Dicas para programar a viagem ao exterior – parte 3

Continuando a série de posts dedicados às dicas para ajudá-los a organizar a viagem para outro País, seguem abaixo mais algumas sugestões.

Dúvidas antes de viajar=================
Leia também:
>> Dicas para programar a viagem ao exterior – parte 1

>> Dicas para programar a viagem ao exterior – parte 2
=================

==== COMPRAS ====
O fato de estar negociando em uma moeda diferente pode destruir a sua vida financeira, portanto nunca deixe de fazer as conversões em reais, para saber exatamente quanto você está pagando pelo produto ou serviço. E tenha em mente que as comprinhas feitas em cartões de créditos terão seu valor convertido para reais pela taxa do dia do pagamento da fatura. Assim, se o dólar estiver mais barato quando você pagar, ótimo. Mas se o dólar estiver mais caro, a despesa terá um acréscimo.

==== SAÚDE ====
Eu aconselho que você faça um seguro de saúde internacional antes de colocar os pés no avião. Claro que ninguém quer que aconteça alguma coisa durante a viagem, porém prevenir é bem melhor que remediar. Há empresas que fazem seguros e você pode procurar uma delas, como a Mondial Assistance. Além disso, há países que exigem que o visitante tenha o tal seguro. É importante pesquisar sobre isso também.

==== SAQUES NO EXTERIOR ====
Para que não haja surpresas desagradáveis, verifique com antecedência as taxas cobradas para os saques feitos em outros países. O Banco do Brasil tem agências espalhadas pelo mundo e se você é correntista, poderá sacar a moeda local na agência do País. Também é possível efetuar saques nos caixas 24h que funcionam associados ao seu cartão de crédito internacional. Mas não pense que você vai pagar apenas o que sacou. Eles cobram taxas que não são nada doces. Cheque isso para saber exatamente quanto está pagando por aquele saque.

==== TÁXIS ====
Antes de pegar o táxi, confirme a direção você quer seguir. A depender do local onde esteja, pegar táxi do lado errado pode custar um dinheirinho bom. Tem locais em que o retorno é tão distante que apenas atravessando a rua você poderia fazer uma boa economia. Um mapa em mãos sempre ajuda. E perguntar também não custa nada.

==== SAÍDA DO METRÔ ====
Quando for sair da estação do metrô, procure saber qual é a saída mais próxima do local para onde você está indo. Isso vai ajudar na otimização do tempo. Normalmente, há várias saídas na estação do metrô, e cada uma vai dar em uma rua diferente. Para não errar, veja no mapa da própria estação ou no mapinha que você vai carregar para todos os cantos. Quanto mais tempo economizar, mais tempo terá para aplicar nas atividades que te interessam. E sair pelo lado errado pode despender um gasto de tempo desnecessário.

==== CONVERSÃO DE MOEDAS ====
Ande sempre com uma calculadora na bolsa. Sempre. Vai ajudar a fazer as tais conversões de moeda com mais facilidade.

==== CONTROLE DE GASTOS ====
Junto com a calculadora, leve um bloco de anotações e uma caneta. É imprenscindível que você faça anotações de todos os seus gastos. Além de você manter total controle dos custos da sua viagem, vai ajudar muito quando você precisar organizar um segundo passeio. É o que vai te dar uma noção das despesas, incluindo as que você não estava esperando (como a compra daquele remedinho para combater uma inflamação na garganta).

 

7 comentários em “Dicas para programar a viagem ao exterior – parte 3

  1. Muito bom! As dicas são sempre válidas. O pessoal pensa que viajar (pela américa latina principalmente) dispensa alguns cuidados… Eu acho que principalmente no caso das viagens pela américa latina é que a gente tem que ter mais cuidado, afinal, as moedas dos nossos vizinhos não são tão valorizadas quanto a nossa e isso pode nos por em apuros. As tentações são enormes, principalmente pelo preço atraente, contudo, é preciso tomar cuidado com os bancos…

    1. Com certeza, Bruno. A gente só se toca de algumas situações quando passa por elas. Mas se alguém nos prevenir, será bem mais fácil contornar as dificuldades.

  2. Ola!
    Realmente muito importantes as dicas!
    Mas para completar so falta informações sobre como conseguir acompanhantes para a viajem…pessoas que estao dispostas a viajar juntos naquele mesmo periodo que vc…eu ja li isso no Folha ou Estado de Sao Paulo mas isso foi em 2008.
    Quero ir a Ibiza neste proximo inverno no hemisferio sul!
    Desde ja agradeço a atençao

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *