Esfoliante corporal Skin So Soft Mineral Gems Glamorous Gold Avon

Adoro me surpreender positivamente com produtos, principalmente quando eles têm preços baixo. Vim aqui contar sobre a minha última surpresa, com este esfoliante corporal da Avon, o Mineral Gems Glamorous Gold, da linha Skin So Soft. Primeiro, vou dizer o preço, pois a embalagem de 200g me custou menos de R$ 10 em uma promoção da revista.

Agora, vamos ao produto. Ele é um esfoliante que, segundo a Avon “associa o ouro à tecnologia de hidratação silkplex technology TM, promevendo esfoliação e hidratação suaves”.

A esfoliação dele é ótima. Achei, pelo preço, que seria muito ralo, mas não, os grânulos são consistentes na medida certa. Eu uso durante o banho, com a pele úmida, fazendo movimentos circulares, como se estivesse massageando o local. Visualmente, ele tem microbrilhos dourados que dão um toque de riqueza.

Outra coisa boa é o poder de hidratação, pois a pele fica macia depois da esfoliação, como se tivéssemos utilizado um hidratante de banho (a exemplo do hidratante Natura Tododia). Ele faz as duas tarefas simultaneamente, o que é uma maravilha para os dias de pressa.

Apesar disso, eu sempre uso um hidratante depois da esfoliação ou um óleo (costumo usar o Séve, da Natura, qualquer fragrância, ou o Natura Tododia que mencionei acima). No mais, o cheiro é suave, não é a melhor maravilhsa do mundo, mas também não beira o desagradável. E não fica na pele, portanto, não vai “embolar” com o cheiro do sabonete ou perfume.

A notícia ruim é que não tenho visto o produto nas revistas da Avon, o que deve indicar que ele está saindo de linha.

Leia Mais

Hidratante de banho Natura Tododia

Os hidratantes entraram em minha vida há pouco tempo. Sempre fui muito preguiçosa e desligada para os cuidados com o corpo, até que a idade vai chegando e os efeitos de anos de descaso começam a surgir.Sou adepta do ditado do “antes tarde do que nunca”, então hoje estou eu com alguns potinhos em casa e experimentando o que aparece.

Este hidratante de banho da Natura era meu sonho de consumo desde o lançamento. Perdi a promoção da primeira campanha e fiquei esperando uma nova promoção, que nunca veio. Não que ele seja caro (custa R$ 24,50), mas eu sempre achava que se comprasse naquela campanha, na próxima ele viria mais barato. Acabou que nunca comprei.

Ele veio na GlossyBox de outubro, junto com outros produtos da Natura. E fique feliz por estar ali. O que veio pra mim foi o de Frutas Vermelhas, que eu já conhecia o cheiro e adoro. A fórmula dele contém óleos vegetais, proteínas de arroz, cereais e vitaminas E e B5. É pra usá-lo durante o banho e enxaguar.

E o resultado é ótimo. A pele fica com um cheirinho gostoso e suave. Melhor que tudo, hidratada e macia, mas sem ficar oleosa. Eu uso os óleos da Natura no banho e gosto muito. Com relação ao óleo, eu não uso quando vou sair, porque a pele fica mais oleosa. No caso deste hidratante de banho, dá perfeitamente para usá-lo e sair em seguida.

Agora tenho os dois hidratantes para revear. Se vou ficar em casa depois, uso o óleo (qualquer um Séve, da Natura). Se for sair, usarei a partir de hoje o hidratante de banho. Adorei.

================
LEIA TAMBÉM:
>> Sabonete líquido Citrus Verbena L’occitane
>> Hidratantes corporais Nivea Lotion Express e Nivea Milk
>> Redutor de medidas My Silhouette – Nivea
================

Leia Mais

Tonalizante para rosto e corpo Natura Aquarela

Ganhei este tonalizante de minha cunhada, que é consultora da Natura. Ele tem a consistência cremosa e um tom bem dourado, mas que fica discreto na pele. Pouca quantidade dá para espalhar bastante e obter o resultado, que é deixar uns microbrilhos dourados na pele, dando um ar de leve bronze.

Ele também funciona como um iluminador, na maquiagem. Neste caso, basta passar bem pouquinho, que a pele fica com um tom bronze e ar saudável. Experimentei também nas pernas e gostei bastante, já que minhas pernas são bem branquelinhas. Deu um ar todo chique e rico! Outra possibilidade é utilizar na região do colo, à noite. Fica super bonito! Ah, a cor do meu é a 02.

Ele custa cerca de R$ 27,00. Não é um produto indispensável, mas pode resolver quando estamos em busca de um efeito imediato! Tirei a foto com flash, para mostrar os brilhinhos.

Já usaram, meninas? Conhecem o produto?

Leia Mais

Test Drive: Redutor de medidas My Silhouette – Nivea

*Texto e teste realizado pela jornalista Andreia Santana

Experimentei mais dois produtos disponíveis no mercado que prometem combater celulite e reduzir medidas: O My Silhouette Gel-Creme Redutor e Remodelador e o bye-bye Celulite Redutor Gel-Greme. Ambos são da Nívea, vendem em qualquer farmácia e custam bem menos do que outros bons produtos que uso, o Cellu-Shape, da Mary Kay; e o Sérum Bio-Redutor Chronos, da Natura (falei deles neste post). Publicarei a resenha sobre cada um em posts separados, em sequência, para não ficar muito cansativo. Hoje, entra no ar o teste com o My Silhouette. E amanhã, com o bye-bye Celulite. Como é regra no Test Drive, revelo a procedência dos produtos: ambos foram investimentos pessoais.

My Silhouette Gel-Creme Redutor e Remodelador:

Este produto promete reduzir medidas e remodelar a silhueta. Como o nome já diz, tem consistência gel-creme, a cor do gel é verde e na fórmula contém chá branco, que tem propriedades que ajudam a reduzir acúmulos de gordura no organismo (sempre bebo chá branco ou seu irmão, o chá verde, para eliminar toxinas); e extrato de anis, que ajuda no aumento da produção de colágeno. A Nivea, no cartucho, diz que “após oito semanas de uso o produto terá reduzido 3 cm na região da barriga, coxas e quadril. Os primeiros resultados aparecerão em quatro semanas e a pele fica visivelmente mais tonificada e elástica”.

Usei o My Silhouette por oito semanas (dois meses), conforme orientação da marca. Nesse período, não notei a perda dos 3 cm  – tirei as medidas para acompanhar -, mas de fato, a pele ficou mais tonificada e elástica. Mais uma vez, constato que nenhum redutor de medidas faz milagres, apenas é complementar. Uns ajudam mais, outros menos, e tem ainda os que são pura enganação, o que não é o caso deste. Já disse isso em testes anteriores e repito, sem mudar a alimentação e sem fazer atividade física, a prometida redução de medidas será muito sutil, até porque, os produtos geralmente são de uso externo, atuam nas camadas superficiais da pele e não na musculatura. Redesenhar o corpo, literalmente, requer muito exercício e disciplina ou então, uma visita ao cirurgião plástico (o que pessoalmente não pretendo fazer).

O que notei de positivo no My Silhouette: o preço, logo de saída (custa em média R$ 35,00), o cheiro, que é muito suave e agradável. Cheiro para mim é fator essencial em um produto, ainda mais em um de usar no corpo. Esse não entra em conflito com perfume e nem com o hidratante. O ideal é usar duas vezes, antes de dormir, e de manhã (antes de ir para a academia, por exemplo). A absorção é ótima, basta espalhar o gel na região do corpo desejada (barriga, glúteos, coxa ou quadril) e massagear alguns minutos. A pele absorve tudo, não mancha roupas e nem fica derretendo com o suor da malhação. Usei antes de ir para meu alongamento matinal, sendo que sempre faço meia hora de esteira antes dessa aula, e o produto resistiu lindamente, nem parecia que tinha usado.

O gel-creme da Nívea tonifica a pele, como prometido, deixa bem macia, com toque acetinado (com o uso diário) e dá aquele viço de cuidado e que por sua vez, torna os contornos do corpo mais suavizados (talvez venha daí a promessa em redefinir a silhueta). Boa parte dos redutores age exatamente assim. Mas recomendo que ao usar, faça massagem na região de aplicação. De preferência, se tiver tempo, daquele tipo de massagem que parece que estamos amassando farinha para fazer pão (drenagem linfática). Massagem sim, é um santo remédio! Além de relaxar, ajuda contra retenção de líquidos. Automassagem, por sua vez, é ótimo contra estresse.

No fim das contas, em escala de zero a dez, dou uma nota 7 digna para o produto.

*Andreia Santana, 37 anos, jornalista, natural de Salvador e aspirante a escritora. Fundou o blog Conversa de Menina em dezembro de 2008, junto com Alane Virgínia, e deixou o projeto em 20/09/2011, para dedicar-se aos projetos pessoais em literatura.

Leia Mais

SOS Carnaval: dicas para arrasar no look e na atitude

O Carnaval em Salvador começa, extra-oficialmente, na próxima quinta-feira, embora a cidade já viva “dias de Momo” desde o começo do Verão. Para ajudar quem está atrás de uma inspiração para compor o look da folia, listei algumas dicas de maquiagem e figurino enviadas ao blog por marcas e make up artists que trabalham propostas diferentes, do nude ao clássico, passando pela funny make (assim dá para atender todos os gostos). Além disso, no final do post, enumero algumas recomendações do Instituto Kaplan para a prevenção da AIDS e das DSTs (doenças sexualmente transmissíveis) durante a semana de “Carnevale“. Tá bem grandinho, mas como é um SOS, para facilitar, dividi por temas:

Divirtam-se, aproveitem as dicas e curtam o espírito de liberação da festa com sabedoria!

Vá de Lady Gaga

MUITO GLITTER COM DAILUS COLOR
A maquiagem é um item indispensável para dar um up  no rosto e deixar todo mundo mais colorido na avenida ou em bailes carnavalescos. Muito glitter, sombra neon e gloss são as opções da marca de cosméticos Dailus Color. A linha Glitter, por exemplo, com brilho intenso e textura fina, pode ser aplicado no rosto e no corpo. São oito cores diferentes que ajudam no momento de compor o visual mais irreverente. Para ressaltar o olhar dentro do espírito da festa, a pedida são as sombras flúor, que garantem um look contemporâneo. É importante ainda usar um fixador de sombra. O glitter também dá maior aderência e fixa de maneira uniforme, evitando que a sombra saia com o passar das horas. Complete a maquiagem com o Gloss Labial Shine, com perolas refletoras de luz. A maquiadora oficial da Dailus Color, Mirian Costa, dá uma dica importante para o dia seguinte: “A maquiagem no Carnaval é essencial para a diversão, mas nada de dormir com a maquiagem, é fundamental limpar bem a pele antes de dormir para não entupir os poros e deixar a pele com aspecto cansado e envelhecido” . Mais informações através do site www.dailus.com.br.

BELEZA NATURAL INDICA FLORES NOS CACHOS
Adriana Lobão, coordenadora técnica das cabeleireiras do Instituto Beleza Natural, sugere que as foliãs apostem em sombras em tons fortes como pink, amarelo, laranja, azul, turquesa e limão. A maquiagem neon, porém, deve ser usada com cuidado para não carregar o look.  Ela segue a tendência do equilibrio entre os contrastes, por exemplo, se você preferir destacar mais os olhos, indica evitar batons de cores vibrantes. “A melhor opção neste caso é o batom nude”, destaca Adriana. Nos cabelos, a tendência é usar flores ou headband para alegrar o visual. Outra opção são as tranças ou coques que também podem ser incrementados com as flores de tecido. Caso opte pelas tranças, use gel nos fios secos para fixar o penteado. Quem tem cabelo crespo ou ondulado e deseja deixá-lo solto na avenida, deve reforçar o uso de creme de pentear para definir os cachos, ensina.

PASSO A PASSO DE CARNAVAL COM NATÁLIA ANTUNES
A make up artist oficial da LUMI Cosméticos indica um passo a passo simples e com efeito sofisticado para os dias de folia, usando produtos da marca. Vai na mesma linha do BN, de olho tudo e boca nada, mas o olho não é colorido para constratar. A dica da make é para festa glamourosa:
1- Prepare a pele com base cremosa, corretivo e pó.
2- O blush  usado nessa make é o Verão Bronze.
3- Nos olhos, com a cor Marrom Siena, do Duo de Sombras, marque toda a pálpebra superior fazendo uma diagonal para dar o efeito mais puxado.
4- Com a Sombra Sol, do Duo, ilumine o canto interno dos olhos e sobre a Sombra Sol aplique a Sombra Brilho Dourada.
5- Use a sombra Bronze do Duo para iluminar embaixo das sobrancelhas.
6- Esfume o canto externo dos olhos com a cor Preta também do Duo de sombras.
7- Aplique o Delineador Preto em todo contorno dos olhos e capriche nas camadas de Máscara para Cílios Alongadora e à Prova d`água.
8- Nos lábios aplique o Brilho Labial Rosa Bailarina.
9- Faça uma trança nos cabeços a arrase no Carnaval!

Para saber detalhes dos produtos, acesse o site www.lumicosmeticos.com.br ou ligue no SAC da marca: (11) 3246 4664

LOOKS DA LIMITS PARA A FOLIA MASCULINA

A bermuda é a peça preferida dos homens para compor o visual e se diferenciar no mar de camisetas de camarotes e abadás de blocos no Carnaval. Em promoção nas lojas da Limits, as bermudas ganham novas propostas e releituras em tecidos leves e formas que priorizam o conforto, não aquecem e dão maior liberdade aos movimentos. Nas lojas da marca carioca no Shopping Iguatemi e Salvador Shopping, as bermudas ganham descontos progressivos: 10% na compra de uma peça; 20% em duas peças, 30% em três peças e 40% em quatro peças. Na linha surf, os preços reais vão de R$139,00 a R$159,00; nos modelos cargo os valores vão de R$179,00 a R$269,00; e as de surf sarja R$209.00.  Na linha surf, as bermudas ganham listras e estampas geométricas em tecidos acqualight que respiram e secam rápido. Já na linha Cargo, as bermudas são criadas com puro algodão, ganham bolsos utilitários e cores modernas. Para combinar com as bermudas, a Limits apresenta na sua coleção camisetas e regatas confortáveis e com estampas exclusivas, além de batas e camisas em tecidos leves e fluidos. Fechando as dicas, tênis, que também estão em promoção nas lojas da marca, com peças em diversas cores e modelos.

ROUPAS LEVES SÃO AS SUGESTÕES DA BRIX

A marca catarinense Brix traz diversas opções para quem quer curtir os dias de Carnaval, na avenida ou numa viagem de descanso durante o feriadão, sem perder o estilo. O clima quente e o agito da comemoração pedem roupas leves e super coloridas. A coleção de Verão 2011 da Brix oferece peças estampadas, lisas, com detalhes… É forte a presença do jeans e das cores alegres e vibrantes para homens e mulheres. Para os homens, as bermudas cargo em sarja de algodão, com bolsos laterais, nos tons preto, cinza, marrom ou estampa em xadrez são excelentes para aproveitar o dia-a-dia e o período de folia. Pólos listradas, camisetas com corte em V ou arredondado em tons de rosa, salmão, azul, cinza, branco e preto são as apostas da Brix. O portfólio feminino é composto por diversos modelos de shorts e saias. Seguindo as tendências, o jeans vem nas versões rasgadinho, com barra dobrada, boyfriend, cintura alta e algumas peças em sarja. Em cores fortes e vibrantes, como pink, azul e verde, há regatas e batinhas estilosas e versáteis. Vestidos curtos, tomara que caia, com mangas, lisos ou estampados completam as alternativas para festas privadas.
E para saber onde encontrar as peças, ligue no SAC BRIX: (11) 3073-1066

BERMUDA E SANDÁLIA, COMBINAÇÃO PERFEITA DA TIMBERLAND

A sugestão da Timberland é muito conforto para agüentar o pique dos dias de folia. A marca separou opções de sandálias outdoor e bermudas para serem usadas tanto de dia quanto à noite, na praia, campo ou atrás do trio. As bermudas de corte reto ou cargo, de sarja nas lavagens estonada, estão descoladas e ganham destaque na cores branca, areia, caqui escuro, azul marinho e cinza escuro. Já as famosas sandálias outdoor da marca, chegam nos modelos Nekkol e Trailray, que possuem diversas tecnologias que ajudam em atividades ao ar livre e também para o dia a dia, como palmilha anatômica em EVA para conforto dos pés, três pontos de ajuste em velcro e forração interna de neoprene. Apenas para os homens, o modelo River Dog, se diferencia pelo cabedal confeccionado em couro sintético, que não retém água. Todos as sandálias têm solado em borracha com tecnologia BSFP, o que aumenta a segurança e performance em terrenos acidentados ou molhados. Para detalhes e saber pontos de vendas visite o site www.timberland.com.br.

FANTASIAS PARA OS PETITS VIA CHICLETARIA

As opções de fantasias infantis da Chicletaria Moda Infantil para os petits que vestem até o numero oito incluem princesa, pirata, palhaço e até uma joaninha. As fantasias também possuem sapatos e acessórios, que são vendidos a parte. Os preços variam R$ 85 a R$ 170. E para saber detalhes e ver outros modelos, acessem o site www.chicletaria.com.br.

MAKE ALEGRE E DIVERTIDA É A APOSTA DE O BOTICÁRIO

O make up artist Sadi Consati, consultor da linha Intense, de O Boticário, dá dicas de cores intensas para brincar na rua e nos salões. Azul, roxo, vermelho e pink são os destaques da produção. “A maquiagem para o Carnaval pede uma intensidade de cores maior que o habitual. Minhas apostas são os olhos coloridos com azul e roxo dividindo a atenção com a boca vermelha ou pink. Você pode brincar com as cores da make sem ficar ‘over’. Tipo tudo ao mesmo tempo agora.”, define. Abaixo, um passo a passo do look criado por Sadi:

Para iniciar, faça uma preparação suave da pele com base, corretivo e pó.

Passo 1 (olhos fechados)

Aplique a sombra Cor 27 (roxa) em toda a pálpebra móvel, esfumando de dentro para fora e de baixo para cima até o côncavo. Deixe mais suave no côncavo do que na base dos cílios.

Passo 2 (olhos fechados)

Esfume com pincel de cerdas a sombra Cor 35 (azul) nos cantos externos dos olhos fazendo um ‘<’ ‘>’ de fora para dentro. Aplique a Máscara Para Cílios à Prova d’Água Preta na parte superior dos olhos e depois coloque cílios postiços. Faça um risco bem fino com Lápis Preto Cor 1 na base dos cílios.

Passo 3 (olhos abertos)

Na parte inferior, por fora (abaixo dos cílios, na pele) esfume com pincel de cerdas umedecido na água, a sombra Cor 35 (azul) de fora para dentro e a Cor 27 (roxo) de dentro para fora. Finalize com a Máscara Para Cílios à Prova d’Água Preta.

Passo 4 (rosto)

Nas maçãs do rosto esfume o blush Cor 1 (rosado) subindo com movimentos circulares em direção às têmporas. Faça uma aplicação suave, apenas para dar um ar de saúde. Para finalizar essa make super colorida aplique o batom Cor 27, um vermelho com fundo rosa/pink.

No site de O Boticário www.boticario.com.br, há o vídeo do passo a passo do look de Carnaval, bem como os nomes dos produtos usados, preços e tal. Mais informações podem ainda ser obtidas pelo telefone do Centro de Relacionamento com o Cliente O Boticário – 0800-413011 (chamada gratuita).

ALERTA SOBRE A RESPONSABILIDADE SEXUAL:

E depois da seleção de truques e beleza e dicas de adereços e adornos para o corpo durante o Carnaval, publico também as orientações do Instituto Kaplan, que lança um alerta aos jovens para que se previnam e tenham responsabilidade na hora da relação sexual. O Instituto, fundado desde 1991, oferece serviços de orientação e capacitação para adolescentes, jovens, educadores e profissionais que lidam com educação sexual. Além do uso da camisinha, que é o método mais eficaz na prevenção de doenças sexualmente transmissíveis e de uma gravidez indesejável, a diretora do Instituto Kaplan, Maria Helena Vilela, dá alertas sobre cuidados que não devem ser esquecidos durante a festa:

– “Nunca delegue o cuidado com o seu corpo. O corpo só tem um dono, e este é você. Quando você delega, o outro pode não priorizar os seus interesses;
– Só se previne quem tem convicção dessa necessidade. Busque informações sobre razões para se prevenir, sexualidade, prevenção, DST/Aids e métodos contraceptivos;
– Não faça qualquer negócio sexual no Carnaval. A auto-estima da mulher está condicionada a sua capacidade de despertar o interesse nos homens, principalmente, em festas como o Carnaval. Se achar que está invisível para os homens, mesmo assim, não faça nenhum acordo que possa te colocar em risco;
– Antes de cair na folia escreva uma lista com os nomes das pessoas que você considera importantes e que te amam. Isto ajudará você a não esquecer que é amada;
– Sei que é difícil, mas se for transar não beba. A bebida atrapalha o prazer e faz você esquecer seus limites;
– Nunca negocie o uso da camisinha na hora da transa. O tesão embriaga e lhe deixa entregue a sorte, ou azar!
– Conheçam a camisinha feminina. Ela é uma opção e já existem modelos mais simples que facilitam a colocação;
– Na falta da camisinha, você não precisa abrir mão do prazer sexual. O casal pode realizar práticas sexuais que não sejam de risco, como a masturbação simultânea entre os parceiros;
– Existem camisinhas de vários tipos e qualidades. Portanto, sempre haverá uma que se adeque a você;
– Sexo é uma brincadeira de verdade. Quando a gente se machuca, a cicatriz fica para sempre”.

Leia Mais

Test Drive: três produtos contra celulite

*Texto e teste feito por Andreia Santana

Passei os últimos três meses testando produtos de três marcas diferentes contra a celulite. Sim, eu tenho. E você provavelmente também tem! Até porque, 99,9% das mulheres têm, em maior ou menor grau. E isso nos preocupa. Por mais intelectualizada, descolada, desapegada e antenada que seja uma mulher, celulite incomoda, ponto. Admito ser gordinha, não tenho trauma com meu manequim G assumido, mas confesso que olho muito atravessado para celulites.

A imagem é do blog My Diary Light.

Definindo a criatura: Segundo o portal Banco de Saúde, a dita cuja que chamamos celulite é o aparecimento de ondulações na pele – geralmente glúteos, coxa, braços, abdomen e nuca – poh, na nuca, velho! -, que dão a esta um aspecto de casca de laranja ou de colchão. É causada por alterações no tecido gorduroso e na microcirculação e tem causas que tanto podem ser a predisposição genética (mamãe tem, você também!) quanto desequilíbrio hormonal, passando ainda pela alimentação toda errada da nossa vida contemporânea e sedentarismo (horas sentada diante de um computador não faz nada bem à beleza das pernas meninas).

O Test Drive – Eis os produtos que testei – Kit Cellu-Shape Timewise (Mary Kay), Laser Shape Gel/Loção (Renew – Avon) e Sérum Bio-redutor Chronos (Natura). Todos foram investimento pessoal. Conforme as regras do Test Drive de sempre avisar a procedência do material, dessa vez não veio de nenhuma assessoria das marcas, mas do meu bolsinho. Não que os produtos enviados me impeçam de ser crítica (sou uma pessoa crítica por natureza). E sou consumidora antes de qualquer coisa, mas acredito – e as outras blogueiras do Conversa também – que fica mais transparente explicar a origem das coisas.

Para manter o nível de exposição compatível com minha reputação de pessoa discreta, não vou mostrar as pernas por aqui. É blog, requer uma certa dose de exposição, mas daí a virar reality show tem limites que não costumo ultrapassar.

E agora, vamos ao que interessa, as opiniões para cada um dos produtos, na ordem de uso:

Kit Cellu-Shape Timewise (Mary Kay) – O Sistema Modelador Cellu-Shape inclui uma loção diurna de alto poder hidratante (a pele fica de bebê de tão macia!) e um gel noturno para massagear as áreas afetadas pela celulite, que promete ajudar o sistema de sustentação da pele a segurar tudo no lugar. E segura! O investimento – que a depender do ponto de vista, é salgadinho – valeu a pena, no meu caso, porque não promete milagres, mas faz maravilhas. Com uma semana de uso, notei a pele macia e reluzente, agradável ao toque e mais uniforme. O gel noturno, quando massageado nas coxas e abdomen (é onde se concentra minha celulite e foi onde testei), provoca um aquecimento moderado nas regiões massageadas. Com três semanas, notei que a pele estava super hidratada e os sinais visiveis da celulite tinham sido atenuados de modo muito satisfatório. O hidratante, usei também nos braços. Essa loção não é do tipo melequenta e a pele fica com uma consistência aveludada e com viço, rejuvenescida. Ajudou ainda a diminuir as manchinhas de sol, porque deu uma clareada (iluminada na pele) e também atenuou a aparência de vasinhos (aquelas veias pequenas) nas coxas. Acredito que o ato de massagear diariamente também tenha contribuido para melhorar a microcirculação nas áreas afetadas pela celulite e para quebrar as cadeias de gordura que alimentam a infame.  Testado e aprovado! E para quem quiser investir, o Kit custa R$ 169,00. Tenho consultora MK, mas quem não tiver, clica aqui.

Laser Shape Gel/Loção (Renew – Avon) Esse produto foi o que menos me impressionou, dos três usados. Fiquei frustrada, porque tinha muita expectativa nele. Sou consumidora da Avon há anos e gosto de vários produtos da marca, inclusive já testei alguns aqui no blog e vivo informando os lançamentos na sessão Curtinhas, mas o Laser Shape me prometeu mais do que podia cumprir. Para começar, achei a embalagem pouco prática. A ideia de fazer bisnaga dupla, com o creme e o gel saindo por aberturas diferentes, simultaneamente, se revelou um transtorno quando o produto chegou ao fim. Sobrou mais gel do que loção e o gel sozinho não é eficaz. Conversando com Alane, que também testou – compramos juntas os nossos produtos – a percepção dela foi bem parecida com a minha. O produto é ótimo para disfarçar a celulite, mas deixa a desejar no quesito tratar, que é o que de fato nos interessa. O creme tem partículas de brilho muito sutis, que quando massageadas na pele, atuam como aquele velho truque de maquiagem, de difusão da luz. Ou seja, desvia o foco do problema, iluminando outras áreas. Claro que, iluminando e hidratando, já reduz “visivelmente” a celulite, mas reduzir “visivelmente” não quer dizer que ela não está ali. No fim das contas, para uma emergência (tipo botar uma mini-saia para um evento ou fazer uma foto de modelete), pode atuar como uma “maquiagem” da celulite, dando a impressão de que a pele é mais lisa do que de fato é. O gel, que no início da aplicação é gostosamente geladinho, quando espalhado na pele, me deu uma sensação de grude, como se a coxa tivesse sido envolvida em filme plástico. Para quem quiser testar e tirar as próprias conclusões, o valor do produto varia de R$ 70 a R$ 60 reais, mas já vi campanhas nos folhetos Avon em que ele sai até por R$ 37,90. Eis o folheto virtual.

Sérum Bio-redutor Chronos (Natura) – Esse produto me impressionou tanto quanto o Cellu-Shape e se mostrou igualmente eficaz no quesito tratamento da celulite. A vantagem desse bio-redutor da Natura é que ele tem um cheiro suave, que não entra em conflito com nenhum outro produto que esteja usando, como perfume. Além de manter a pele bem hidratada, dos três, foi o que percebi com mais nitidez os benefícios de bio-redução. Visivelmente, a circunferência das coxas e do abdomen reduziu. Na fita métrica, foram 2cm embora! Não é lindo? Além disso, assim como o Cellu-Shape, a hidratação dura horas. Sempre uso os produtos de manhã, antes de sair – secagem super rápida, cobertura matificada e nada de meleca antes de vestir a roupa para trabalhar – e também antes de dormir. Ao acordar, notava que a pele conservava o toque avelulado e o aspecto viçoso, como se tivesse acabado de aplicar. Diariamente, percebi a melhora do aspecto geral da pele e também da sua elasticidade e firmeza. O produto promete, e cumpre na medida do possível para um tratamento cosmético, quebrar moléculas de gordura e impedir o acúmulo de novas. Ou seja, com o uso constante, não só serve para tratar como para prevenir a celulite. Esse, já adotei no dia-a-dia e pretendo revezá-lo com o Cellu-Shape. Para quem quiser testar, custa R$ 89,00 a embalagem de 100ml e R$ 71,20 o refil. Mas comprei os dois juntos por R$ 129,00, numa promoção que a revista Naturacostuma fazer. As duas embalagens, 200ml, dá para usar por um mês, tranquilamente.

Pretendo testar outros produtos contra celulite, de outras marcas. Posto aqui os resultados quando fizer os testes. Além disso, vale sempre ressaltar que além da atuação dos produtos descritos acima, o ato de massagear as coxas e o abdomen na aplicação, com movimentos circulares e ascendentes (para cima) ajuda muito na absorção e também na melhora da circulação sanguínea, potencializando o tratamento. Então, não basta aplicar, tem de massagear mesmo, com vontade! Outra coisinha importante é que, nenhum gel, creme ou loção, sozinho, vai fazer milagres contra sua celulite. É preciso cuidar da alimentação (refrigerantes e doces são inimigos das coxas bonitas, moças!) e também fazer atividade física regular. Ao ficar horas na frente do PC, inclusive, lembrem de fazer intervalos e dar uma caminhada, esticar e movimentar as pernas, para ajudar na circulação.

Quem quiser comentar suas impressões, caso tenha usado algum dos produtos citados, ou mesmo me indicar novas marcas para testar, a caixa de comentários do post é de vocês!

*Andreia Santana, 37 anos, jornalista, natural de Salvador e aspirante a escritora. Fundou o blog Conversa de Menina em dezembro de 2008, junto com Alane Virgínia, e deixou o projeto em 20/09/2011, para dedicar-se aos projetos pessoais em literatura.

Leia Mais

Mais mulheres refletindo sobre o machismo – e o racismo – subliminares

*Texto e reflexões de Andreia Santana

Publiquei recentemente lá no meu blog pessoal, o Mar de Histórias, uma resenha sobre a biografia de Lélia Gonzalez, lançada pelo Selo Negro Editorial. Na obra, os autores, Alex Ratts e Flavia Mateus Rios, reconstituem a vida da militância acadêmica, política e social dessa intelectual negra brasileira muito atuante entre os anos 70 e 90, co-fundadora do Movimento Negro Unificado, feminista, politizada, mas com uma capacidade ímpar de manter o foco no ser humano e nos seus paradoxos, sobretudo nas questões raciais (aqui vocês leem a resenha e ficam sabendo mais sobre o livro).

Lélia Gonzalez

Essa semana, pelas estatísticas do Google, vi que um texto meu, escrito em março de 2009 aqui no Conversa, relembrando bell hooks e minhas aulas como ex-aluna especial do mestrado em Letras na UFBA, foi citado por uma blogueira carioca, ex-aluna do famoso colégio Pedro II e bacharel em História, autora do blog …ou barbárie, uma mistura de diário pessoal e acadêmico que ainda estou explorando, mas que à primeira vista, agradou pela força das palavras da autora. A blogueira, num texto sobre a nova campanha publicitária da cerveja Devassa, que viu numa revista carioca, refletia sobre a redução das mulheres, sobretudo às negras, ao corpo (aqui vocês leem o post dela).

Qual a relação de uma coisa com a outra? Bem, é que lendo a biografia da Lélia, vi que muito do que ela refletia – dos paradoxos da questão racial brasileira – tem muita ligação com o texto da autora de …ou barbárie. Sendo que, como Lélia morreu há 16 anos (em 1994), a sensação de que pouca coisa mudou de lá para cá me frustra. Ao mesmo tempo, ver uma pessoa muito mais jovem manter tanto as ideias de Lélia quanto as de bell hooks vivas e sendo discutidas, dá o conforto de acreditar que ainda resta esperança e que campanhas publicitárias machistas e reducionistas como a dessa marca de cerveja tem sobrevida contada…e o tempo está acabando.

bell hooks

Fiz um teste. Busquei no Google referências a “campanha da cerveja Devassa”. Surgiram dezenas de links para uma polêmica envolvendo peça estrelada pela socialite norte-americana Paris Hilton, em março deste ano. Nenhuma referência a uma possível polêmica sobre a campanha denunciada pelo …ou barbárie agora em dezembro. A peça publicitária com Paris, “Bem Loura”, entrou fácil na mira do Conar (ao menos segundo reportagem publicada aqui no site de O Globo). Na campanha nova, a que ainda não está na mira dos órgãos reguladores da propaganda no país, uma modelo negra, com o estereótipo da “mulata Sargenteli”, aparece em pose sensual. Logo abaixo, a frase: “é pelo corpo que se reconhece a verdadeira negra”.

Paris Hilton em campanha da "Bem Loura"

Acredito que o bom entendedor não precisaria mais do que as meias-palavras do parágrafo acima. Mas em se tratando de machismo e de racismo, meias-palavras nunca bastam. O machismo atinge todas as mulheres, é fato, independente da cor da pele, da grossura do fio do cabelo, da conta bancária. E para manifestar-se, independe de gênero e orientação sexual. Lógico que, aquelas mulheres mais bem nascidas podem sentir menos os efeitos do machismo – fruto de toda uma construção ideológica e cultural de no mínimo dois mil anos -, porque possuem outros mecanismos de defesa. Mas prova de que o machismo é universal é a polêmica envolvendo a loirissima e riquíssima herdeira da cadeia de hoteis Hilton. E por favor, quem quiser tentar me convencer de que a foto acima não é machista, poupe o trabalho, porque como dizia a boa e velha Lélia, minha cabeça já está feita para a questão da relação masculina com o corpo feminino.

Mas, o racismo, esse manifesta-se majoritariamente tendo como alvo as mulheres negras e os estereótipos tão arraigados que se construíram a partir da redução do negro ao corpo. A autora de …ou barbárie filosofa sobre essa questão tendo por base estudos de mulheres como bell hooks e Lélia Gonzalez. Não digo com isso que mulheres índias não sofram preconceito (e é sempre bom lembrar que os portugueses chamavam aos índios de “negros da terra” durante a colonização). Resumo da ópera: o machismo e o racismo vão atuar juntos quando falarmos de mulheres não-brancas.

Reprodução da campanha da Devassa publicada em revista de grande circulação. A imagem é do blog ...ou barbárie

Lélia Gonzalez, que mesmo sendo feminista tinha uma leitura crítica do movimento, costumava sempre lembrar que a questão da mulher negra demorou para ser percebida pelas feministas não-negras. Isso porque, é muito fácil defender bandeiras pelos direitos das mulheres, mas a coisa se complica por exemplo quando a mesma mulher feminista mantém na cozinha de sua casa uma mulher negra que, só pela condição social mais baixa já está sofrendo opressão e nesse caso, não só masculina, mas da patroa branca também. É paradoxal e só agora tanto os movimentos feministas quanto aqueles de militância em prol da causa negra começam a acordar para a situação.

A questão é que o racismo tem nuances muito mais sutis do que o machismo, ao menos no Brasil. Por aqui, graças a nossa herança ibérica, sabemos bem que o homem brasileiro – ampliando as fronteiras – o homem latino – é machista na essência. Em maior ou menor grau, variando desde o agressor de mulheres até o carinha descolado que diz ter muitas amigas, mas empomba com “coisinhas” como o tamanho da saia da namorada ou o fato dela querer andar com os cabelos cortados a la joãozinho, “porque mulher para ser mulher precisa ter madeixas de madalena”. Ou então, que apesar de defender o comportamento liberal das mulheres em relação ao sexo, não se furta a jogar pedra nas elisas e geyses da vida. Sendo que aqui nesse setor: o das “vagabundas x moças de respeito”, o machismo também é feminino.

Sargenteli e as mulatas

Com o racismo, a sutiliza ocorre porque quando não é abertamente praticado por entidades que rezam na cartilha da ku klux klan, ele se manifesta veladamente na política de “democracia racial feliz e contente” vendida pelos órgãos de turismo como ideal de Brasil, herança do Estado Novo. Sob o mito da democracia racial, defendem alguns estudiosos da questão no país, esconde-se uma política de anulamento – ou atenuação – da negritude. A “morena brasileira” é sinônimo de mulher caliente, gostosona, permissiva e não-100% negra, leia-se, não inferiorizada. Outros estudiosos mostram o lado oculto da moeda, que a democracia racial que “amorena” o Brasil, também pratica a aniquilação – ou atenuação – da branquitude. Com certeza toda moeda tem dois lados e toda questão tem centenas, mas aqui falamos de opressão e sabemos que no nosso país, quanto mais tinta na pele, maior o grau dela. Os mestiços, como eu mesma, ficamos no centro da fogueira e tentamos encontrar nosso lugar entre dois mundos em colisão. E aqui, vale lembrar, embora o foco do post sejam as mulheres, os homens negros também sofrem tanto o preconceito quanto a redução de sua essência ao corpo e ao mito do negão bem dotado e fogoso. Sem contudo, deixar de ser machista e de em nome da supremacia do macho, oprimir as mulheres negras. Já viram que é tema pra muita conversa não é?

Tia Anastácia e a patroa, dona Benta

Mas, o que quero dizer com este post enorme é que essas questões raciais e de sexo permeiam, via discursos subliminares e entrelinhas, campanhas publicitárias como essa da cerveja, em que tanto a figura da mulher (do feminino) quanto a da negra são reduzidas ao corpo e ao instinto sexual (a serpente do paraíso, aquela que tenta Eva e que leva Adão a perder o juízo). O senso comum acaba deixando de refletir a respeito das propagandas, das novelas, da complexidade de relações entre a patroa e a empregada, porque dá muito trabalho cavar fundo sob tantas camadas, então, a educação formal e aquela recebida em casa, na rua, na comunidade, continuam disseminando esses discursos velados.

Mas, é preciso cavar e debater todos os ângulos desse prisma, esmiuçar e compreender, porque só assim, quando, como dizem os militantes, houver uma “tomada de consciência coletiva”, é que poderemos finalmente usar tanto a bandeira de democracia racial (num país que aceita todas as cores e que não tenta diluir) quanto de gênero (numa aceitação não apenas do macho e fêmea normativos, mas das orientações sexuais que fogem à regra). Folgo em saber que mais gente, como essa blogueira do …ou barbárie, mantém a chama do debate permanentemente acesa.

*Andreia Santana, 37 anos, jornalista, natural de Salvador e aspirante a escritora. Fundou o blog Conversa de Menina em dezembro de 2008, junto com Alane Virgínia, e deixou o projeto em 20/09/2011, para dedicar-se aos projetos pessoais em literatura.

Leia Mais

Maquiagem para as pernas. Alguém indica?

Meninas, vocês já usaram algum tipo de maquiagem para as pernas? Aqueles cremes que prometem disfarçar imperfeições, dando um leve bronzeado ao tom da pele? Estes dias tive vontade de comprar um produto do gênero, mas estou bem receosa de que a pele fique grudenta o dia inteiro ou coisa do gênero. Se alguém tiver indicação de um destes produtos, dizendo o que achou, aceito a dica.

E aproveito para registrar que a DeMillus D lançou a sua maquiagem para as pernas, que promete dar um toque bronzeado à pele, além de disfarçar veias, varizes, manchas e estrias. Segundo o material de divulgação, o produto tem secagem rápida e é resistente à água. O preço do spray de 160ml é R$ 20, e o da bisnaga de 60g é R$ 12. Mais informações, no site oficial da marca.

Leia Mais

Akakia lança fragrância morango silvestre

A Akakia acaba de lançar no mercado a fragrância morango silvestre para os produtos da linha artística da marca. Tem sabonete líquido (R$ 19,90), esfoliante hidratante corporal (R$ 21,90), loção hidratante corporal (R$ 24,90) e body splash (R$ 24,90).

As fragrâncias da linha são inspiradas no movimento Pop Art. Eu confesso a vocês que só em ler a notícia no e-mail já me veio aquele cheirinho gostoso da fruta. Para saber mais informações e como adquirir os produtos da Akakia, basta acessar o site oficial.

Leia Mais

Redução das celulites em dez dias?

Estava lendo os e-mails quando me deparei com a propaganda do “Nivea Body Bye Bye Celulite Serum”. Sei que não é um lançamento tão novo assim – pelas minhas pesquisas, deve estar no mercado desde o início do ano -, mas eu não tinha ouvido falar dele. Estou em busca de um produto para combater as celulites e fiquei com vontade de comprá-lo para testar. Segundo li, o produto promete fazer efeito já a partir do décimo dia de aplicação. Eu não confio muito em nada que garante resultados tão rápidos, mas fiquei tentada a experimentar.

O site da Nivea informa que o cosmético possui “uma poderosa fórmula concentrada com a combinação dos ingredientes Extrato de Lótus e L-Carnitina, substância naturalmente presente na pele, que age na quebra destas pequenas células, acelerando o metabolismo celular. Os sinais de celulite são visivelmente reduzidos, deixando a pele tonificada, macia e firme”.

Mas como toda propaganda bem feita consegue vender direitinho o “peixe”, melhor saber de alguém que já tenha usado, não é? Vocês já usaram, meninas? Têm alguma opinião sobre ele?

Leia Mais