Nas Unhas: Abusada (Avon)

Pode parecer bobagem para vocês, mas eu realmente fiquei tensa ao pensar que teria de pintar as unhas com um esmalte azul. Isso porque o “Nas Unhas” desta semana teve a participação ilustre e especial da jornalista e amiga Larissa Oliveira, que foi a responsável pela escolha da cor. Dentre as opções que dei a ela, inúmeros outros esmaltes da coleção pessoal da menina Andreia, ela não hesitou em agarrar o Abusada, da Avon.

No dia que pedi a Lari para decidir a próxima cor, ela estava com um tom lindo nas unhas, o Azul Hortencia, da Risquè. Eu, ao contrário, nunca havia pintado as minhas com qualquer tonalidade que fugisse do lugar comum. O máximo que já havia arriscado foi o Dragão Negro, da Ana Hickmann, um preto. Por isso a angústia para ver o resultado da troca de esmalte, já que minhas unhas estavam lindas com o Bikini, também da Avon. E confesso que passei os dias com a certeza de que não gostaria nadinha de sair por aí de unhas azuis.

Até que chegou o dia. Comecei a pintar as unhas e fui ficando um pouco assustada. Estava achando tão esquisito aquele azulão. Para me acostumar com a cor, precisei de umas boas horas do dia. Sempre que olhava minhas mãos, achava tudo muito estranho. A mudança de impressão foi ao longo do dia mesmo. De tanto olhar, passei a achar o tom de azul muito bonito. É um tom forte, parece aquele jeans tradicional.

Normalmente, quando me apaixono pela cor, eu já chego quase “esfregando” as mãos no rosto dos amigos, para mostrá-las. Isso não aconteceu com o Abusada, não fiz muita questão de sair exibindo as unhas por aí. Mas, contrariando minhas expectativas, as pessoas notaram as unhas e só fizeram elogios. Um atrás do outro. Lá pela tarde, já estava íntima com o azul, achando tudo lindo. Descobri que é uma questão de hábito mesmo e que não há como não gostar do Abusada. Estou, inclusive, bem mais animada agora para ousar mais.

E então, meninas, o que acharam?

Um comentário em “Nas Unhas: Abusada (Avon)

    1. É verdade, Mabia, tem esse lado. No meu caso, eu não tinha essa vontade de experimentar. Mas percebi que é uma questão de hábito. Se a gente não experimenta, aí é que não vai se acostumar mesmo.. era o meu caso.. rsrs.. beijos, querida!!!

  1. A primeira vez que pintei de azul também achei bem estranha, mas hoje azul e roxo são as cores que mais lotam minha coleção de esmalte. Às vezes dá vontade de usar azul poe seguidas semanas só nas variações do tom!!!Suas unhas ficaram muito bonitas com o Abusada. Ele é um esmalte bem bonito!!!

    1. Engraçado isso, não é, Raquel? É muito estranho inicialmente. Passei horas olhando para as mãos até acostumar. Hoje já estou apaixonada pela cor. Obrigada pelos elogios!!! E se tiver indicações de outros tons legais de azul, é só mandar. Beijão!

  2. A sensação de estar com uma cor estranha nas unhas é temporária, viu amiga? A cor está lindoooona e só está estranha pra vc, porque eu ameeei! 🙂 Continue se jogando nas cores diferentes, porque é lindo!

    1. Obrigada, Dani!!!!! Eu já me apaixonei pelo azulão, já estou querendo ir a uma lojinha para adquirir alguns esmaltes menos convencionais!! É verdade, amiga, a sensação passa de uma hora para outra. Bastaram umas horinhas para eu achar a coisa mais linda do universo.. rsrsrsrs.. Beijos, amore!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *