Minha experiência com atividade física em casa

Oi, meus amores! Muita gente me pediu este post e finalmente ele está saindo. Aqui vou contar um pouco da minha experiência ao fazer atividade física em casa. Tudo começou porque eu viajei para o interior, mas não queria parar de treinar. Fiz uma pesquisa na internet e acabei encontrando algumas sugestões de aplicativos para celular que ofereciam treinos para fazer atividade física em casa. Me empolguei, baixei vários aplicativos e estou até hoje nesta rotina. Além dos aplicativos, hoje uso também o youtube e tenho até preferido este.

atividade física em casa | foto: conversa de meninaAlguns aplicativos são muito restritos, com poucas opções de treinos gratuitos e cheios de ofertas para migrar para a versão premium, com mil e uma promessas. Eu não usei nenhum aplicativo pago, tampouco paguei para utilizar a versão premium dos programas. A técnica que usei foi baixar vários e ir alternando entre um e outro, a depender do tipo de treino que eu estava a fim de fazer. Alguns aplicativos são ruinzinhos, outros são massa. É bom baixar vários e testar o que mais se enquadra a sua necessidade e interesse. Os dois que mais tenho usado são:

NIKE TRAINING – Ao acessar o aplicativo, você vai clicar em encontrar treino e escolher a sua meta, que pode ser popular, emagrecer, definir, fortalecer e focar. Depois você escolher entre iniciante, intermediário e avançado. E aí, serão oferecidas algumas opções de treinos para você escolher. Daí é só você baixar o treino e começar. O aplicativo ensina a execução de cada exercício, o que facilita bastante. E você pode colocar as músicas de seu celular.

11

SWORKIT – Ele também traz variedade de exercícios, divididos nas categorias yoga, cardio, força e alongamento. Você pode personalizar seu treino, reunindo os exercícios que quiser, entre as mais de 160 opções oferecidas por eles, criando uma rotina de exercícios específica para sua necessidade. O aplicativo também ensina cada atividade e vai controlando o tempo de execução.

11Os demais que uso são o DNA PLUS, 7 MINUTOS, TREINOS DIÁRIOS e TREINAMENTO EM CIRCUITO. Todos são mais limitados, possuem uma quantidade de treinos gratuitos menor. Mas você pode baixá-los para ter ainda mais opções de treinos, aumentando a sua possibilidade de variação. Baixei alguns aplicativos de dança, mas não gostei de nenhum, por isso nem vou citá-los.

Quando voltei a Salvador, e já com o notebook em mãos, decidi arriscar alguns treinos pelo youtube. Achei muita coisa interessante, para todo tipo de público e gosto. Hoje em dia, treino mais pelo youtube e só uso os aplicativos para dar uma variada mesmo. As aulas que me conquistaram foras as de tae bo, que incluem movimentos de lutas, especialmente as do professor do primeiro vídeo.

Ele tem vários vídeos no youtube e uma didática ótima. Já fiz vários treinos dele, já repeti alguns e nunca me canso. Outro treino que também curti bastante foi esse que vem abaixo, é uma alternativa de treino com outro professor e que funcionou super bem pra mim.

Tem muita opção de treino disponível no youtube. É só ir pesquisando, testando, assistindo aos vídeos. Agora, claro, fazer aulas por aplicativo e youtube exigem alguns cuidados prévios. Primeiramente, é preciso fazer uma avaliação cardiológica, para saber se está tudo ok e se você está apto para treinar. Em seguida, é fundamental buscar a orientação de um profissional de educação física. Ele vai avaliar a sua condição física e indicar os treinos adequados. Eu faço musculação com acompanhamento de um profissional, que me instrui quanto aos aeróbicos que preciso fazer para alcançar minha meta, que é emagrecimento e ganho de massa magra.

Agora, vamos à segunda etapa de dicas. É bom que você compre um colchonete. Se você tiver espaço e grana, vale a pena investir em coisas básicas, como bola, halteres, corda. Eu só tenho corda, mas já quero comprar alguns acessórios. Se você mora em apartamento, assim como eu, é bom ter um pouco de cuidado, adaptando os exercícios de pulo, por exemplo, para não incomodar o morador do andar de baixo. Ou então treinar num horário que o vizinho não esteja. Eu nunca tive reclamação e faço os exercícios bem intensos, com o vizinho em casa, mas os pulos eu faço com mais leveza.

É isso, gente. Se ficou alguma dúvida, deixem nos comentários, que eu respondo! Se quiserem sugerir algum texto complementar, fico à disposição, é só me indicarem o tema. Beijos, beijos e até mais.

5 comentários em “Minha experiência com atividade física em casa

  1. Oi Alana. Achei seu blog procurando resenha sobre o Spectraban e acabei aqui comentando post de exercício! rs
    Mas é que eu tb me exercito em casa e preciso te indicar o canal Fitness Blender do Youtube! É feito por um casal americano e tem vídeos de todos os estilos que vc imaginar! Eles tb tem um site (fitnessblender.com) onde vc pode se cadastrar e organizar seu calendário de exercícios. E ainda tem programas pra comprar, que eles te falam qual vídeo fazer em cada dia, dependendo do seu objetivo. É muito bom! Não podia ler esse post e não comentar sobre isso… Um beijo!

    1. Que massa, Barbara.. Obrigadíssima pela dica, viu? Vou acessar sim, com certeza. Quanto ao nome, acontece sempre rsrsrsrs… Obrigada mesma por ter deixado a dica!!! Beijossss

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *