Tratamentos estéticos: antes e depois de seis sessões

Oi, oi, meninas! Continuo batalhando pela redução da gordura localizada, com os tratamentos estéticos lá na SpaFisio. Fiquei atordoada sem celular, viajei em seguida e depois adoeci. Daí vocês já sabem, né? Acabei precisando passar uns dias off e não pude fazer meus tratamentos amados. Mas já voltei à ativa e vim contar pra vocês.

Nas últimas duas sessões fiz os tratamentos da eletrolipólise, carboxiterapia e heccus. Com a eletro, continuo numa boa, sem sentir nada demais. Acho o tratamento super tranquilo. A carboxiterapia, pela primeira vez senti dor. Cheguei a estranhar, porque embora já tenha ouvido muita gente reclamar, eu nunca tinha sentido incômodo.

tratamentos estéticos | foto: conversa de meninaE o heccus, meninas, é meu terror. Dos três, eu acho o pior, sem dúvidas. Acabo ficando bem tensa cada vez que o aparelho dispara o estímulo elétrico. Sim, ele dói, mas não é insuportável a ponto de desistir do tratamento.

Mas nesse o post, o que eu gostaria mesmo de mostrar para vocês são duas fotos que tirei durante os tratamentos. A primeira foto, na primeira sessão. A segunda foto, na sexta sessão. Eu sempre elogio os tratamentos, mas ainda não tinha mostrado nada que representasse um resultado positivo por aqui.

procedimentos estéticos | foto: conversa de meninaAcho que as fotos acima conseguem representar as minhas impressões sobre os tratamentos estéticos no abdômen. Sinto nitidamente uma mudança no formato do meu corpo. Sinto que a minha região abdominal, embora ainda com muita gordura, está mais apresentável, sabem?

Está visualmente mais bonita desde que eu comecei com os tratamentos. Também notei bastante diferença nos meus culotes, eles diminuíram, estão um pouco mais discretos. Estou muito feliz e não tenho previsão de interromper os tratamentos, quero ainda experimentar mais coisas.

Sei que muita gente não acredita em tratamento estético, mas cada um é cada um, não é isso? O importante é respeitar a opinião do outro e ser feliz. Faço meus tratamentos lá na SpaFisio, com a Taíze e a Tamara, no CEO SSA Shopping, em frente ao Hospital Sarah, sala 816. O telefone é o (71) 3345-1963 | 9324-1762 (whatsapp).

Leia Mais

Estética corporal: eletrolipólise, heccus, carboxiterapia e corrente aussie doem?

Hoje eu decidi falar sobre uma pergunta recorrente por aqui. Desde que comecei a fazer posts sobre os procedimentos estéticos que estou fazendo, tenho recebido muitas perguntas a respeito de dor. Até hoje eu já fiz eletrolipólise, heccus, carboxiterapia e corrente aussie e posso falar de minhas sensações com cada um deles. O que mais importante destacar é que cada pessoa tem um nível diferente de sensibilidade e de resistência à dor. Isso significa que um procedimento que pode ser tranquilo pra mim, pode ser super doloroso pra outra pessoa e assim vai. Estética tem disso também, meus amores.

Primeiro vou reforçar o que é cada um dos procedimentos que citei acima, de forma bem resumida, viu gente, e fazer minhas considerações específicas sobre cada um deles, certo?

eletrolipõlise | foto: conversa de menina1. Eletrolipólise – é a aplicação de uma descarga elétrica de baixa frequência em regiões específicas do corpo, com o objetivo de promover a queima da gordura, facilitando sua expulsão do corpo. A corrente gera calor, que quebra a célula de gordura. São colocadas agulhas na região (as mesmas usadas para acupuntura), que se conectam a fios ligados no aparelho. De tempo em tempo, vai aumento a intensidade. Eu já fiz o tratamento no abdômen, flancos e posterior da coxa. A sensação inicial é que você está tomando vários choques simultâneos até se tornar um formigamento constante. Eu não sinto dor. Sinto um incômodo logo quando liga e imediatamente quando aumenta a intensidade. Depois eu relaxo total. É um procedimento que eu faço super tranquilamente. A sensação foi a mesma nas três regiões que fiz, não senti diferença.

heccus | foto: conversa de menina

2. Heccus – é indicado para gordura localizada, flacidez e até celulite. Ele é um gerador de ultrassom combinado com corrente Aussie, que proporciona estímulos elétricos, ativando o sistema linfático, aumentando o metabolismo local e promovendo a quebra das células de gordura. Ele também melhora a musculatura da região. Não é um método invasivo, nem usa agulhas. Ela coloca um gel condutor na região e vai deslizando o aparelho por cima. A corrente elétrica vai dando choque e causa um formigamento muito maior que a eletrolipólise. Só que ele dá o choque e para, continuamente. Eu sinto muito incômodo, dor mesmo. Tanto que toda minha musculatura contrai cada vez que a corrente elétrica é liberada. Acho ele o pior. Só fiz heccus no abdômen até agora, e é horrível. Mas eu faço e vou continuar fazendo as próximas sessões. Então, embora sinta dor, pra mim dá pra suportar. Mas sei de caso de gente que acabou desistindo, por não suportar o incômodo.

carboxiterapia | foto: conversa de menina3. Carboxiterapia – consiste em injetar gás carbônico na região, para combater celulite, flacidez, estrias e gordura localizada. O gás dilata os vasos sanguíneos, estimula a formação de novos vasos, melhorando a irrigação do sangue nos tecidos e a oxigenação. O gás rompe as fibroses e estimula a formação de colágeno e elastina. É utilizada uma agulha pra injetar o gás, só que uma agulha menor que a de acupuntura. Ela vai injetando o gás em vários lugares da região que você está tratando. Eu não senti absolutamente nada, gente. Nenhum incômodo, nenhuma dor. Fiquei até meio ressabiada e cheguei a perguntar a Taize, fisioterapeuta que atende lá na SpaFisio, porque eu tinha ouvido falar que algumas pessoas sentiam dores horríveis. Ela me explicou que realmente algumas pessoas sentem bastante dor, mas que diversas outras nada sentem, vai depender da sensibilidade de cada um.

corrente aussie | foto: conversa de menina4 – Corrente Aussie – é utilizada para tonificar os músculos, enrijecendo-os e combatendo a flacidez. Como o aparelho melhora a circulação sanguínea local, também é bom para diminuir a celulite. São aplicados eletrodos (plaquetas de borracha) na pele do paciente e um gel condutor. Eles produzem um estímulo elétrico que geram contrações musculares na região. A sensação é que ele provoca contrações sabe? Contrai a musculatura e relaxa. Volta a contrair e relaxa. Aos poucos ela foi aumentando a intensidade e as contrações ficaram mais fortes. Esse tratamento eu só fiz, por enquanto, na posterior da coxa. Achei tranquilo de fazer, sinto um pequeno incômodo quando contrai, mas nada que se compare como heccus (hahaha).

É isso, meninas e meninos! Espero que tenham curtido o post. Como já mencionei em vários posts, faço meu tratamento com as fisioterapeutas Taize e Tamara, lá na SpaFisio, no Edifício CEO SSA Shop, em frente ao Hospital Sarah, no Caminho das Árvores. O telefone de lá é o 3345-1963 | 9324-1762 (whatsapp). Ah, lembrando que isso aqui não é um publieditorial, ok? Decidi compartilhar com vocês minha experiência e super indico quando eu gosto de alguma coisa!

Leia Mais

Procedimentos estéticos – Sessão 3: Respondendo perguntas

E cá estou para falar de mais uma sessão de meus procedimentos estéticos. Nesta terceira sessão, fiz a eletrolipólise e a carboxiterapia. Já falei dos dois procedimentos neste link. A diferença foi que, desta vez, fiz na região dos flancos, aquela gordurinha lateral do abdômen, e fiz a carboxiterapia depois da eletrolipólise, não fiz os dois associados. Então posso agora falar de minhas sensações exclusivamente com a carboxi. Gente, eu não senti absolutamente nada, além da furadinha da agulha. É normal sentir um ardor no lugar da aplicação, mas eu não senti nadica de nada. Faria todo dia, tranquilamente! Outra coisa, algumas meninas me perguntaram como fica a pele logo após a sessão com as agulhas. Tirei foto pra vocês verem.

Eletrolipólise e carboxiterapia | foto: conversa de meninaMas neste post eu vou colocar as respostas das perguntas que recebi pelo blog, instagram, twitter, whatsapp e facebook, relacionadas a tratamentos estéticos em geral. O bacana é que vai esclarecer as dúvidas de um monte de gente, porque tem umas perguntas bem legais. Tamara e Taize, que são as fisioterapeutas que me atendem lá na SpaFisio responderam tudo, com o maior carinho e cuidado. Quero aproveitar para agradecê-las por dispensarem esta atenção com o blog!

Esses são meus dois anjos lá da SpaFisio, que estão cuidando de mim: Tamara e Taize
Esses são meus dois anjos lá da SpaFisio, que estão cuidando de mim: Tamara e Taize

Obrigada, meninas!!!

Vamos lá:

Qual a diferença entre a eletrolipólise e criolipólise? Quando optar por um ou pelo outro? Qual o melhor? (Clarissa) – Olha Clarissa, a eletrolipólise ou eletrolipoforese, como também é conhecida, é um tratamento que usa corrente elétrica bidirecional de baixa frequência por volta de 25hz, para reduzir a gordura localizada. A eletricidade é usada para estimular a lipólise, processo de quebra de gordura, provoca mudanças fisiológicas nas células adiposas e aumenta seu metabolismo, acelerando o gasto calórico. Ela também incrementa o fluxo sanguíneo, melhorando a circulação no local. A sessão tem duração geralmente de 30 a 50 minutos, e é preciso em torno de 10 sessões para obter um resultado significativo. A aplicação da eletrolipólise pode ser administrada de duas maneiras: uma das técnicas é feita com agulhas, que são introduzidas embaixo da pele, conduzindo a eletricidade diretamente para o tecido adiposo, dessa forma ela atua de forma mais significativa na redução de medidas. Já o método sem agulhas utiliza eletrodos de silicone, um condutor de baixa resistência, que são posicionados na região do corpo a ser trabalhada e presos com uma cinta elástica.

A criolipólise é um tratamento mais recente, comparado a eletrolipólise, e não é invasivo. Ele se baseia no arrefecimento controlado dos tecidos a tratar, até altas temperaturas entre os 2ºC e os 10ºC negativos, provocando a inflamação e consequente destruição das células adipócitos. É possível perder 25% da gordura localizada em uma única sessão. Este método foi apresentado por um grupo de investigadores da Harvard Medical School, em 2010, e aprovado pela FDA. Este grupo descobriu que a aplicação de temperaturas negativas nos adipócitos (células de armazenamento de gordura) leva à sua desagregação e, consequentemente, à metabolização da gordura libertada pelo sistema linfático. Esta técnica foi considerada revolucionária, pois, até então, se acreditava que o modo mais eficaz de tratar a gordura localizada seria pelo aquecimento dos tecidos. A aplicação da criolipólise é administrada da seguinte forma: posiciona o aparelho sobre a parte do corpo a ser tratada. Uma manta umedecida é colocada na superfície da pele para protegê-la. A máquina promove então uma sucção a vácuo da pele entre dois painéis. A pele tracionada é congelada durante cerca de uma hora, a gordura sofre cristalização, as células adiposas são destruídas e posteriormente eliminadas pelo sistema imunológico, via sistema linfático.

Posso fazer a sessão no período menstrual? Se eu menstruar durante o tratamento, tem alguma contraindicação? (Virgínia) – Quando a mulher está no período menstrual, ela tende a ficar mais sensível. Mas não há contraindicação.

Quero perder gordura localizada na barriga e gordurinhas laterais, qual a melhor opção de tratamento?  (Camila) – Olha, Camila, temos no mercado diversos tratamentos para redução de medidas. É preciso antes fazer uma avaliação, para que o profissional possa chegar a um diagnóstico personalizado e traçar um melhor e mais apropriado tratamento.

Qual a melhor opção de tratamento para quem quer perder a aparência de casca de laranja no bumbum e posterior da coxa? (Camila) – Camila, existem diversos tratamentos para o combate às fibro edema gelóide (as famosas celulites). É preciso antes fazer uma avaliação, como dito acima. Hoje nós temos um método inovador que é a Criofrequência, que é a soma da criolipólise (-10°), com a corrente eletromagnética de 1.050watts de potência, ocorrendo assim o choque térmico, desestabilizando o metabolismo local, proporcionando a estimulação da produção do colágeno e das fibras de elastina, gerando assim um 3° efeito fisiológico. Ele tem umas ponteiras que vão até 10° negativos enquanto por dentro ele faz aquecimento, ocorrendo assim vasodilatação, facilitando a eliminação de toxinas e melhorando a oxigenação do tecido. O tratamento é de apenas oito sessões, vale ressaltar que na primeira sessão já temos ótimos resultados, chegando à satisfação do cliente na quarta sessão.

Dica importante para evitar a proliferação das celulites: É importante reduzir o consumo de sódio, causador de retenção hídrica, que pode agravar o quadro. Portanto, é aconselhável diminuir o consumo de sal, enlatados, alimentos em conservas, embutidos e alimentos industrializados. Trocar o sal comum pelo sal light, que tem 50% menos sódio em sua composição. Na hora de preparar os alimentos, deve-se preferir temperos naturais, como orégano, salsa, cebolinha, manjericão e açafrão, que, além de mais sabor, possuem também antioxidantes.

Tem idade mínima para começar a fazer tratamento estético? (Bruna) – Não há idade mínima para que sejam feitos os procedimentos estéticos (faciais e os corporais). No entanto, a procura por esse método começa por volta dos 14 anos.

Tenho uma cicatriz na área abdominal, resultado de uma cirurgia. Isso impede que eu faça tratamento estético pra reduzir a gordura da região? (Letícia) – Olha, Letícia, não há contraindicação. A sua cicatriz provavelmente fica na pele mais superficial. A pele apresenta uma estrutura com duas camadas distintas, a primeira e mais superficial, a epiderme, e posteriormente a derme. Abaixo da derme que encontramos o tecido subcutâneo, conhecido também como tecido adiposo subcutâneo.

Meu marido tem vontade de fazer tratamento estético para perder gordura localizada, mas fica envergonhado por achar que tratamento estético é algo feminino. Tem alguma restrição para os homens? (Jaqueline) – Não tem restrição alguma, e cada vez mais isso tem mudado. Muitos pacientes homens vêm por indicação do amigo, é a principal causa do aumento da demanda masculina. Atualmente eles já correspondem a cerca de 10% da clientela da SPAFISIO. Embora o homem não seja maioria em templos de estética, sua presença vem crescendo. Muitos lugares oferecem cuidados voltados para um público unissex, como é o caso da nossa clínica.

Vocês fazem pacotes? Quanto custa hoje fazer um tratamento pra perder gordura localizada? (Ana Maria) – O tratamento é individualizado, você faz a avaliação com um profissional e a partir daí seu tratamento personalizado é traçado.

Tenho muita celulite e estria. Tem algum tipo de tratamento estético que possa dar um jeito nisso? (Eliana) – Com certeza. Temos a carboxiterapia, excelente para a produção do colágeno e elastina, para melhorar a aparência da pele e tratar as estrias. Temos também a criofrênquencia, que já foi mencionada antes, o Heccus, dentre outros. O que vai determinar o seu tratamento é a avaliação.

Depois que eu terminar o tratamento, a gordura volta? O resultado é definitivo? (Alice) – Os resultados são definitivos desde que alguns cuidados e hábitos sejam tomados, relacionados à alimentação, prática de atividade física, ingestão de água etc.

Eu sou magrinha, não sofro com gordura localizada, nem flacidez, mas ouço muito falar dos benefícios da drenagem linfática. Eu também posso fazer? Ou só quem quer perder peso? (Adrianna) – A drenagem linfática é uma grande aliada para as mulheres. Ela atua na prevenção de celulite e ajuda a limpar toxinas que formam os nódulos de gordura. Isso elimina o inchaço do corpo e aumenta a oxigenação da pele em curto prazo. O método ainda deixa a pele com uma aparência mais saudável, além de proporcionar uma melhor circulação sanguínea. As mulheres costumam passar por quedas das taxas hormonais em vários momentos da vida, com a menstruação, TPM, gestação e menopausa. Trabalhando a circulação sanguínea por meio da drenagem linfática, é possível normalizar um pouco melhor essas taxas hormonais, melhorando o bem-estar e ganhando mais qualidade de vida.

Se eu fizer tratamento estético corre risco de eu ficar com uma aparência feminina? (João) – De maneira alguma João; o tratamento é unissex.

Eu estou grávida de quatro meses? Posso fazer algum tipo de tratamento estético? (Juana) – Pode sim, Juana, a depender do que você está à procura. Alguns tratamentos estéticos têm essa contraindicação.

Se eu começar a fazer tratamento estético, vou ter que fazer a vida toda? (Bruna Vitória) – Não necessariamente, Bruna. Depende de vários fatores, como o seu objetivo, satisfação do resultado, cuidados a serem tomados e hábitos a serem praticados como alimentação, atividade física etc.

Com quanto tempo de tratamento começarei a ver resultado? (Bruna Vitória) – Então, Vitória, cada caso é um caso! Tem tratamento que na primeira sessão você já nota resultado e já tem outro que a partir da quarta sessão você observa algum resultado.

O que é hidrolipoclasia? Ouvi falar que é muito bom. (Karla) – O processo de hidrolipoclasia consiste na injeção de uma solução fisiológica com anestésico, bicarbonato de sódio e adrenalina na gordura, inchando a área a ser tratada. As células de gordura (adipócitos) absorvem o líquido e aumentam de volume, facilitando seu rompimento. Esta explosão que acontece nos adipócitos é adquirida através do uso de ultrassom estético sob a pele, pois as ondas ultrassônicas promovem uma vibração que gera abertura na membrana das células de gordura, com consequente rompimento. Esta gordura fica mais dispersa e pronta para ser eliminada do corpo. Utiliza-se, então, micro cânulas ligadas a um aspirador com grande poder de sucção, de modo a remover a gordura que foi desprendida. Existe também a hidrolipoclasia não aspirativa, realizado da seguinte forma: primeiramente, é injetado soro fisiológico, anestésico associado ou não à substância lipolítica. Em uma segunda etapa, também é utilizado o ultrassom para intensificar a ruptura da membrana celular e mobilizar uma maior quantidade de gordura. A diferença é que não há aspiração após o ultrassom, o que exige um número maior de sessões.

——

É isso, meninas e meninos, espero que tenham gostado do post! Breve tem mais. Beijos.

Leia Mais

Meus procedimentos estéticos – Sessão 1

A tão esperada novidade chegou: a primeira sessão dos meus procedimentos estéticos contra as gorduras localizadas, estrias, celulites e afins!! Uhuuuuuuuu… Estou super feliz, é uma vontade antiga que agora se concretiza. Vou contar tudo pra vocês em detalhes ao longo das sessões. Estou fazendo o tratamento na @SPA FISIO, fica ali no Edifício CEO (aquele prédio novo em frente ao Hospital Sarah), no Caminho das Árvores, sala 816. Duas coisas me atraíram para lá: a acessibilidade do lugar 9ainda é perto do meu trabalho) e a possibilidade de agendar a avaliação gratuita! Para quem está inseguro, como eu estava, é ótimo, porque você tem tempo de maturar a ideia, entender do que se trata e só desembolsar o $$$$ depois!!! 🙂 🙂 🙂 Outra coisa é que lá eu posso marcar minhas sessões pelo whatsapp. Muita modernidade, né? Pra mim isso é muito prático, porque eu já tô ali no cel com minha agenda, facilita tudo. O tel de lá, pra quem se interessar em fazer a avaliação gratuita é 3345-1963 | 93241762.

Clínica SPA FISIO | foto: Conversa de MeninaMe senti super segura lá, os equipamentos que eles usam são aprovados pela Anvisa! Fui atendida pela fisioterapeuta Tamara, que me explicou tudo direitinho, me orientou quanto aos procedimentos, esclarecendo para que cada um serve, fez uma análise geral do meu corpo e me recomendou o tratamento mais adequado ao meu caso, para os resultados que eu queria obter. Outra coisa bacana é que você responde um questionário, para que as profissionais de lá possam tomar ciência do seu quadro clínico e verificar se existe algum tipo de restrição. No meu caso, o tratamento começou pela “pancinha” (xô, gorduraaaa!!!!) e pelas dobrinhas que ficam na lateral do abdômen, os flancos. Mas vou cuidar também da região do quadril e dos braços! Na minha primeira sessão, fiz eletrolipólise e carboxiterapia, vou falar delas.

Como é a eletrolipólise na prática?

É tipo uma acupuntura na barriga, só que as agulhas (ela usou agulha descartável, viu gente???) são conectadas a alguns fios, que se ligam a um aparelho. Ao ligar o tal aparelho, a gente começa a sentir uns pequenos choquinhos até virar um formigamento. Cientificamente, é a aplicação de uma descarga elétrica de baixa frequência em regiões específicas do corpo, com o objetivo de promover a queima da gordura, facilitando sua expulsão do corpo. A corrente gera calor, que quebra a célula de gordura. A gente sente o choquinho logo na hora que liga, mas depois é super de boa. Pelo menos comigo foi muito tranquilo, não me incomodou, até relaxei kkkkkkkkkk. Mas tem gente que se queixe. Vai depender de cada um, claro. De tempo em tempo, ela foi aumentando a frequência. A sensação era a mesma: um pequeno choque, seguido de um formigamento. Muito tranquilo, achei que era um bicho de sete cabeças, mas, nada disso, farei de novo com certeza.

Eletrolipólise | Blog Conversa de Menina

E a carboxiterapia?

A carboxiterapia também é feita com agulha, mas aquela menorzinha que é usada para injetar insulina. A sensação era de que eu estava fazendo uma acupuntura, só que dava um ardorzinho discreto. Eu fiz a carboxiterapia associada à eletrolipólise, ou seja, ao mesmo tempo. Tamara me esclareceu que isso potencializa o tratamento! Adorei essa coisa de potencializar!!! Muito <3 <3. Pois bem, como eu já estava sentindo o formigamento da eletrolipólise, eu não senti incômodo maior com a carboxiterapia. Mas Tamara me disse que a carboxiterapia realizada sozinha causa um pouco de desconforto.

De qualquer forma, acho que não deve ser nada demais também, porque se fosse algo de outro mundo, eu teria sentido alguma coisa pelo menos. A técnica consiste em injetar gás carbônico na região, para combater celulite, flacidez, estrias e gordura localizada. O gás dilata os vasos sanguíneos, estimula a formação de novos vasos, melhorando a irrigação do sangue nos tecidos e a oxigenação. O gás rompe as fibroses e estimula a formação de colágeno e elastina. Ah, gente, depois da carboxiterapia não é indicado usar roupas apertadas, cintas etc. Isso porque é preciso deixar o gás carbônico livre, para que possa se espalhar.

Aplicação da carboxiterapia | foto: conversa de menina

E depois dos dois procedimentos?

Aí Tamara fiz uma drenagem mecânica, com o mesmo aparelho da eletrolipólise. Essa drenagem ajuda a eliminar a gordura que foi quebrada, o que acelera os resultados. Isso porque a drenagem faz com que a gordura seja levada pelos vasos linfáticos e expelida naturalmente pela urina. Uma coisa nisso tudo é fato! Logo depois do procedimento me deu uma super vontade de fazer xixi. Deve super ter dado resultado!!! 🙂 🙂 🙂

Então eu posso comer igual uma porca, ficar prostrada no sofá e fazer procedimento estético para perder gordura?

Gente, procedimento estético não faz milagre, não, viu? É preciso fazer uma associação de hábitos bacanas, para que você possa ter resultados positivos. Aliar o procedimento estético a uma alimentação mais saudável e à prática de atividade física vai fazer com que os resultados apareçam logo. Não adianta queimar gordura no procedimento e ingerir gordura em casa para substituir a que expeliu. É uma coisa meio óbvia, né, não?

E eu vou poder malhar após a sessão?

Tanto é que você pode até malhar, antes ou após a sessão. No meu caso, estava toda programada para ir à academia depois, porque queria contar a vocês como foi, mas não tempo. Na próxima sessão farei isso e conto tudo pra vocês.

E quando é que você vai fazer essa próxima sessão?

Na próxima semana, meus amores. Aguardem que mais novidades sobre o assunto chegarão logo logo.

Continuo cheia de dúvidas, Alane, o que eu faço?

Fácil! Me mandem as dúvidas, que eu junto tudo e pergunto pra Tamara. Depois posto as respostas aqui! Consultoria gratuita!! kkkkkk

Leia Mais