Brasil vence seleção da Costa do Marfim mas perde Kaká

*Texto da jornalista Giovanna Castro

Ufa! O Brasil aplicou 3 gols na seleção da Costa do Marfim e levou um numa distração da defesa que fez a chamada linha burra. O atacante Drogba entrou na área brasileira em totais condições, não havia impedimento. Sim, mas como eu ia dizendo, ufa! A equipe se classificou mas voltou a dar aquela angústia na torcida ao começar jogando muito mal de maneira até sonolenta.

Durante boa parte do primeiro tempo e até o momento do gol inaugural, aos 24 minutos, o Brasil estava mesmo levando um certo calor da seleção africana. Os marfinenses estavam gostando do jogo e até surpreendendo  os jogadores brasileiros com sua rapidez e força física. Para o bem da seleção canarinho, Drogba estava sozinho lá no ataque e, afinal de contas, lutar isoladamente contra a defesa que é considerada a melhor do mundo, é uma tarefa bastante inglória.

Kaká perdeu a cabeça e desfalca a Seleção Brasileira no próximo jogo, contra Portugal

Mas aos poucos o time foi melhorando e quando Kaká deu o ar da graça, que não tinha dado na primeira partida desta copa, o resultado foi a abertura do placar pelo atacante Luís Fabiano. Ele, que havia seis jogos não marcava, fez um gol que demonstrava o quanto esse jejum estava entalado na garganta. A bomba desferida contra o gol marfinense exorcisou os meses de seca e abriu espaço para os outros gols que viriam.

É claro que o adversário fez um teatro maior do que deveria, se jogou no chão, pôs a mão na boca, mas me surpreendi ao ver que Kaká não é aquele santo todo que ele gosta de vender na mídia. Ele também sente raiva e extravasa, dá o troco.  Se você olhar o replay da jogada, vai perceber que o jogador adversário vinha sem olhar para o brasileiro e acabou levando a bordoada. Mas começo a ver sangue nas veias, sangue no olho, elementos que fazem uma equipe avançar nas competições, muito diferente do que aconteceu no primeiro jogo contra a Coreia do Norte, e nos minutos iniciais desta partida contra a Costa do Marfim. E isso é muito positivo.

Não precisava, no entanto, chegar ao ponto de provocar a própria expulsão. Neste momento da competição, em que ele começava a se recuperar e participava mais das jogadas, ele sai da equipe e após 59 dias parado e uma partida de retorno, vai ficar cerca de uma semana parado novamente, interrompendo o seu processo de recuperação. Ou aperfeiçoando, torço.

Depois de fazer o segundo gol do Brasil, Elano seria alvo da violência dos jogadores marfinenses

Agora, que alguma coisa está muito errada num jogo de futebol quando o árbitro se torna a figura principal da disputa, está. E foi o que aconteceu hoje. “Seu” Stefany Lannoy perdeu totalmente o controle da partida, deixando a pancadaria correr solta, e ainda protagonizou a cena mais esquisita que eu já vi. Logo depois do gol de Luís Fabiano com um toque de mão e um toque de braço que ele mesmo admitiu, o ábitro faz o gesto indicando com a mão o braço e pergunta a Luís Fabiano se ele havia tocado na Jabulani, o que o jogador, obviamente, nega. Nunca vi disso, juiz discutindo jogada com jogador? Daquele momento em diante, o controle do jogo e a autoridade do árbitro estavam perdidos.

Mas, tirando essa lamentável atuação do árbitro, minha maior curiosidade mesmo é saber como Dunga vai se virar sem Kaká no meio de campo. Quem vai ser o substituto do craque solitário do meio campo? Júlio Batista? Robinho? Se o time já vinha meio mal das pernas com ele, imagina sem ele. Sem falar que o próximo adversário é Portugal, muito melhor que as seleções da Coreia do Norte e da Costa do Marfim.

>> Leia também o comentário sobre a partida de estreia do Brasil contra a Coreia do Norte

Um comentário em “Brasil vence seleção da Costa do Marfim mas perde Kaká

    1. Juliana, com a expulsão do Kaká no jogo contra Costa do Marfim, ele ficará fora da partida contra os portugueses. Mas como o Brasil já está com a classificação garantida, é bem possível que o Kaká retorne a campo para as oitavas-de-final. Só vai depender da escalação do Dunga! Beijo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *