Nas Unhas: Rosa Pitanga (Risqué)

Demorei de trocar de esmalte na última semana. Mas foi por um motivo muito nobre!! Fiquei tão apaixonada pelo Miucha (Ana Hickmann), que resisti até o último instante para trocar a cor. E ele durou bastante. Não lascou nem um pedacinho sequer e tampouco perdeu o brilho. Tirei pelo desgaste natural mesmo, quando a beirinha da unha começa a aparecer.

De unhas limpas, chegou o dia de atender as meninas que votaram na última enquete do blog e pediram para ver o Rosa Pitanga (Risqué) por aqui. Dentre as opções de tons de rosa, ele venceu a disputa com nove votos. Vinte pessoas participaram da nossa enquete.

O Rosa Pitanga é um tom de rosa forte, metálico. E lindo, realmente muito lindo. Ele tem a consistência bem leve, mas duas camadas são suficientes para cobrir a unha. Eu coloquei três camadas, porque estava pintando a unha à noite, com uma luz desfavorável, e não quis correr o risco de ter surpresas pela manhã.

Eu já havia visto o Rosa Pitanga em muitas mãos pela internet. Tinha curiosidade de vê-lo nas minhas. Mas o vício pelos esmaltes surgiu apenas há pouco tempo e a minha humilde coleção também é recente. Para vocês terem uma ideia, fui apenas duas vezes em lojas especializadas comprar esmaltes. E ele veio na segunda “sacolada”.

Experimentei várias fotos, com e sem flash, e em áreas diversas daqui de casa, para tentar captar a beleza do esmalte. Em alguns momentos, inclusive, com o tom de luz reduzido, a cor fica mais sóbria, o perolado fica mais discreto, mas os brilhos persistem. Ele é realmente um dos tons de rosa mais bonitos que eu já usei.

Já estou pensando no próximo, e deve vir um fosco por aí. Mas a cor, desta vez será uma surpresa. E então, meninas, o que acharam da cor? Beijos!

Um comentário em “Nas Unhas: Rosa Pitanga (Risqué)

  1. Eba adoro deixar comentário! Estou preparando a lista dos esmaltes pra vc, aguarde! Adooooorei este rosa que me lembra muito o que eu te indiquei por último. Só que o Armadilha Rosa é cremoso sem nada de cintilante, perolado e afins. E é pouca coisa “mais fechada” que este + bem pouca diferença mesmo.

    1. Que bacana, Vivi, então já sei que vou amá-lo, porque gostei muito do Rosa Pitanga. Estou aqui ansiosa pela sua listinha de sugestões. E pode deixar comentários à vontade, porque eu adooooooro respondê-los… rsrsrsrs.. Beijos, querida. Obrigada pela troca de ideias!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *