Progressive Fitball: O que é isso?

A primeira vez que ouvi falar do progressive fitball foi durante uma das minhas aulas de pilates, lá no Fit Studio Salvador. Minha instrutora, Adriana Oliveira, estava falando sobre a técnica, explicando um pouco do que se tratava. Até então, confesso minha ignorância completa sobre o assunto, nunca havia ouvido falar. Daí que ela informou que o progressive fitball era um método de atividade física desenvolvido pelo fisioterapeuta Rafael Rabelo. Inicialmente, o objetivo dele era melhorar seu condicionamento físico, mas o método hoje é utilizado com objetivos variados e por um número imenso de pessoas.

11“O progressive fitball utiliza a bola como instrumento, possibilitando infinitos movimentos, trabalhando o corpo como um todo, de maneira desafiadora. Pode ser usado tanto na reabilitação quanto no treinamento pessoal ou esportivo e proporciona benefícios diversos, como fortalecimento, flexibilidade, equilíbrio, agilidade, lateralidade, estabilidade, além da melhora significativa do condicionamento físico”, conta Adriana. A técnica combina vários movimentos, explorando ao máximo o uso da bola, desafiando e instigando o praticante. Adriana explica ainda que, como há o respeito à individualidade de cada um, todos podem praticar o progressive fitball, já que o programa de exercícios é montado com base nas necessidades e objetivos de cada indivíduo.

Hoje em dia a modalidade integra meu treinamento no pilates. Faço aulas de progressive fitball e o que mais me motiva é justamente o desafio. Há exercícios mais simples e outros bem difíceis. Mas o segredo está mesmo em praticar, repetir, insistir. Estou muuuuuuito longe de ser uma expert, muito longe mesmo! Mas hoje em dia realizo exercícios de que achei que nunca seria capaz, como por exemplo, ficar em pé em cima da bola. E isso graças à própria Adriana, minha instrutora. No meu caso especificamente, toda a evolução do treino, o acompanhamento e as dicas têm feito uma diferença absurda. Não foi algo do tipo: pisei na bola e levantei! Não, não. É uma série de exercícios que fui fazendo ao longo das aulas, até conseguir a consciência corporal necessária para, um determinado dia, levantar!

11E não é só o desafio em si que está em pauta. Uma das facetas que acho mais instigantes no progressive fitball é justamente a consciência corporal, que envolve também a concentração, a respiração, o domínio do equilíbrio. A modalidade abrange todo o seu corpo e, aliado a isso, também sua mente. Inclusive, em breve, farei um post sobre a influência da prática do pilates no dia a dia, porque isso fez uma grande diferença em minha vida! Mas isso é pra depois! Pois bem, hoje sou realmente uma amante do pilates, do progressive fitball, uma apaixonada pela bolinha e por todos os estímulos que ela me proporciona. Lá no Fit Studio, tem uma coisa muito massa, que é a possibilidade de realizar uma aula experimental. Ou seja, você pode agendar um dia, fazer uma aula e avaliar. Para quem quiser tirar dúvidas ou marcar uma aula experimental, podem entrar em contato com a Adriana, pelo número/whatsapp (71) 99138-9754.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *