Traça de Biblioteca: livros em formato “pocket”

A série Traça de Biblioteca está de volta e agora terá dia fixo, toda terça-feira será reservada para indicar obras dos mais variados gêneros e comentar os lançamentos mais interessantes do mercado editorial, relembrar os clássicos e discutir um pouco de literatura, um dos meus assuntos favoritos. Hoje, trago para vocês informações da BestBolso e da Editora Nobel, ambas com lançamentos no formato “pocket” de obras atuais e de grandes clássicos da literatura nacional e portuguesa (como O Alienista, de Machado de Assis e A Cidade e as Serras, de Eça de Queiroz). O bacana é que livro de bolso geralmente custa bem menos e quando a edição é bem feita, com critérios como a revisão ortográfica cuidadosa e respeitando o texto integral, não fica devendo em nada aos lançamentos convencionais. Confiram a lista e boa leitura!

Títulos da BestBolso

MEU NOME NÃO É JOHNNY
Guilherme Fiuza
308 páginas
R$17,90
Não-Ficção
Sinopse: João Guilherme Estrella era um típico jovem da classe média, que viveu intensamente sua juventude. Inteligente e carismático, adorado pelos pais e popular entre os amigos, João tinha tudo, menos limites. Com espírito aventureiro e boêmio, mergulhou em todas as loucuras permitidas. E também nas não permitidas. No início dos anos 1990, se tornou o rei do tráfico de drogas da zona sul do Rio de Janeiro. Investigado pela Polícia Federal, foi preso e seu nome chegou às páginas dos jornais. Em vez de festas, passou a frequentar o banco dos réus e as celas dominadas por facções criminosas. Ficou dois anos num manicômio judiciário, cercado por detentos de alta periculosidade. Sua história é contada neste livro pelo jornalista Guilherme Fiuza, que revela o mundo alucinante das drogas num ritmo vertiginoso. O resultado é um irresistível thriller sem ficção, que ganhou versão cinematográfica em 2008, com Selton Mello no papel de João…

O VINGADOR
Frederick Forsyth
Tradução de Sylvio Gonçalves
364 páginas
R$17,90
Suspense
Sinopse: O jovem americano Ricky Colenso, voluntário de uma ONG na guerra da Bósnia, é brutalmente assassinado. Seu avô, o milionário canadense Steve Edmond, herói da Segunda Guerra, não se conforma com o trabalho das autoridades em relação à morte do rapaz e acredita que só a vingança levará paz ao seu coração. Steve contrata os serviços do mercenário Cal Dexter, o Vingador, um veterano do Vietnã que vai atrás de Zoran Zilic, gângster que escapou da Sérvia com uma grande fortuna. Mas Zilic está bem protegido em uma fortaleza na selva sul-americana pelos melhores pistoleiros e por um homem-chave do FBI. As investigações levam a descobertas inesperadas, e até mesmo a conexões com terroristas que tramam contra a paz mundial…

UM FAROL NO PAMPA
Leticia Wierzchowski
476 páginas
R$19,90
Literatura Moderna
Sinopse: Um farol no pampa é um desdobramento do romance A casa das sete mulheres, que inspirou a minissérie da TV Globo. Nesse segundo livro não há a clausura de uma estância sitiada pela guerra, mas o destino do jovem Matias, filho de Mariana. Há também o medo dele diante dos caminhos que pareciam traçados, mas que se desfazem a cada passo na esteira dos assombrosos acontecimentos que levam o Império do Brasil à Guerra do Paraguai. A história de Matias se mescla com a vida dos personagens de A casa das sete mulheres. Mais uma vez, Manuela, a eterna noiva de Giuseppe Garibaldi, dá a sua voz para nos contar o que ocorreu no Rio Grande depois que a Revolução Farroupilha teve seu malfadado final…

O HOMEM DO TERNO MARROM
Agatha Christie
Tradução de A. B. Pinheiro de Lemos
280 páginas
R$14,90
Suspense Policial
Sinopse: Após a morte do pai, a jovem Anne Beddingfeld vai para Londres em busca de emoções. Mas ela não podia imaginar que se envolveria em uma aventura empolgante e perigosa ao assistir a queda fatal de um homem nos trilhos do metrô. No mesmo dia uma mulher é estrangulada em condições misteriosas. Anne percebe que as mortes podem estar conectadas e acaba se envolvendo com uma quadrilha de criminosos dirigida pelo poderoso “Coronel”…

MONSIEUR BERGERET EM PARIS
Anatole France
Tradução de João Guilherme Linke
182 páginas
R$12,90
Clássico
Sinopse: Premiado com o Nobel de Literatura em 1921, Anatole France foi um líder intelectual da França no início do século XX, um escritor que se opunha a todas as formas de opressão e defendia os direitos do homem, o livre exercício da crítica, a liberdade de ser e do ser. Este volume integra a série História Contemporânea, formada por quatro livros voltados para uma temática em que o compromisso do escritor com o leitor não é apenas distraí-lo, mas, antes, alertá-lo para o debate e a análise das realidades sociais, instigando a consciência do público para perceber como funcionam as engrenagens do mundo. Nas obras À sombra do olmo, O manequim de vime, O anel de ametista e Monsieur Bergeret em Paris, o autor recompõe a vida de um grande centro da província francesa e arredores…

OS CAÇADORES DE MAMUTES
Jean M. Auel
Tradução de Maria Célia Castro
840 páginas
R$19,90
Literatura Moderna
Sinopse: Depois de adotada por uma tribo de Neandertais, Ayla parte sozinha pelo mundo e encontra seres semelhantes a ela. Acompanhada de Jondalar, viaja para a terra dos Mamutoi, caçadores dos gigantescos paquidermes peludos. Ao encontrar essa nova tribo, Ayla começa a demonstrar extraordinárias habilidades de caçadora e curandeira. Entre os novos conhecidos está Ranec, escultor que cria belas figuras em marfim. Ayla e Ranec se aproximam e despertam os ciúmes de Jondalar. A heroína fica dividida entre permancer na tribo com Ranec ou seguir Jondalar em aventuras de futuro incerto. Este é o terceiro volume da série pré-histórica Os filhos da Terra, composta por: Ayla, a filha das cavernas, O vale dos cavalos, Os caçadores de mamutes, Planície de passagem e O abrigo de pedra.  Resultado de extensas pesquisas de Jean M. Auel, a saga obteve grande sucesso de público e consagrou a autora no meio literário. Agradou também a comunidade arqueológica internacional por seu fiel retrato da história da humanidade…

CRIANÇA 44
Tom Rob Smith
Tradução de Beatriz Horta
448 páginas
Preço: R$19,90
Suspense
Sinopse: União Soviética, 1953. A mão de ferro de Stalin nunca esteve tão impiedosa. Em seu governo, o líder opressor faz o povo acreditar que o país está livre dos crimes. Mas quando o corpo de um menino é encontrado nos trilhos de uma ferrovia, o agente Liev Demidov se surpreende ao saber que a família da criança está convencida de que houve um assassinato. Demidov recebe ordens para ignorar o caso, mas se vê determinado a ir atrás do criminoso, mesmo sabendo que poderá se tornar um inimigo do Estado…

ANTOLOGIA DE CONTOS EXTRAORDINÁRIOS
Edgar Allan Poe
294 páginas
Preço: R$17,90
Clássico
Sinopse: Coletânea organizada originalmente por Brenno Silveira para a Civilização Brasileira, reúne 13 contos de suspense de Edgar Allan Poe. Um dos pioneiros dos contos de mistério, Poe aplicou em seus textos a técnica da “unidade de efeitos”, mantendo a atenção do leitor desde o início da história. O ambiente fúnebre e aterrorizante é marcante na obra do autor do século XIX.

AS MELHORES HISTÓRIAS DE FERNANDO SABINO
Fernando Sabino
182 páginas
Preço: R$14,90
Literatura Moderna
Sinopse: Seleção primorosa feita pelo autor mineiro com 50 histórias publicadas em jornais e revistas. São relatos curtos de fatos colhidos da vida real, com tratamento de ficção. Episódios, incidentes, reflexões, encontros e desencontros vividos por Fernando Sabino apresentados com rica inventiva. Sob a aparente singeleza transparecem a sensibilidade, o humor, a ironia e, às vezes, o espírito satírico, mas sobretudo a simpatia do autor pela natureza humana. Em cada história, uma pequena maravilha da sua experiência pessoal…

O ALCORÃO: Livro sagrado do Islã
Tradução de Mansour Challita
490 páginas
Preço: R$19,90
Clássico
Sinopse: O Alcorão é a obra sagrada do Islã e considerado um dos grandes livros da humanidade. A simplicidade e também a eloquência das 114 suras, com seu conteúdo fiel e rigorosamente respeitado mostram uma comunhão pacífica e criadora e expõe aos interessados as bases religiosas e filosóficas do Islamismo. O Alcorão é o livro sagrado que contém o código religioso, moral e político dos muçulmanos. O texto original em árabe clássico é considerado pelos fiéis a palavra textual de Deus, revelada ao profeta Maomé por intermédio do arcanjo Gabriel. O Alcorão traduzido do árabe por Mansour Challita é a edição mais recomendada pelos estudiosos brasileiros…

O CORTIÇO
Aluísio Azevedo
280 páginas
Preço: R$14,90
Clássico
Sinopse: O cortiço foi publicado em 1890. É um romance que descreve a sociedade brasileira da época e é considerado um dos marcos do Naturalismo. O proletário e a desigualdade social são presenças marcantes na obra. O ganancioso e avarento comerciante português João Romão, a trabalhadeira Bertoleza, o vizinho rico Miranda, o malandro preguiçoso Jerônimo, a mulata Rita Baiana, todos são tratados como uma extensão do cortiço, personagem principal cujo cotidiano é descrito ao longo da narrativa…

A CIDADE E AS SERRAS
Eça de Queirós
238 páginas
Preço: R$14,90
Clássico
Sinopse: Marcado por intensa ironia, A cidade e as serras conta a história de Jacinto, herdeiro afortunado da antiga aristocracia rural portuguesa, cuja vida confortável e abastada em Paris é obrigado a deixar para tratar de assuntos familiares na ficcional Tormes, pequeno lugarejo serrano em Portugal.  Entediado e infeliz na cidade grande, Jacinto  entra em contato com uma paisagem rústica e natural até então desconhecida, descobrindo um novo modo de vida que decide experimentar. Último livro de Eça de Queirós, publicado um ano após sua morte, A cidade e as serras é um dos marcos da fase final da produção do autor, na qual este parece reavaliar o conceito de “civilização” tão em moda no século XIX…

Título da Editora Nobel

O ALIENISTA
Machado de Assis
96  páginas
R$19,90
Sinopse: O alienista apresenta-se como o conto mais extenso de Machado de Assis. Publicado no mesmo período do romance Memórias póstumas de Brás Cubas, significa a virada do autor em prol da estética realista e de seus princípios básicos. Embora o questionamento dos limites da razão e da loucura esteja exposto em primeiro plano, outros temas emergem da leitura, como a crítica à importação indiscriminada de teorias deterministas e positivistas em nosso país e à retórica banal que, mesmo produzindo expressões esvaziadas de significado, influencia o comportamento das pessoas, inspirando-lhes atitudes impensadas…

Leia Mais

Mania de Alice

Tim Burton pega emprestados os personagens e o mundo idealizado por Lewis Carrol para contar uma versão toda sua da história: o que aconteceria se Alice tivesse voltado ao País das Maravilhas depois de adulta? É ver no cinema.

Com a versão de Tim Burton para o clássico de Lewis Carrol, Alice no País das Maravilhas, uma verdadeira alicemania, ou mania de alice
(como queiram) toma conta do mundo nos últimos tempos. Em se tratando de uma história com cerca de 150 anos, que não perde o ineditismo e nem a capacidade de suscitar debate, nada mais natural que Alice agora sirva de inspiração para todo tipo de ação, iniciativa e forma de expressão neste nosso mundo contemporâneo, já apelidado por quem teoriza a respeito de “canibalismo cultural”. Não gosto deste termo, porque um canibal, a meu ver, devora a presa, digere e pronto, transforma em excremento. Prefiro um termo menos radical como por exemplo, “reciclagem cultural”, porque nem tudo o que é resultado da transformação de um clássico pode ser enquadrado como excremento. Pensar assim é coisa de purista e preconceituoso, tento não ser nem uma coisa e nem outra. Adoro as referências, a mitologia moderna que bebe na fonte da antiga, com respeito, lógico, à propriedade intelectual e às devidas citações. Fora isso, nada mais é inédito no mundo (“tudo já foi inventado”), porque para criar, é preciso referências, a cultura se alimenta de si mesma, mas sempre, claro, com o devido respeito e créditos a quem de direito, senão, aí sim, vira canibalismo. Mas, não é bem disso que quero falar. O negócio e não deixa mesmo de ser um negócio, é que Alice está na moda, é up, na crista da onda e isso é muito bom (independente dos puristas se torcerem todos, coitados), pois as transformações modernas são também uma forma de conhecimento humano e claro, ao atualizar um clássico, desperta-se a curiosidade dos jovens leitores para a fonte “original” das ideias. Pois sim, deixando a filosofia de lado, que hoje eu estou impossível, confiram abaixo algumas reatualizações de Alice:

Alice no País das Maravilhas inspira Izabelle Nossa

Um exemplo na moda: Izabelle Nossa, proprietária de uma marca de bolsas super requisitada, recebe clientes na loja do Shopping Paseo Itaigara, nesta quinta, entre às 15h e às 21h, para apresentar uma nova coleção todinha inspirada no longa de Tim Burton. Durante o encontro, haverá ainda sorteio de camisetas customizadas e também inspiradas na Alice do diretor americano. É passar lá e conferir!

Alice no País da Poesia

Pois não é que depois de perambular pelo País das Maravilhas, atravessar o espelho, dar um giro pelo país da gramática de Monteiro Lobato, a menina Alice, inquieta como ela só, resolveu dar um passadinha no País da Poesia? Neste livro de Elias José, a personagem Alice é “flagrada” no momento em que descobre o mundo das palavras, enquanto vivia no “país das maravilhas”. Esse é o ponto de partida do autor na obra “Alice no país da poesia”, lançamento da Editora Peirópolis, já nas livrarias. São 33 poemas repletos de lirismo e encantamento, em imagens que remetem a grandes textos da literatura universal. O leitor segue em companhia de Sherazade, Peter Pan e Dom Quixote, além de um séquito de fadas e feiticeiras, duendes e sereias, reis e rainhas, príncipes e princesas, pássaros e cavalos mágicos. Um excelente exemplo do que eu estava falando lá no topo do post – a mitologia moderna que bebe na fonte da mitologia clássica.

Ficha Técnica
Alice no país da poesia

Autor:  Elias José

Ilustrações: Taisa Borges

Editora: Peirópolis

56 páginas

Preço: R$ 34,00

O mundo aliciano em debate

Ainda dentro da minha pequena seleção de “manias de alice”, uma dica de um encontro que deve acontecer em maio, aqui em Salvador, promovido pelo Clube do Livro Saraiva, em parceria com a Galeria do Livro, que fica no Espaço Unibanco/Glauber Rocha. Trata-se de uma reunião de amantes da literatura, para discutir alguns textos propostos: a edição pocket de Alice no País das Maravilhas; o livro Eu sou Alice, de Melanie Benjamim e o livro 1 da série Lost Girls, de Allan Moore e Melinda Gebbie (estes dois últimos, ainda não li e por isso não posso opinar). Sobre Alice, recomendo tanto a edição pocket da L&PM, quanto a comentada (maravilhosa!) da Jorge Zahar.

Alicemania também em audiolivro

Quem assistiu o filme O Leitor, com Ralf Fiennes e Kate Winslet, sabe que em determinado momento da história, o personagem de Fiennes começa a gravar sua leitura em voz alta de diversos clássicos da literatura mundial e enviar de presente para a personagem de Winslet, que cumpre pena numa penitenciária. Pois bem, a ideia do audiolivro é mais ou menos esta. Um livro gravado, para ouvir no carro, enquanto se dirige, para ouvir enquanto se faz alguma tarefa em casa, para ouvir no leito do hospital, ou antes de dormir, e mais ainda, para fazer com que pessoas cegas tenham uma opção de contato com a leitura além dos caracteres em braille, muito mais caros de imprimir do que o alfabeto de não cegos. Pois o site www.audiolivro.net.br está oferecendo a versão acústica de Alice no País das Maravilhas, por R$ 24,90.  Além do texto, toda a sonoplastia foi cuidadosamente elaborada para transportar o leitor até o mundo criado por Lewis Carrol. Em breve, a editora Audiolivro, responsável pelo site, também vai colocar a obra no mercado em versão CD.

==================================

Mais Alice no blog:

Artigo: Mil faces de Alice no país da diversidade (publicado em agosto de 2009)

Leia Mais

Traça de Biblioteca: para ler pela internet

A série Traça de Biblioteca desta semana, excepcionalmente, é publicada no sábado ao invés da sexta-feira já tradicional. As dicas de leitura também fogem um pouco do padrão. Não são livros em papel, mas em versões digitalizadas e bilingues, disponíveis na internet. Confiram as opções, depois é clicar e começar a viagem literária:

=============================================

CLÁSSICOS DIGITAIS

Grandes clássicos da literatura e obras infantis educativas acabam de ganhar versões digitais em inglês e português, com acesso gratuito na internet. A iniciativa é do LivroClip, uma nova mídia para o livro, que transforma obras em animações multimídia. Os primeiros LivroClips com tradução para o inglês são os clássicos: “Dom Quixote”, de Miguel de Cervantes, “Crime e Castigo”, de Fiódor Dostoievski, e “A Metamorfose”, de Franz Kafka. O site LivroClip estreia também uma coleção de trailers de livros infantis educativos, nos dois idiomas, baseados nas obras: “Pigmeus”, de Rogério Andrade Barbosa, “Um Teto de Céu”, de Ninfa Parreiras, “Vamos Abraçar o Mundinho”, de Ingrid B. Bellinghausen, e “O Guarda-chuva do Vovô”, de Carolina Moreyra.

O LivroClip possui um acervo com mais de 200 animações. Todo LivroClip vem acompanhado de um hot site com mais informações sobre o livro, o autor e o “Espaço do Professor”, com dicas de como usar a obra em sala de aula.

Serviço:

>>LivroClip (www.livroclip.com.br)

>>Acesse os links de algumas das animações do LivroClip:

A Metamorfose

Crime e Castigo

Dom Quixote

Pigmeus

Vamos Abraçar o Mundinho

Um Teto de Céu

O Guarda-chuva do Vovô

ACORDO ORTOGRÁFICO EM VERSÃO LIVROCLIP

Quem ainda não conseguiu se adaptar às mudanças do Novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa, em vigor desde o início de 2009, pode consultar o LivroClip “Novo (e Divertido) Acordo Ortográfico”. Baseada na obra homônima de Andrey do Amaral, publicado pela Editora Ciência Moderna, o trailer mostra alguns exemplos do que muda no dia a dia com o as novas regras. Linguiça sem trema? Ideia sem acento? Mudanças na utilização do hífen? Essas e outras mudanças são expostas pelo autor com explicações e exemplos do cotidiano. A praticidade e a linguagem acessível do livro são fundamentais para estudantes, professores e para interessados na língua portuguesa. Baixe gratuitamente a animação aqui.

Leia Mais