voltados para prevenção da violência contra as mulheres e assistência à mulher vítima das diversas formas de violência.

A ideia é reverter os comportamentos decorrentes da permissividade e impunidade com relação à violência doméstica e familiar contra as mulheres. Denominado Educação para os direitos das mulheres: disseminação do conhecimento e uso da Lei No. 11.340/2006 – Lei Maria da Penha, o projeto recebeu propostas até o último dia 19 de abril.

O primeiro portal, voltado para operadores (as) do Direito – cerca de 600 mil bacharéis de Direito – será direcionado a advogados (as), delegados (as), promotores (as), defensores (as) públicos e juízes (as) e destacará políticas públicas e serviços de proteção e defesa dos direitos das mulheres e de assistência social e psicológica às vítimas de violência. Enquanto o segundo portal será voltado para jovens do ensino médio, na faixa dos 15 aos 18 anos, um universo de cerca de 10,2 milhões no Brasil, e incorporará formas lúdicas de transmissão de informações, como aplicativos audiovisuais, mídias interativas, jogos, passatempos, entre outros.

Pulseira da Atitude, da Avon

O projeto conjunto entre Avon e Unifem foi viabilizado com a doação de R$ 1,5 milhão ao Fundo, através da Campanha Fale Sem Medo – não à violência doméstica, de 2008. Esta quantia veio da venda da Pulseira da Atitude, primeiro produto global da empresa de cosméticos lançado para apoiar ações de combate à violência praticada contra mulheres em todo o mundo e de uma doação de mais R$ 500 mil pela Avon.

As ações terão como objetivo ampliar o conhecimento sobre a Lei Maria da Penha, em vigor desde agosto de 2006. Para a ONU (Organização das Nações Unidas) o enfrentamento da violência doméstica é uma questão que inclue tanto alterações na legislação, como a Lei Maria da Penha, como as mudanças nos comportamentos e atitudes de toda a sociedade – com destaque para os jovens e os operadores e operadoras de direito. O órgão internacional propõe ainda que cada país encontre sua própria estratégia, ajustada às suas realidades culturais, reconhecendo apenas que: “há uma única verdade universal aplicável a todos os países, culturas e comunidades: violência contra as mulheres é inaceitável, indesculpável e intolerável.”

UNIFEM – O Fundo de Desenvolvimento das Nações Unidas para a Mulher (UNIFEM) foi criado em 1976 como resposta às demandas das organizações de mulheres presentes na Primeira Conferência Mundial das Nações Unidas sobre a Mulher, que se realizou na Cidade do México, em 1975. No Brasil desde 1992, o Escritório Regional do UNIFEM para Países do Cone Sul trabalha para promover a equidade de gênero e os direitos humanos das mulheres na Argentina, Brasil, Chile, Paraguai e Uruguai. O UNIFEM trabalha para a redução da feminização da pobreza e da exclusão, promoção do fim da violência contra a mulher, detenção e inversão das taxas de propagação do HIV/AIDS entre as mulheres e o alcance da equidade de gênero na gestão pública democrática em tempos de paz e em situações de pós-guerra.

INSTITUTO AVON – O Instituto Avon foi criado em 2003, com a missão de direcionar o investimento social da Avon no Brasil, mantendo como foco principal a mulher e suas necessidades. Atualmente, o trabalho do Instituto Avon se dá em duas grandes frentes: a campanha Avon contra o Câncer de Mama, que promove a disseminação de informação sobre a importância da detecção precoce do câncer de mama, e já apoiou 66 projetos com o mesmo fim; e a campanha Fale Sem Medo – não à violência doméstica, lançada em 2008 e já com resultados importantes para a causa.  A Avon e o Instituto conhecem a força da mulher como promotora de mudanças, de laços solidários, de desenvolvimento. Qualquer pessoa fortalecida, com saúde, dignidade e respeito pode ir mais longe, alçar vôo e manifestar seu potencial. Por isso é inaceitável que muitas mulheres, por falta de informação e de acesso a serviços, tenham suas potencialidades barradas. Trata-se, então, de promover ações informativas que possam mudar para melhor o cenário onde se encontram, buscando o equilíbrio e o respeito entre pessoas de todos os gêneros, origem, cor de pele, crença. Dessa forma, os direitos humanos são respeitados e a sociedade ganha.

Saiba mais:

Instituto Avon:  www.institutoavon.org.br e www.br.avon.com

UNIFEM Brasil e Cone Sul: www.UNIFEM.org.br

*Elaborado com informações das assessorias do Unifem e do Instituto Avon.

Leia Mais