Dicas para programar a viagem ao exterior – parte 2

Arrumando as malas===============
Leia também:
>> Dicas para programar a viagem ao exterior – parte 1
>> Dicas para programar a viagem ao exterior – parte 3
===============

Mais idéias para que você possa programar suas férias e evitar alguns transtornos comuns aos viajantes de primeira viagem. Ah, se rolar alguma dúvida ou sugestão de coisas que podemos acrescentar nos próximos posts da série, manda um comentário.

==== TURISMO ====
Assim que chegar ao seu local de destino, veja se acha fácil encontrar um setor de apoio ao turista. Você pode pesquisar esta informação antes de chegar lá, inclusive. E fazer deste o seu primeiro roteiro. Eles podem ajudar bastante, podem te dar dicas importantes, te dar mapas da cidade.

==== LOCALIZAÇÃO ====
A depender das informações que obtiver no setor turístico do local, corra a uma banca de revista ou livraria e adquira um mapa bem bacana do lugar. Além do mapa, compre um guia turístico. Você pode comprar o guia, e eu até aconselho, antes da viagem, no seu País mesmo. Aí você já vai assinalando alguns programas interessantes, alguns passeios. É importante ter uma noção ampla e antecipada do que você quer fazer, para otimizar o tempo.

==== COMUNICAÇÃO ====
Um dicionário básico também vai ajudar muito se você não domina a língua do País para o qual está indo. Vai quebrar galhos em diversas situações, inclusive no restaurante, por exemplo. E se você quiser, pode adquirir também aqueles manuais com frases básicas. Nas livrarias vendem. Eles reúnem várias frases que você pode precisar usar em diversas situações.

==== SEGURANÇA ====
Saber como anda o índice de violência e criminalidade no local pode ser fundamental. O principal é investigar quais locais são seguros e quais são inseguros, já que fazer turismo é sinônimo de dinheiro no bolso, o que atrai em cheio os olhares de assaltantes. Então, se precaver é palavra de ordem. Tente buscar estas informações pela internet e no setor de turismo do País. Eles podem te ajudar a saber o que carregar nos bolsos para cada lugar.

==== DIREÇÃO DEFENSIVA ====
Se você está pensando em alugar um carro, procure saber antecipadamente se a sua carteira de motorista é válida no País de destino. Em alguns países da América do Sul, como o Chile por exemplo, a carteira nacional de habilitação do Brasil é perfeitamente válida. Caso contrário providencie tirar a sua carteira de motorista internacional. Lembre-se que o documento só é reconhecido pelos países signatários de convenções internacionais de trânsito (como a de Viena, em 1968). Ela pode ser tirada no Touring Clube do Brasil, que tem sedes em vários locais.

==== LEIS DE TRÂNSITO ====
Pesquise sobre as regras básicas de trânsito. Pode haver algumas normas diferentes do que você já está acostumado. E se vai pegar estrada, verifique também se há alguma legislação específica. Há locais, por exemplo, em que é obrigatório dirigir com os faróis acesos, ainda que pela manhã. E conhecer as leis básicas, pelo menos, pode evitar que você receba multas durante as férias.

 

4 comentários em “Dicas para programar a viagem ao exterior – parte 2

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *