Feliz Páscoa e um breve recesso…

Vou tirar os próximos quatro dias, em que consegui um feriadão inteirinho no trabalho (olha que coisa linda!), para descansar o corpo e as ideias. Como diria Fernando Pessoa “dói viver”, mas a intenção da frase é bem menos melancólica do que parece. Dói porque dá trabalho, porque cansa, porque decisões precisam ser tomadas e escolhas feitas o tempo inteiro. E que graça teria se fosse diferente, não é? Talvez, escreva qualquer coisinha lá no Mar de Histórias, ainda não sei se esse break é só aqui nas mulherices ou se as intelectualices entram também em recesso. Para falar a verdade, estou bem na vibe de assistir muitos filmes e ler romances. Mas não poderia tirar essas “mini-férias” de quatro dias sem desejar uma Páscoa maravilhosa para todos vocês que gentilmente visitam este e os demais blogs onde escrevo. Deixo um poeminha de Cecília, que fala em renovação – palavra que está no espírito da Páscoa – para lembrá-los de sempre começarem de novo, e de novo, e de novo… a cada vez que alguma coisa não sair exatamente como esperam. Muita luz crianças!

“Renova-te.
Renasce em ti mesmo.
Multiplica os teus olhos, para verem mais.
Multiplica-se os teus braços para semeares tudo.
Destrói os olhos que tiverem visto.
Cria outros, para as visões novas.
Destrói os braços que tiverem semeado,
Para se esquecerem de colher.
Sê sempre o mesmo.
Sempre outro. Mas sempre alto.
Sempre longe.
E dentro de tudo.”

(Cecília Meireles)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *