Nas Unhas: Le Rose (Impala)

Depois do desastre com o Angélica (Risqué), quis manter a cor das unhas em tonalidade clara, e o escolhido foi o Le Rose (Impala), um rosinha bem clarinho, em tom pastel.

Estava bastante influenciada pelo livro “Comer Rezar Amar”, que havia acabado de ler quando peguei meu kit manicure, a fim de escolher da cor. Queria alguma tonalidade que me desse a sensação de paz de espírito. O Le Rose logo saltou aos meus olhos.

Não tenho dezenas de linhas a falar sobre ele. Nenhum imprevisto aconteceu, ninguém fez qualquer comentário fora do normal. Ele é tão discreto que passou despercebido aos olhares alheios. Sempre tem uma pessoa ou outra que elogia, principalmente aquelas que são também apaixonadas por esmaltes, mas nada tão importante assim.

Precisei de três camadas para cobrir as unhas. Ainda assim, cabia mais uma demão. Como vocês podem ver nas fotos, a parte branca da minha unha ficou “saliente”, mesmo após a terceira camada. Até pensei em passar mais uma pincelada do Le Rose por cima, mas confesso que já estava cansada, teria de trabalhar cedo no dia seguinte e acabei desistindo.

Embora a fase das cores pasteis já tenha passado – lembro que há algum tempo havia virado febre, com todas as marcas lançando suas próprias coleções explorando o tom -, eu tenho cultivado um sentimento especial por estes tons. Logo depois de pintar com o Le Rose, me vi procurando outro tom do mesmo tipo na minha vasilhinha de cores.

Achei até um amarelinho e fiquei curiosa, já que nunca usei uma cor parecida. Não sei se será o próximo a aparecer por aqui, porque também estou tendendo bastante a um azul marinho lindo e até a um violeta também muito bonito. Ah, e tem um lilás em tom pastel também que fiquei namorando. Não decidi ainda, mas deve ficar entre estes daí. E então, meninas? Alguma observação sobre o Le Rose? Beijos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *