Voltando aos poucos

Olá, meninas

Mais um post de satisfação, para que vocês compreendam o meu sumiço e a demora em voltar a blogar. Perdi minha mãe há um mês e ainda estou me recuperando do baque e da tristeza que se instalou em minha vida. No início do ano, minha mãe apresentou alguns problemas de saúde e precisou ser internada. Chegou ao hospital caminhando, falando e cheia de planos para se recuperar logo. Praticamente me internei com ela e passei dois meses dentro do hospital. As coisas não aconteceram como esperávamos, ela se debilitou bastante e não resistiu a uma infecção generalizada. Um momento muito, muito difícil. Uma dor sem fim. Mas minha mãe era meu maior exemplo de que a gente precisa seguir. Seguir por ela. É isso. Um mês após seu falecimento, estou retomando. Estou organizando as coisas do blog. Ainda preciso de mais alguns dias pra criar posts, escrever. A tristeza continua, a saudade não passa nunca, mas ela certamente está lá em cima implorando para que voltemos a sorrir. Precisava dar uma satisfação a vocês e agradecer pela compreensão, por continuarem vindo aqui ler os posts mais antigos.

Obrigada!

Beijo a todas e espero estar de volta nos próximos dias!

9 comentários em “Voltando aos poucos

  1. Encontrei este lindo blog por acaso. Estava procurando dicas de leituras para começar a entender mais de política. Saindo da página em que estava – inclusive até favoritei *-* – fui dar uma olhadinha neste blog. Eis que me deparo com este teu post. Não pude deixar de comentar, de desejar os meus pêsames, pois entendo tua dor. Perdi minha mãe aos 13 anos. Hoje tenho 21. A saudade infelizmente NUNCA passará, mas dá para conviver com ela, mesmo a contra-gosto. O luto se faz necessário, é importante, mas não deixe que ele se prolongue. Não deixe a tristeza tomar conta de seu ser. “…ela certamente está lá em cima implorando para que voltemos a sorrir.” Você já citou que aos poucos está retomando, organizando tudo. É isso aí. Continue seguindo em frente e que você consiga superar tudo isso. Desejo FORÇA a todos. Sucesso com o blog. Muito lindo. Sinta-se abraçada.

    1. Oh, Kel, obrigada! Palavras lindas em um momento de dor são tão bem-vindas. Obrigada mesmo. Sinto-me confortada a cada palavra de força. Já estou organizando as coisas, quero retomar em agosto. Estou preparando alguns posts já. Obrigada mesmo, pelo carinho e solidariedade.

  2. Alane, meus sentimentos mais sinceros neste momento de dor tão intensa. Que o exemplo de vida de sua mãe sejam sempre lembrados em seu coração. Um grande abraço. Luiza Santa Bárbara-MG>

  3. Por acaso encontrei, buscando blog interessantes, ao começar a leitura sentir que era você Alane, imagino que seja uma dor grande, mas que faz parte da vida. Desejo sempre força a você e sua família.

  4. Ola, estava procurando ajuda sobre superar morte quando encontrei seu blog! Minha mãe faleceu tem 8 dias hoje e eu estou meio que sem acreditar, acho que isso não eh verdade, sei lá! Ela teve um avc e passou 7 dias no hospital! O que me mantém em pé eh acreditar que ela está num lugar bem melhor e sem dor, e que com a minha fé em Jesus vamos nos reencontrar! Tenho que ser forte por ela, e tentar cuidar da casa, da minha irmã e do meu pai tão bem quanto ela fazia! Só tenho 21 anos e não sei como vou fazer isso! Mas te desejo muita força e se apegue fé

  5. Que Deus te abençoe querida. Cai aqui de paraquedas pesquisando sobre adstringentes para a pele, li a postagem e fui conferir as outras, infelizmente me deparei com esta, engraçado quando temos a vontade de abraçar quem nem se conhece, espero que com o passar dos meses teu coração já tenha se confortado mais. Teu blog é maravilhoso. Sinta meu abraço mineiro. Um beijo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *