Mousse de Parafina com Óleo de Manga Depil Bella

Mousse de Parafina com Óleo de Manga Depil Bella | foto: conversa de meninaLembram do sorteio que foi feito aqui no blog do Spa dos Pés Depil Bella? Pois hoje vocês vão ver em ação dois dos produtos que foram sorteados: o mousse de parafina com óleo de manga e as botinhas para potencializar o efeito da hidratação.

Primeiro, vou explicar o modo de uso: com os pés lavados, você passa o mousse nos pés, coloca as botinhas, um saco plástico ou papel filme, deixa agir por 20 minutos e depois é só espalhar bastante o mousse, para que ele seja absorvido pela pele. Sim, não precisa lavar de novo no final!!!

A consistência do mousse é bem durinha. mousse de parafina com óleo de manga depil bella | foto: conversa de meninaVocê pode virar a embalagem aberta de cabeça para baixo que o produto continua assentado na embalagem, intacto. A presença do óleo de manga entre os ingredientes não deixa o produto melequento nem grudento, e o poder de hidratação é muito bom.

Meus pés estão com uma aparência bem melhor. Passo o dia inteiro na rua, a semana toda, normalmente com sapatos fechados, sem ventilação, o que não é a melhor coisa do mundo para os pés. Por isso, vai e vem meus pés descamam (se o tempo estiver muito úmido ou quente) ou ressecam, quando o tempo está frio.

O mousse tem mantido a hidratação dos meus pés, que estão com a aparência bem mais saudável. Na verdade, estão lindos e macios!!!! Modéstia à parte, claro! 🙂 Querem ver? O que a gente não faz pelo blog, hein?  Então senta que lá vem… pé!

Mousse de Parafina com Óleo de Manga Depil Bella | foto: conversa de meninaConseguem perceber, meninas? Como meus pés estão mais luminosos e realmente com aparência de hidratados? Muito bom isso!!!

O que tenho gostado bastante é que depois que retiro as botinhas e esfrego o produto nos pés, Mousse de Parafina com Óleo de Manga Depil Bella | foto: conversa de meninaele é totalmente absorvido, sério! Não fico com o pé melequento, nem com a sensação de que está com creme ou sujo. Posso até colocar os pés no chão, que não fico escorregando.  Massa, né?

Importante destacar que os dias aqui em Salvador estão incrivelmente frios. Não sei se no verão o efeito é o mesmo, volto depois pra fazer um update no post.

Outra dica é que tenho usado também nos joelhos e nos cotovelos, que são áreas ressecadas por natureza. Também estou adorando os resultados.

O produto custa cerca de R$ 13,00, um pote com 250g, e ele rende bastante!

Leia Mais

Gel esfoliante para os pés Silka

Se você quer a indicação de um bom esfoliante para os pés, está aí, o gel esfoliante da Silka. Demorei muito tempo para testá-lo, mas quando decidi colocá-lo à prova, me surpreendi.

Os grânulos são bem grossinhos, o que facilita muito e dá bastante resultado.

O procedimento é super simples, basta esfregar os grânulos nos pés secos durante um minuto em cada pé. Depois é só lavar. Costumo fazer a esfoliação logo antes do banho, para otimizar o tempo.

A gente percebe a diferença logo no primeiro dia de esfoliação. E com o passar do tempo e uso contínuo, a melhora é bem significativa. Depois, para complementar, é só usar o hidratante de sua preferência.

Para hidratar melhor os pés, use o hidratante antes de dormir e coloque meias. Agora que o tempo está ficando friozinho, não faz tanto incômodo. No verão é meio complicado usar meias em Salvador, mas no inverno dá pra fazer direitinho. As meias potencializam o resultado e os pés melhoram muito mais rapidamente.

Leia Mais

Test Drive: hidratante para os pés Hidrafeet

Vocês verão neste post a foto mais feia que já entrou no blog, desde a sua criação. Meninos e meninas, serei obrigada a apresentar a vocês o estado lastimável em que se encontravam os meus queridos pezinhos. Não sei exatamente o que causou tamanho estrago, com um ressecamento fora do comum e uma descamação anormal, mas sei que o importante é não desistir e cuidar. Então, primeiro, relevem as imagens, certo? Segundo, faz parte do contexto do Test Drive, para apresentar os resultados do uso contínuo do produto. 🙂 E vamos que vamos, inicialmente, aos pés!

Foi assim que estavam os meus pés, quando recebi um e-mail da Sivax Cosméticos e Tecnologia, oferecendo uma amostra do Hidrafeet (um hidratante para os pés com colágeno e vitamina E) para teste no blog. Na hora, pensei que eles haviam adivinhado a minha situação, já que estava justamente cogitando a hipótese de pedir a sugestão das amigas blogueiras de algum produto que cuidasse dos meus castigados pezinhos. Topei o desafio de testar o produto, que promete os primeiros resultados em apenas três dias.

As instruções que recebi por e-mail foi para usar o creme à noite, diariamente, colocando uma meia nos pés para dormir. Segui exatamente a recomendação, animada – embora receosa – com a promessa de os primeiros resultados aparecerem logo no terceiro dia. Animada também pelo fato de estarmos no inverno aqui em Salvador e as meias não se tornarem um problema o/, já que aqui é super quente. Mas tudo bem, minha gente, vale a pena o calorzinho nos pés, se é para ficarmos com eles hidratados e bem cuidados. E, no terceiro dia de uso, ao acordar e retirar as meias, assim estavam os pés:

Ponto para o hidratante, que cumpriu sua promessa. Se tem uma coisa que me incomoda bastante é confiar nas promessas de um determinado cosmético e perceber que não passava de uma farsa. Se não conhecem os resultados, melhor não garantir nada ao consumidor. Mas nós sabemos como tudo funciona, com as propagandas predizendo milagres, enfim! Com o Hidrafeet (que bom!) não tive esse problema. Realmente o aspecto dos meus pés melhoraram consideravelmente já nas primeiras aplicações. Olhem a montagem das fotos para confirmar:

Mais evolução nos dias seguintes. Com apenas 15 dias de uso meus pés ficaram perfeitos. Completamente hidratados, sem qualquer sinal de descamação. É só olhar a foto abaixo, para conferir os resultados. Aprovadíssimo! Além dos benefícios práticos, ele tem um cheirinho bem discreto e agradável. A única ressalva que eu tenho é com relação ao tamanho. O frasco tem apenas 35g (o que nos meus pés ressecados renderia cerca de um mês com aplicações diárias). Fica a dica para a marca pensar na possibilidade de colocar no mercado uma versão com quantidade maior, já que é um produto de uso contínuo.

Para quem tiver interesse em adquirir o Hidrafeet, é só acessar o site oficial. Na promoção, duas unidades do produto saem por R$ 44,98, com frete grátis para todo o Brasil. Por fim, gente, segue a montagem comparativa. E me digam se já conheciam o produto e o que acharam da novidade. E da minha parte, pretendo adquirir logo um novo potinho, para nem correr o risco de um novo problema com os pés.

Leia Mais

Para colorir os dias com frescura

Este texto foi especialmente escrito pela jornalista Marcia Gomes para o Conversa de Menina. De uma forma divertida, ela conta sua experiência com a mais nova aquisição ao guarda-roupa, que vocês verão a seguir. Divirtam-se e aproveitem a dica!

Para colorir os dias com frescura

Marcia Gomes*

Dizer que toda mulher tem algum tipo de maluquice não é nada original. Todos sabemos disso. Algumas adoram comer brigadeiro, outras gastam fortunas em salões de cabeleireiro, outras têm mania de comprar relógio. Eu gosto de sapatos, gente. Sapatos e bolsas, é claro. Por que “é claro”? Ora, não sei. Só sei que a minha inconsciente alma feminina julga absolutamente normal e coerente a ideia de adorar (idolatrar) comprar bolsas e sapatos.

Foto: Márcia Gomes

Ficou chateada? Brigou com o namorado? Foi demitida? Passa no shopping, baby, e compra uma bolsa. A vida está sem graça? Ganhou uns quilinhos a mais? Foi traída pelo marido? Compra um parzinho de sapatos, boba, e tudo ficará mais colorido.

Ok, pode parecer loucura. Afinal, o que de fato o sapato e a bolsa têm a ver com algo que está nos faltando? Eu não sei e, confesso, não estou muito preocupada em elucubrar “por onde” é que a bolsa e o sapato pegam e afagam as minhas faltas… só sei que é bom.

Feito isto… fofas e fofos… olhem as fotos dos meus pés… calçados com um tradicional scarpin preto e, delicadamente, ornados com uma delicada rede de renda, também conhecida como “pezinho”.

Foto: Márcia Gomes

Uma colega do trabalho viu as fotos e disse: “Nossa! Que coisa mais veado!” E é! Eu tenho uma alma meio perua, meio veada, meio Paty, meio trekker. No momento, o lado que está gritando é o perua-veada-paty.

A redinha é uma frescura, que empresta um tantinho mais de frescura a um sapato que já deve ser bem fresquinho. Pode ser um scarpin, um sandalião, uma sapatilha, sei lá, invente seu jeito próprio perua de ser. Pra que tanta frescura? As mulheres queimaram os sutiãs, dirigem caminhão, lutam nas guerras, mas ainda gostam de algum tipo de conexão com babados e fru-frus.

É isso, caríssimas e caríssimos. Eis a minha dica de um jeito cor-de-rosa de ser para adoçar nossos dias que nem sempre são coloridos.

* Marcia Gomes é perua, Paty, fresca, trekker, mística e, às vezes, jornalista.

| SERVIÇO | 
As meias das fotos são da Avon, da Revista Moda & Casa, e foram adquiridas por R$ 5,99, cada.

Leia Mais

Calçados ecologicamente corretos da Cervera

Eu gosto de novidades. E gosto quando a novidade é realmente diferenciada e, para completar, ainda mostra preocupação com o meio ambiente. Fiquei encantada com a Cervera, uma loja de acessórios que fabrica calçados com solado e palmilha em juta. Eles são biodegradáveis, não prejudicam a naturea e ainda são super moderninhos e estilosos. A marca tem coleção feminina, masculina e infantil, e ainda produz bolsas muito charmosas.

================================================
>> Acesse o site oficial e veja onde encontrar os modelos
================================================

O trabalho artesanal me agrada bastante, porque sempre tem o toque especial, o carinho, a preocupação com os detalhes. Não que a produção industrial tenha menos valor, não estou fazendo comparações, apenas demonstrando meu apreço pelos trabalhos artesanais. Mas voltando aos calçados Cervera, eles são produzidos com materiais naturais e possuem solado anatômico de juta. De acordo com o material de divulgação, propicia maior ventilação dos pés e a descarga de energia estática acumulada no corpo.

Só em ler os benefícios do calçado apresentados pelo material de divulgação, deu vontade de comprar um par para usufrui-los. Imaginem aí maleabilidade aliada a conforto, além da eliminação da transpiração e a sensação de estar andando descalço? Eu não posso afirmar que tudo isso é verdade, nem que a sensação é realmente essa, afinal nunca experimentei um calçado da marca. De qualquer forma, fica aquela vontadezinha de experimentar, não é? Então, aí embaixo vão uns modelinhos!

Leia Mais

Test Drive: esfoliante para os pés Lumi Spa

Sou fã de esfoliantes. Uso esfoliante para o corpo, para o rosto, para as mãos e para os pés costumeiramente. Eles são ótimos para renovar a pele, porque removem as células mortas e as impurezas.

Particularmente, não fico sem esfoliante em casa e adoro experimentar lançamentos.

Recentemente, recebi da assessoria de comunicação da Lumi Cosméticos o esfoliante para os pés da linha Lumi Spa, que também pode ser utilizado na região dos joelhos e cotovelos.

===============================
>> Veja outros produtos já testados por nossa equipe
===============================

Logo de cara o que me agradou foi o aroma leve de lavanda. O esfoliante tem um cheirinho maravilhoso. Certa vez comprei um esfoliante para os pés que tinha um cheiro terrível. Simplesmente não consegui usar. Tudo bem que ninguém vai sair por aí cheirando nossos pés, mas pra mim é essencial que o produto tenha um cheiro agradável ou, pelo menos, não tenha cheiro.

Pois bem, estou usando o esfoliante há vários dias. Além de cheiroso, ele tem uma fórmula que deixa a pele bem macia. Eu testei tanto nos pés quanto nos cotovelos e joelhos, como consta na indicação do produto. E o resultado foi maravilhoso. A sensação é de hidratação e maciez mesmo. A pele chega a ficar com aquele brilhinho discreto.

Eu segui as instruções do rótulo para aplicar: com a pele seca, fazendo massagens circulares e enxaguando em seguida. Como eu gosto de esfoliar a pele já limpa. Utilizei o produto após o banho, enxaguando as áreas em que coloquei o esfoliante logo depois do uso. Tudo de bom, meninas. Experiemntem e digam o que vocês acharam!

| SERVIÇO |
Esfoliante para os pés 180g
Marca: Lumi Cosméticos
Valor sugerido: R$ 18,00
Onde encontrar: consulte no site

Leia Mais

Sapatinhos confortáveis para fazer um carinho na mamãe

*Texto da jornalista Giovanna Castro

Nesse clima pré-Dia das Mães, já é tempo de pensar em sugestões de presentes para elas. Como eu gosto de sapatos e minha mãe também, divido com vocês algumas sugestões de calçados em diferentes estilos para as mamães mais tradicionais, mais moderninhas, mais ousadas ou mais preocupadas com o conforto. O Conversa de Menina recebeu da Perere, loja especializada no conceito de “Comfort Shoes”, belas sugestões em variadas cores e modelos. A diversidade de preços também atende aos mais variados bolsos. Dá só uma olhada!

Para os pés das mamães, conforto, praticidade e beleza. Adorei a variedade de modelos que atende aos mais diversos estilos de mães, das mais antenadas às mais tradicionais e clássicas

Confiram o serviço:

Loja Pererê

Telefone: (11) 3814-4313

Email: lojaperere@lojaperere.com.br

Endereço: Rua Mourato Coelho, 1407, no bairro da Vila Madalena, em São Paulo

Endereço virtual: www.lojaperere.com.br

Leia Mais

Moranguinho em forma de sapatilha, um mimo!

A nova coleção Baby, da Grendene Kids, traz sapatilhas que são uma gostosura, como a própria personagem que estampa os modelos: a eterna Moranguinho. Feitas em tecido, as sapatilhas têm formato arredondado e estampa em poá que remete à textura dos morangos. Detalhe para o elástico com babadinhos, que além de serem um mimo, proporcionam segurança à pisada da criança.

Onde encontrar: magazines e lojas de calçados em todo o Brasil

Cores disponíveis: vermelha, rosa e lilás

Tamanhos: 17 ao 27

Preço sugerido: R$ 34,99

Leia Mais

Artigo: ”Aprenda a escolher um sapato masculino”

pesCom a proximidade do Dia dos Pais pipocam nas caixas de email dos jornalistas material de divulgação com dicas de presentes, para ajudar os mais indecisos a encontrar um mimo que seja a cara do paizão (aqui você encontra algumas dicas). Não é porque o Conversa de Menina é um blog feminino que vamos relegar os pais ao segundo plano. Eles são importantes e nós abraçamos a campanha da paternidade responsável. Até o fim da semana, aguardem post sobre a história do Dia dos Pais e o que se espera de um pai na contemporaneidade. Por enquanto, aproveitando a data e a correria em busca de um presente ideal, reproduzimos o artigo do ortopedista Fabio Ravaglia, especialista em coluna vertebral e mestre em cirurgia pela Unicamp, que traz dicas sobre o que observar na hora de escolher sapatos para homens. Anatomicamente, lógico, somos bem diferentes dos meninos. Mas, existem outros detalhes na pisada, no peso dos ossos, no formato dos pés, que influenciam bastante. E sapato, enquanto para nós é um acessório para compor aquele visual arrasa-quarteirão, para os médicos significa “olhe onde e como pisa” –  principalmente se desenvolvemos lesões por usar os calçados errados. Confiram:

=======================================

Aprenda a escolher um sapato masculino

*Dr. Fabio Ravaglia

O Dia dos Pais está próximo e comprar um sapato é sempre uma boa opção de presente. Mas como fazer a escolha certa? O que considerar na hora de comprar calçado masculino? Há pessoas que não presenteiam com calçados por medo de errar ou já avisam: “pode trocar”. É fácil escolher o que está na moda, o número, a cor predileta, que esposas e filhos conhecem tão bem. Outros fatores, contudo, devem ser levados em conta. Como médico, acredito que a saúde está sempre em primeiro lugar e a saúde dos pés depende em grande parte da forma como os usamos e dos cuidados que temos com eles. O pé é uma máquina perfeita de sustentação do corpo, fundamental para promover a sua mobilidade, e o calçado pode afetar, positiva ou negativamente, a sua saúde e performance.

Originalmente, o pé humano se desenvolveu para andar descalço. Mas é claro que há séculos, por segurança e higiene, este hábito foi abandonado. Ocorre que a maneira de pisar e o tipo de calçado que usamos influenciam tanto no funcionamento quanto no formato de nossos pés. Muita gente sente dor na sola do pé ou dor no calcanhar — resultado do uso de um calçado inadequado ou da maneira de andar incorreta. Ao entrar em contato com o solo, os pés agem no controle de postura, equilíbrio, apoio, impulsão, absorção de impactos e distribuição do peso corpóreo. O calçado pode mesmo prejudicar a saúde dos pés. O uso contínuo de um calçado inadequado pode gerar até uma fascite plantar, ou seja, uma inflamação na sola do pé.



Calçados macios em toda sua extensão, principalmente na parte lateral do calcanhar, são indicados para quem tem a pisada supinada. Pessoas com os pés pronados devem contar com reforço na parte interna do calcanhar. As pessoas com  pé chato tendem a desenvolver processos inflamatórios como tendinites — por isso recomendo sapatos fechados e bem firmes nos pés, com saltos mais altos que ajudam a curvatura.

Mapa dos músculos dos pés
Mapa dos músculos dos pés

Antes de adquirir um sapato, portanto, é importante saber um pouco mais. A anatomia do pé tem uma estrutura complicada – envolve um conjunto de ossos, juntas, articulações, ligamentos, músculos e tendões, que permite uma enorme série de movimentos. Embora a anatomia seja a mesma, há diferenças de formação. Há pessoas com pés normais, supinados (cavos) ou pronados (chatos) e o mercado dispõe de modelos de sapatos, principalmente de tênis, que são apropriados para cada caso. Tênis ou sapatos não têm a função de corrigir problemas ortopédicos, mas podem adaptar o pé para que o passo fique correto, ou seja, para amenizar as falhas da pisada. Palmilhas também são eficazes em muitos casos. Na pisada supinada, a pessoa confere maior peso no lado externo (pés com muita cava). Na pronada, o peso do corpo está concentrado na parte lateral-interna. Na pisada neutra, característica das pessoas com pés normais, o peso do corpo é distribuído  mais uniformemente nos pés.

Em todos os casos, é importante observar para que o calçado não fique curto demais, comprimindo o pé, ou folgado demais na frente, no peito dos pés, atrás e dos lados, deixando uma folga maior do que a necessária para os dedos ou deixando o pé solto, o que pode causar bolhas ou calos. A folga ideal na frente é de no máximo um centímetro entre o dedão e a ponta (bico) do sapato, permitindo a movimentação dos dedos. Solados de borracha são mais recomendados por evitar escorregões. Saltos largos e estáveis ajudam para que a pisada ocorra com segurança. Os sapatos fechados costumam acomodar melhor os pés. Fivelas e cadarços ajudam a manter o sapato preso aos pés. Nem sempre o elástico é uma boa alternativa, uma vez que pode prejudicar a circulação sanguínea. Hoje, muitos tênis têm amortecedores que impedem que os pés e o corpo absorvam um impacto maior. Eles aliviam a carga que as articulações dos pés e dos joelhos, principalmente, recebem. São responsáveis por evitar problemas, como uma fratura por estresse ou mesmo artroses na região entre a coluna vertebral e a bacia. Flexibilidade da sola, material macio, bico amplo e salto em torno de três centímetros são características básicas de um sapato “saudável”.

Desconforto ou dores articulares ao caminhar, especialmente nos pés e nos joelhos, são sintomas de que algo anda errado. O ideal para tirar a prova dos nove sobre o tipo de pisada é fazer a baropodometria, um exame simples que mapeia a distribuição da carga na sola do pé enquanto a pessoa caminha.

Sapatos inadequados são responsáveis por 90% das doenças dos pés. Ter em mente este fato na hora da compra significa prevenir o incômodo de pisar sentindo dor. Reforço que o calçado certo evita a incidência de dores no joelho, no arco anterior dos pés, joanetes, calos, tendinites, unhas encravadas e danos à coluna. Portanto, não sacrifique os pés em favor da estética. Afinal, ninguém quer dar um presente que cause desconforto, não é mesmo? Feliz Dia dos Pais em 9 de agosto!
 

*Fabio Ravaglia, ortopedista e diretor do Instituto Ortopedia & Saúde

==================

Leia também:

>>Síndrome de Centopeia – ou as mulheres e seus sapatos

==================

Leia Mais